BAND OF BROTHERS
Produção: 2001
Duração:
705 min.
Direção:
Vários
Elenco:
Damien Lewis, Donnie Wahlberg, Ron Livingston, David Schwimmer, Matthew Settle, Neal McDonough, Scott Grimes
Vídeo:
Widescreen Anamórfico 1.78:1 (1080p/VC-1)
Áudio: Inglês (DTS-HD Master Audio 5.1), Francês, Espanhol (Dolby 2.0)
Legendas: Português, Inglês, Francês, Espanhol
Nº de discos: 6
Região:
A, B, C
Distribuidora: HBO
Lançamento:
11/11/2008

Cotações:
Filme -

Imagem:
Áudio:
Extras/Menus:

Média:

Comentários de
Jorge Saldanha

SINOPSE
Adaptado do best seller de Stephen E. Ambrose, BAND OF BROTHERS conta a história verídica da Companhia Easy, 506º Regimento da 101ª Divisão de pára-quedistas do exército norte-americano. Na manhã do dia D, os homens da Companhia saltaram na França, lutaram na batalha de Bulge e renderam o quartel general de Hitler (Ninho da Águia) nos Alpes, em Berchtesgaden. Com produção executiva de Steven Spielberg e Tom Hanks, também co-diretor, baseada nas entrevistas dos sobreviventes, diários e cartas dos soldados, a produção relata as experiências dos homens que conheceram a coragem e o medo, sofreram incontáveis baixas e acabaram tornando-se lendas.

COMENTÁRIOS
Junte os nomes do diretor Steven Spielberg, do ator Tom Hanks e da HBO, e o resultado só pode ser excepcional. Ao lado de FROM EARTH TO THE MOON, também produzida por Hanks, BAND OF BROTHERS é indiscutivelmente das melhores – se não a melhor – minisséries já produzidas na história da televisão. Com um custo de U$ 125 milhões, ela teve um nível de produção cinematográfico em todos os aspectos, sendo bem mais cara e complexa que muitos filmes. Ousaria até dizer que é superior ao próprio O RESGATE DO SOLDADO RYAN (dirigido por Spielberg e estrelado por Hanks), do qual é uma espécie de extensão igualmente realista e brutal, porém ainda mais profunda ao mostrar a crueza da guerra e os sacrifícios dos soldados a partir do desembarque das tropas aliadas na Normandia. Além disso, com 10 episódios tendo cada um no mínimo 50 minutos de duração, a minissérie consegue estudar e desenvolver seus personagens de uma forma que a maioria dos filmes é incapaz de fazer.

Quanto à trama, não vale a pena me estender muito, a resenha acima já é bem explicativa. Bastaria acrescentar que o episódio inicial “Currahee”, como em NASCIDO PARA MATAR, de Kubrick, mostra o treinamento básico (e atroz) dos soldados da Companhia antes de embarcarem para a Europa, e nele se destaca David Schwimmer, de FRIENDS, como o inepto e despótico Capitão Sobel. Não sendo exatamente um fã de filmes de Guerra, porém apreciando alguns títulos (como o já citado SOLDADO RYAN), considerei este segmento inicial nada menos que brilhante. A partir dele entramos num padrão mais comum ao gênero, com cada episódio focado numa missão ou evento específico da Companhia Easy. A exemplo de alguns filmes de Spielberg baseados em fatos reais, cada episódio inclui depoimentos de veteranos da Companhia, que dividem com os espectadores algumas lembranças muitas vezes amargas do front. Já nestes depoimentos fica bem estampado o sentimento de irmandade ao qual o título, inspirado numa expressão cunhada por Shakespeare em HENRIQUE V, faz referência.

Ainda que em parte seguindo a cartilha de muitos filmes de Guerra, BAND OF BROTHERS atinge níveis insuspeitados de emoção e dramaticidade, que explodem principalmente em seus episódios intermediários, que se passam nas florestas nevadas de Bastogne (tanto que o sexto episódio, “Bastogne”, ganhou um Writers Guild Award em 2003). Para tanto, não foram evitadas imagens explícitas de soldados mutilados e agonizantes, que poderão chocar aos mais sensíveis. Porém, elas não seriam tão impactantes se não envolvessem personagens tão bem trabalhados, a ponto de que tenha sido criado entre eles e o espectador um elo real e efetivo. Dando vida a essas pessoas temos um ótimo elenco, em que além de Schwimmer se destacam Damian Lewis como Richard Winters (personagem real que serviu de base para o Capitão Miller de Tom Hanks em SOLDADO RYAN), Donnie Wahlberg (irmão de Mark), Ron Livingston e Neal McDonough. Seja ou não a melhor minissérie já feita, seja ou não melhor que grandes filmes de Guerra como O RESGATE DO SOLDADO RYAN, o fato é que BAND OF BROTHERS, desde seu lançamento, passou a ser uma referência obrigatória no gênero e deve ser assistida, seja em DVD ou Blu-ray, por ser uma realização de altíssima categoria, sob qualquer aspecto que a avaliemos.

