HOMEM DE FERRO - EDIÇÃO DEFINITIVA
Direção: John Favreau
Elenco:
Robert Downey Jr., Terrence Howard, Jeff Bridges, Gwyneth Paltrow, Leslie Bibb, Faran Tahir, Clark Gregg, Jon Favreau, Stan Lee
Distribuidora:
Paramount
Duração:
126 min.

Região:
A, B, C

Lançamento:
30/09/2008

Nº de discos:
2

Cotações:
Filme -
BD -

Comentários de
Jorge Saldanha

SINOPSE
Depois de sobreviver a um ataque inesperado em território inimigo, o genial magnata Tony Stark (Robert Downey Jr.) constrói uma armadura de alta tecnologia, e jura proteger o mundo da violência como o Homem de Ferro. O problema é que sua nova vida entra em conflito com seus negócios – a multinacional de Stark fez fortuna comercializando armas de última geração pelo mundo todo, e isso lhe traz novos e inesperados inimigos.

COMENTÁRIOS
Meados dos anos 1960... seja nas páginas dos gibis, seja na telinha da TV, tive meu primeiro contato com Homem de Ferro, Hulk, Capitão América, Thor e Namor, criações de Stan Lee, Jack Kirby e de outros talentos da Marvel. Desta fase, para mim o Homem de Ferro foi o mais icônico, e não deixa de ser um espanto que, passados mais de 40 anos, ele tenha chegado ao cinema num filme com méritos suficientes para me provocar uma enorme onda de nostalgia. Talvez isso pudesse ter me acontecido antes com o HULK de Ang Lee, mas o filme foi tão decepcionante que, na saída do cinema, só pensava nos seus problemas.

Já neste HOMEM DE FERRO faltam erros e sobram acertos, estes começando pela escolha de Robert Downey Jr. que, após brigar para conseguir o papel, interpretou de forma perfeita Tony Stark. Após um longo ostracismo provocado por álcool, drogas e passagens pela prisão, pode-se traçar um paralelo entre a redenção de Stark e a do próprio Downey Jr., um excelente ator que, após conhecer a glória em CHAPLIN, se perdeu e agora está tendo todas as chances para retornar ao estrelato. Estranhamente o filme não apresenta Stark como nos gibis, um alcoólatra - mas sim como um bon vivant irresponsável que só pensa em mulheres e máquinas possantes. Quem sabe, uma concessão para não constranger o ator.

Além de trazer de volta a também meio sumida Gwyneth Paltrow, muito bem na pele da secretária faz-tudo "Pepper" Potts, outro acerto foi a direção de Jon Favreau. Lembrava-me de Favreau principalmente por ter interpretado o advogado amigo de Ben Affleck em DEMOLIDOR - O HOMEM SEM MEDO. E não deixa de ser irônico que a maior parte da participação de Favreau naquele filme tenha sido excluída da montagem que passou nos cinemas, porém retornando na posterior (e superior) Versão do Diretor que saiu em DVD. Não sei se isto teve algo a ver com a escolha de Favreau, mas o fato é que ele soube levar à tela o Homem de Ferro prestando um belo tributo à sua origem nos gibis (trocando o Vietnã pelo Afeganistão), e com referências que fazem a alegria dos fãs - por exemplo, quando o tenente-coronel James "Jim" Rhodes (o sempre ótimo Terrence Howard) olha para a armadura Mark II (a prateada) do Homem de Ferro e diz "agora não, fica para outra vez", o fã já sabe que futuramente ele será o Máquina de Guerra. Detalhe: Favreau, no filme, é o motorista da limusine de Stark.

