Dragonfly
Música composta e regida por John Debney

Selo: Varèse Sarabande
Catálogo:
302 066 3382
Ano: 2002

Duração: 31:19
Cotação:


Comentário de
Mariano J. Sister e Jorge LuisViera

 

Evidentemente, John Debney é "pau para toda a obra". Pensemos em filmes relativamente recentes como Como Cães e Gatos (Cats & Dogs), Jimmy Neutron, o Menino Gênio (Jimmy Neutron, Boy Genius) ou O Escorpião Rei (The Skorpion King); todos com características diferentes e que requerem, em conseqüência, distintos tipos de trilhas sonoras. Agora, pensemos no filme O Mistério da Libélula (Dragonfly), também ali Debney cumpre eficientemente com o seu trabalho. Mas ser eficiente não implica em ser eficaz.

A história de Dragonfly é a de um médico que, logo após perder sua esposa em um acidente automobilístico, adquire a estranha capacidade de comunicar-se com pacientes que regressaram de uma morte clínica. Ante estas características argumentais, o compositor entrega uma partitura absolutamente convencional onde, mais uma vez, notamos a falta de personalidade que tantas vezes, com justiça, lhe é atribuída. Um ponto a favor pode ser a utilização de uma grande orquestra que consegue o clima apropriado (dramaticamente falando) unido a uma atmosfera de mistério, além da inclusão de coros angelicais que denotam o aspecto sobrenatural do filme. Ainda assim devemos admitir que todo este esforço se dilui em um tratamento unicamente estético da trilha sonora.

Estas e outras características nos levam a concluir que este trabalho reflete notavelmente sua "temp track", que não é outra senão O Sexto Sentido (The Sixth Sense), composta pelo mentor de John Debney, James Newton Howard. Não esqueçamos que ambos já haviam dividido responsabilidades em outro filme do diretor Tom Shadyac, O Mentiroso (Liar, Liar), cujo tema central foi criado por Howard e o score desenvolvido por Debney. Este CD da Varése Sarabande oferece os habituais escassos trinta minutos de duração, mas nesse caso, não sentimos falta de mais música.

CDs COMENTADOS