O BD
BAND OF BROTHERS chegou em Blu-ray nos EUA em uma caprichada lata contendo uma embalagem digipack com os seis discos. As transferências anamórficas 1080p/VC-1, com formato de tela 1.78:1, representam um significativo upgrade em relação ao box anterior de DVDs. Inicialmente cabe ressaltar que, a exemplo de O RESGATE DO SOLDADO RYAN, a minissérie foi filmada com o uso de filtros que criam uma paleta de cores desbotada, com eventual uso mais intenso de cores primárias. O ótimo contraste e a solidez dos tons de preto dão às imagens dos campos de batalha grande dimensão e profundidade. Os tons de pele são naturais, e o nível de detalhes é elevadíssimo. Seriam conversões digitais perfeitas não fosse a aplicação desnecessária de DNR em determinadas tomadas, que deixa as texturas da pele e dos uniformes dos soldados embaçadas. Felizmente isso é exceção à regra, e na maior parte do tempo percebemos a granulação natural da excelente matriz, que fornece fantásticas e detalhadas imagens livres de edge enhancement, artefatos ou ruídos de compressão.

Se a excelência da imagem perdeu meio ponto, o áudio da minissérie leva nota máxima, sendo dos mais impressionantes que já encontrei numa produção televisiva. Simplesmente perfeita, a faixa em inglês DTS-Master Audio 5.1 é referência no formato. Os diálogos sempre são límpidos, perfeitos, e o campo sonoro criado coloca você no centro da ação. O espectador é cercado pelos sons de soldados correndo, sons de veículos e vozes cruzam o ambiente, tiros e explosões de morteiros irrompendo do subwoofer fazem você saltar da cadeira. E a emotiva trilha original do falecido Michael Kamen, sem surpresa, é reproduzida com elevada fidelidade. As outras opções de áudio disponíveis, bem mais discretas, são francês e espanhol Dolby 2.0, enquanto as legendas disponíveis são português (BR), inglês, francês e espanhol. Os menus animados estão apenas em inglês.

OS EXTRAS
A edição em Blu-ray de BAND OF BROTHERS, ainda inédita no Brasil, reproduz todos os extras do lançamento anterior em DVD, com os documentários do sexto disco trazendo a opção de legendas em português. Além deles o BD agrega recursos PIP exclusivos e outros conteúdos em cada episódio – estes, contudo, apenas em inglês. O material está tanto em resolução 1080p (HD) como em 480p (SD).

  • In the Words of Easy Company: Picture-in-Picture Commentaries – Cada episódio pode ser assistido acompanhado por depoimentos em vídeo (reproduzidos em uma janela menor) dos sobreviventes da Companhia Easy. Além de contarem histórias de horror e anedotas, eles discutem as diferenças entre as batalhas reais e o que vemos na tela, e dividem com o espectador suas memórias pessoais. Se você domina o inglês e é um estudioso da Segunda Guerra Mundial, após assistir a minissérie vale a pena investir seu tempo nessas 10 horas adicionais;

  • In the Field with the Men of Easy Company: Interactive Guides – Cada episódio possui um Guia Interativo que dá acesso a informações em tempo real, vídeos, mapas, cenas de arquivo, glossário de termos militares, etc. Mais uma vez, se você entende bem o inglês e se interessa pelo assunto, compensa enfrentar outras 10 horas para explorar este recurso;

  • We Stand Alone Together: The Men of Easy Company (HD, 78 min.) – Abrindo os extras do sexto disco, este longo documentário é apresentado como o 11º episódio – tanto que possui as mesmas especificações técnicas de áudio e vídeo dos demais. Ele destaca os acontecimentos que serviram de base para a minissérie, através de depoimentos dos sobreviventes da Companhia Easy e cenas de arquivo;

  • The Making of Band of Brothers (SD, 30 min.) – Making of da produção abordando a origem do projeto, a seleção do elenco e o dia a dia das filmagens;

  • Ron Livingston’s Video Diaries (SD, 56 min.) – Um dos destaques dos extras são estes divertidos e reveladores vídeo-diários do ator Ron Livingston, que nos mostra os atores e a equipe envolvidos nas filmagens;

  • Premiere in Normandy (SD, 3 min.) - Featurette que mostra o evento da premiére da minissérie promovido pela HBO, ocorrido no local do desembarque das tropas na Europa e que contou com a participação de Tom Hanks, equipe, elenco e os veteranos da Companhia Easy, entre outras personalidades.

DVDs / BDs COMENTADOS