Os efeitos visuais da ILM de George lucas e mais outras duas empresas menores, estão no padrão dos criados para TRANSFORMERS, ou seja, impressionantemente foto-realistas. Aliás, as cenas do confronto entre o super-herói e o vilão Monge de Ferro são similares às do filme de Michael Bay, porém menos espetaculares. Mas que se encaixam na proposta do filme e, portanto, tornam-se plenamente satisfatórias. Para variar temos mais um filme de super-herói que recebe uma trilha sonora medíocre, cortesia do idem Ramin Djawadi (BLADE: TRINITY). É uma pena que, ao vermos o Homem de Ferro cruzando os céus ele não seja acompanhado por uma música à altura, mas sim por um rock genérico.


HOMEM DE FERRO foi o primeiro filme 100% financiado pela Marvel, que agora é um estúdio, e o resultado mostra que Stan Lee (que na sua divertida e costumeira ponta aparece como um velho milionário cercado por mulheres - Heff?) e sua turma, com plena autonomia financeira e criativa, farão a alegria de seus fãs nos próximos anos. A cena escondida após os créditos finais, onde Stark volta para sua casa e é recebido por uma misteriosa figura, da qual não vemos inicialmente seu rosto mas que se dirige a ele com a voz inconfundível de Samuel L. Jackson, já sinaliza o que vem por aí.


O BD
Este Blu-ray duplo de Homem de Ferro lançado nos EUA, que é até o momento desta resenha o título mais vendido na história do formato, apresenta uma bela embalagem (a tradicional caixa plástica azul do BD é envolvida numa bonita luva de cartolina metalizada) e já está razoavelmente localizado para o Brasil, apresentando opções de legendas em português para o filme e os extras. Faltaram apenas menus e dublagem em português, porém esta será a edição que a Paramount lançará aqui em dezembro. Como seria de esperar, a qualidade da imagem anamórfica 2.35:1 em alta definição (1080p/AVC MPEG-4) é impressionante, mas deve ser ressaltado que ela está menos granulada que a cópia vista nos cinemas – especialmente nas cenas do Afeganistão, que tinham um visual mais realista, documental. É possível que para a transferência em BD tenha sido usado o filtro DNR (digital noise reduction) para suavizar a imagem – no entanto, ela permanece viva e bem detalhada. Mas, isto pode ser um problema para quem prefere uma “granulação saudável” de película. De resto a imagem deslumbra, com cores fortes e sólidas e elevados contraste e nitidez, que se mantém mesmo nas cenas mais escuras. Em suma, mesmo com DNR, o vídeo não perdeu em definição e profundidade.

No quesito áudio a Paramount também impressiona, com uma faixa em inglês Dolby TrueHD 5.1 que apresenta uma freqüência de graves simplesmente arrasadora, que levará seu subwoofer até o limite nas cenas de ação. Mas esta é uma trilha de áudio muito bem balanceada, e os outros canais também são muitíssimo bem utilizados, criando uma ambientação tridimensional que o fará sentir-se participando do filme mesmo em momentos mais calmos, ambientais. Temos também áudio Dolby Digital 5.1 em francês e espanhol, e legendas em português (do Brasil), inglês, francês e espanhol. Os menus animados (que destacam imagens 3D do Homem de Ferro na armadura Mark III) são ótimos, e como de praxe no formato, há a opção de acesso a menus flutuantes durante a reprodução do filme.


OS EXTRAS
O capricho no lançamento de HOMEM DE FERRO em DVD e BD não se limitou ao filme. Os extras, além de abundantes, são quase todos excelentes, agradando tanto aos fãs do super-herói quanto àqueles que apreciam os inúmeros detalhes que envolvem a produção de um blockbuster. Faltou apenas uma faixa de comentários em áudio com o diretor e/ou membros do elenco e equipe. Neste BD, tudo o que interessa está em HD, com video anamórfico e áudio original em inglês, com opções de legendas em português. Traduzi o título dos extras que também fazem parte do DVD duplo lançado no Brasil:

Disco 1:

  • O Inesquecível Homem de Ferro (HD, 49 minutos) – Documentário dividido em seis partes que trata da criação e evolução do personagem nos gibis, o que permite apreciar melhor determinados detalhes do filme. Vários nomes conhecidos ligados aos quadrinhos dão seu testemunho, como o mago da Marvel Stan Lee, o roteirista Gerry Conway e os desenhistas John Romita, Jr. e Gene Colan;

  • Hall of Armor (HD) – Função interativa que é uma espécie de galeria de imagens 3-D, onde acessando a “Base de Dados Stark” vemos detalhadas imagens em 360º (com zoom) das três armaduras do Homem de Ferro e a do Monge de Ferro;

  • Cenas Inéditas e Originais (HD, 24 minutos) – Onze cenas, sendo que as estendidas não trazem nada de importante (basicamente, diálogos adicionais). O destaque fica para algumas cenas que adicionam mais ação à batalha final (infelizmente, determinados efeitos não foram finalizados, e de vez em quando surgem cronômetros e outros controles gráficos);

  • BD Live: Iron Man IQ – Se você possui um player compatível com o Profile 2.0, pode acessar este recurso. Trata-se de um jogo de perguntas e respostas utilizando clipes do filme, que permitirá a você testar seus conhecimentos sobre o universo Homem de Ferro e dividir seus resultados com outros usuários;

  • Easter Egg – O BD de HOMEM DE FERRO apresenta pelo menos uma surpresa escondida: no menu principal vá até BD-LIVE e pressione o direcional direito do controle. Um esquema da mão do Homem de Ferro surgirá, aperte “Enter” para assistir a uma bem-humorada entrevista com Stan Lee e Robert Downey, Jr.

Disco 2:

  • Eu Sou o Homem de Ferro (HD, 111 minutos) – Eis aqui o principal extra do pacote, um excelente making of em sete partes que totalizam quase duas horas. Os principais membros do elenco e da equipe são entrevistados no set. Dentre eles destacam-se o diretor Jon Favreau, os astros Robert Downey Jr., Gwyneth Paltrow, Terrence Howard e Jeff Bridges, os co-roteiristas Mark Fergus e Hawk Ostby, pessoal da produção, técnicos e pessoas da Marvel, como Stan Lee. Stan Winston, cuja empresa construiu as armaduras do super-herói, aparece aqui dando os que talvez tenham sido seus últimos depoimentos, já que faleceu um mês após a estréia do filme. O ritmo é dinâmico, com os depoimentos sendo acompanhados por cenas de bastidores e vídeo-diários;

  • Efeitos Visuais do Homem de Ferro (HD, 27 minutos) – Talvez por ser um tanto extenso, este segmento ficou de fora do making of principal. Obviamente, trata dos ótimos efeitos CGI, e o foco é claro vai para as armaduras do super-herói, inclusive as usadas nas filmagens, e o trabalho dos animadores para integrá-las com as imagens geradas em computador. Downey fornece uma divertida descrição de como é atuar envolto em pedaços metal e borracha;

  • Teste de Câmera de Robert Downey Jr. (HD, 6 minutos) - Interessante teste de Downey, que se empenhou bastante para conseguir o papel;

  • O Processo do Ator (HD, 4 minutos) –Downey Jr. e Jeff Bridges ensaiam algumas cenas, sob a orientação do diretor;

  • The Union: O Famoso Trailer Que Vai Virar Filme (3 minutos) – Vídeo viral divulgado no youtube, que brinca com a idéia de transformar o trailer de Homem de Ferro num filme completo e o temor dos fãs de que o filme fosse estragar o trailer… Além de ser o único extra apresentado em resolução standard, sem dúvida também é o único 100% dispensável do pacote;

  • Theatrical Trailers (HD) – Temos aqui três trailers – dois para o mercado norte-americano, e um para o mercado internacional;

  • Galerias  (HD) – Quatro galerias de imagens em alta definição, com uma interface bonita e controles de fácil navegação. Há mais de 200 imagens para serem vistas;

DVDs / BDs COMENTADOS