THE CAT IN THE HAT
Música composta por David Newman


Catálogo:
986 1183-2
Ano: 2003

Faixas:
1. Main Title -- The Kids
2. Getting Better - Smash Mouth
3. Cat Listen 
4. Two Things/Couch Jumping/Leaky Crate 
5. Military Academy Seduction 
6. Mrs. Kwan -- Mom Leaves
7. Surfer Cat -- The Phunometer 
8. Fun, Fun, Fun 
9. Contract
10. Oven Explodes -- Clean Up This Mess
11. Things Wreck the House 
12. Larry the Slob 
13. Birthday Party 
14. S.L.O.W. Drive 
15. Rescuing Nevens 
16. Clean Up 

Duração: 48:00
Cotação:

Comentário de
Mariano J. Sister

 

O Gato é objeto de mais uma adaptação cinematográfica, recordemos que já houve uma versão realizada em meados dos anos sessenta em desenhos animados, e o responsável era nada menos que Chuck Jones. Desta vez, o clássico relato do Dr. Seuss (O Grinch) é levado às telas com atores de carne e osso e pelo veterano desenhista de produção Bo Welch, que trabalhou com Tim Burton em Beejtlejuice. Ao iniciar-se o projeto Marc Shaiman - que recentemente nos brindou com a refrescante partitura de Down With Love - recebeu a tarefa de compor o score, mas por divergências com a equipe criativa, foi dispensado e passou a ocupar-se apenas das canções que aparecem no filme, "Fun Fun Fun" e "Clean Up" interpretadas pelo ator que encarna o Gato, Mike "Shrek" Myers.

A trilha sonora finalmente ficou a cargo de David Newman, compositor que como Marc Shaiman também é subvalorizado por Hollywood. Relegado quase sempre a filmes de animação ou comédias de escassa visibilidade, a maioria de seus trabalhos raras vezes têm repercussão. Títulos recentes como A Era do Gelo ou Scooby Doo não são um prodígio de originalidade, razão pela qual sobre eles não há muito o que se comentar. The Cat in the Hat recebeu nos Estados Unidos uma áspera acolhida por parte do público e da crítica, mas isto não foi obstáculo para que sua música tivesse lançada sua correspondente edição discográfica. Em O Gato Newman, fiel a seu estilo, não dá sinais de ter se renovado, mas pelo menos demonstra ter sido muito motivado pelo material que tinha em suas mãos, e criou um festival de música descritiva, perfeitamente apegada à técnica do mickeymousing, ágil, dinâmica e com ritmo trepidante, junto a algumas referências a Carl Stalling.

O autor de Matilda faz uso de uma orquestra tradicional onde a  utilização da seção de cordas, os metais e um que outro sintetizador bastam para descrever a  brincalhona personalidade do Gato. A primeira faixa do disco, "Main Titles/The Kids", inicia com o piano esboçando uma melodia infantil, para mais tarde unir-se a diferentes vai-e-vem orquestrais, é o claro exemplo da energia que destila Newman e que contagia o resto da partitura. Faixas como "Mrs. Kwan/Mom Leaves", "Surfer Cat/The Phunometer" ou "Larry The Slob", deixam comprovada a grande solidez e o virtuoso desempenho de Newman, que o convertem na escolha mais adequada na hora de musicar comédias do tipo familiar.

 

 

 

CDs COMENTADOS