DREAMER
Música composta e regida por John Debney


Selo: Sony Classical
Catálogo: 97742
Ano: 2005
Faixas:

1. Theme From Dreamer
2. The Stand Off-1st Ride
3. First Race 
4. Ben Asks Pop For Help 
5. Sonador In Harness 
6. Popsicles
7. Manny's Story
8. Testing Sonador's Leg 
9. 2nd Ride-Thunderpants 
10. Runaway Horse 
11. Exercising Sonador 
12. The Noble King
13. New Owner Montage 
14. Training Montage
15. Smart And Beautiful 
16. Sonador Chosen
17. Cale Won't Sell Sonador 
18. Leaving Sadir's
19. She's Ready To Run 
20. She Want's To Run 
21. Last Race 
22. End Credit Medley 
23. Dreamer (Film Mix) - Bethany Dillon
24. Main Title (Film Version) 
25. Dreamer (Hidden Track)

Duração: 64:23
Cotação:

Comentário de
J
orge Saldanha

 

A Sonhadora (Dreamer: Inspired by a True Story), filme estrelado pela atriz-mirim em ascensão Dakota Fanning e pelo veterano Kurt Russell, é a história de um treinador e sua filha, que tratam de um cavalo machucado (Soñador) a fim de fazê-lo competir na Breeder's Cup. O compositor original deste drama familiar da  Disney era o polonês Jan A. P Kaczmarek, mas infelizmente ele foi despedido antes de concluir as gravações da trilha sonora. Para o seu lugar foi escolhido John Debney, um dos compositores do cinema mais ocupados atualmente. Após anos trabalhando em projetos fracassados e comédias, Debney foi contratado para o controvertido (e muito bem sucedido) The Passion of The Christ, e como dizem, o resto é história.

Somente em 2005 Debney compôs trilhas originais para oito filmes, incluindo The Adventures of Sharkboy and Lavagirl in 3-D, Sin City, The Pacifier, Zathura, e Chicken Little. Sendo igualmente um ótimo orquestrador, compositor e regente, para este filme ele construiu um score altamente melódico, pleno de um evocativo senso americano. Contudo, fica aparente que no processo ele foi, até certo ponto, uma vítima da "Síndrome Temp Track". Especificando, Debney foi influenciado por trilhas extraídas de outros filmes, colocadas na montagem inicial como score temporário. Assim, em sua música podemos ouvir sutis referências a trabalhos de James Newton Howard (Man on the Moon), Randy Newman (Seabiscuit), James Horner (Legends of The Fall) e Thomas Newman (The Horse Whisperer).

Por esta razão a partitura resultante perde alguma originalidade, mas ao mesmo tempo é extremamente funcional e altamente apreciável. O score baseia-se num inspirado tema central, que é tão importante neste trabalho como os solos de violino do virtuoso Joshua Bell. Sobre o violinista, Debney diz: "Joshua é um artista excelência sem paralelo. Ele simplesmente me deslumbrou tocando tanto as mais delicadas como as mais desafiadoras passagens, com completo controle e elegância". Realmente, a interpretação de Bell é um dos pontos altos do álbum.

O CD da Sony Classical inclui mais de uma hora do score de Debney, que às vezes assume um perfil mais intimista, como em "Manny's Store", "The Noble King", "Cale Won't Sell Soñador", "Ben Asks Pop for Help" ou "Smart and Beautiful" (com uma versão do tema principal em piano por Michael Lang, outro solista em destaque), às vezes com uma completa e empolgante interpretação sinfônica, como em "First Race", "Runaway Horse", "Training Montage" e "Last Race". Esta última acompanha o clímax do filme, e pode ser considerada, sem sombra de dúvida, como o ponto alto da partitura. Encerrando o disco, temos a "canção obrigatória", "Dreamer (Film Mix)" interpretada por Bethany Dillon, a gravação original utilizada no filme do "Main Title" e uma faixa não creditada (um remix de "Dreamer", na versão de Dillon).

Apesar de suas comprovadas qualidades, Dreamer poderá soar como uma trilha original que já ouvimos antes. Mesmo assim, a falta de originalidade não pode nos fazer esquecer da verdadeira função da música de cinema: ajudar, enriquecer as imagens. E se, ao mesmo tempo, ela agrada o ouvinte através de momentos realmente emocionantes, melhor ainda. A música de Debney satisfaz em ambos os níveis, embutida num score profissional e de alta qualidade - uma marca registrada deste veterano mas relativamente jovem compositor californiano (ele completa 50 anos em 2006). Certamente Debney ainda tem pela frente uma longa e promissora carreira no cinema.

CDs COMENTADOS