Crouching Tiger, Hidden Dragon
Música composta e regida por Tan Dun. Solos de violoncelo por Yo-Yo Ma. The Shanghai Symphony Orchestra and Percussion Ensemble. "A Love Before Time" cantada por CoCo Lee

Selo:
Sony Classical
Catálogo:
Sk 89347
Ano: 2000

15 Faixas
Duração: 50:13
Cotação:

Comentário de
Jorge Saldanha

 

Certos filmes, assim como as suas trilhas sonoras, são como iguarias únicas, peculiares; a um primeiro contato com o nosso paladar acostumado à fast food musical cinematográfica, não somos capazes de apreciar por completo a todas as suas delicadas nuances. Porém, com o passar do tempo, somos finalmente conquistados pela sua delicadeza, por toda a sua beleza inerente. Isto é típico do melhor da cultura chinesa, e O Tigre e O Dragão não é diferente. Digo isto como uma espécie de mea culpa, para justificar o tempo que demorei para colocar no site um comentário sobre o score de Tan Dun, que conquistou o Oscar de Melhor Trilha Sonora Original.

O filme pode ser considerado uma fantasia de artes marciais (com cenas de luta coreografadas de modo a ressaltar o belo, e não o violento), uma fábula e até mesmo um registro histórico, que utiliza sua sensível partitura para impor-se como o melhor filme lançado em 2000. Nele, que se passa na China do século 18, acompanhamos o guerreiro Wudan Li Mu-bai (Chow Yun-fat) e sua amiga Yu Shu-lien (Michelle Yeoh) em busca de sua espada "Destino Verde", que fora roubada por uma guerreira mascarada que demonstra conhecer os segredos da misteriosa arte marcial dos Wudans. O filme alterna drama e ação, do mesmo modo que a partitura de Tan Dun: durante os combates,  temos músicas com percussão forte e hipnótica ("A Wedding Interrupted" e "Night Fight"). Mas é na sua porção emocional, conduzida pelo violoncelista  Yo-Yo Ma,
que a trilha mostra seus pontos altos, e por isso pode desagradar aos consumidores das partituras orquestrais mais, digamos, tradicionais (pense no que eu falei acima sobre fast food, em termos de música de cinema...). Ouça o clip da inspirada "The Eternal Vow" , e entenderá o que significa este score, algumas vezes baseado em orquestração típica chinesa ("To The South"), outras vezes melancólico e sombrio ("Through The Bamboo Forest").

O ponto alto do álbum é "Yearning of The Sword", que nos leva de volta aos temas primeiramente ouvidos em "The Eternal Vow", que em sua pureza é praticamente um lullaby. A porção final do CD contém a bela e triste "Farewell" e as versões, em inglês e mandarin, de "A Love Before Time", cantadas por CoCo Lee. A canção insere-se na estratégia comercial das gravadoras, mas pelo menos não destoa tanto da partitura quanto as canções que encerram álbuns como O Retorno da Múmia e Jurassic Park III. Indiscutivelmente, o talentoso Tan Dun compôs um score merecedor do Oscar conquistado, e, principalmente, está à altura do filme que serve. Então, apure o seu paladar, aperte a tecla play e mergulhe no lirismo e na magia de Crouching Tiger, Hidden Dragon.

CDs COMENTADOS