ENTER THE MATRIX (game Score
Música composta e regida por Erik Lundborg

Selo:
Warner
Catálogo: Promo

Ano: 2003
Faixas: 25

Duração: 46:46

Cotação:


Comentário de
J
orge Saldanha

 

O que até há pouco era visto como uma "diversão para crianças" atrai cada vez mais os adultos, graças ao requinte da produção dos novos videogames - que se estende inclusive à parte musical. O mercado de músicas para games  segue em franco crescimento, e hoje é comum neles ouvirmos grandes trilhas orquestrais originais. Temos dois exemplos recentes disso: Medal of Honor: Rising Sun, com música de Christopher Lennertz, e Enter the Matrix,  que inclui composições originais de Erik Lundborg. Este último é o primeiro videogame da franquia dos irmãos Wachowski, e nele Lundborg incorporou às suas próprias composições o tema e os enérgicos acordes de metais criados por Don Davis para os filmes da série Matrix. Lundborg foi a escolha lógica para a tarefa, uma vez que também arranjou e orquestrou os scores de Davis para os nove curtas de animação que integram o DVD Animatrix, e as duas seqüências cinematográficas Matrix: Reloaded e Matrix: Revolutions.

Além deste trabalhos no universo da saga, Lundborg também arranjou e orquestrou para Don Davis filmes como Behind Enemy Lines, House on Haunted Hill e AntiTrust. Como compositor,  Lundborg atuou em vários filmes, entre eles Return to Sender, Analog Roam e The Sun and SerpentEnter the Matrix contém alguma música techno e trechos da partitura original de Reloaded, mas são as composições de Lundborg que prevalecem. Já que a música para o jogo teria de manter a assinatura e o estilo musical da série, não foi fácil para Lundborg escrever algo realmente pessoal. Mas ele conseguiu, e se você gosta dos scores dos filmes, então provavelmente também irá gostar da música orquestral de Enter the Matrix.
Erik Lundborg explica a diferença entre compor a partitura de um videogame e a de um filme: "A música de um jogo é criada para realçar e sustentar a ação, enquanto a música de cinema contém uma gama mais variada de experiências emocionais". Sob este ponto de vista, Erik Lundborg enfrentou a tarefa arriscada de criar um tipo de música único para o videogame, e ao mesmo tempo permanecer fiel à música de Matrix.

Deste modo ele compôs 130 minutos, de música, dos quais mais de 46 minutos foram incluídos neste CD promocional. Fiel ao seu próprio conceito de game music,  Lundborg selecionou uma interessante coleção de faixas do que eu chamo "música genérica por situação", onde as composições individuais foram classificadas sob os títulos  "Action/Fighting", "Suspense", "Impending Danger", "Asian Wind" e "Cineractives" (estas, ouvidas nas seqüências cinemáticas integradas ao jogo, uma atração a mais para os fãs de Matrix). Toda a música contida neste CD foi muito bem interpretada pela Seattle Symphony, regida por Lundborg. Eu sinceramente acho que esta trilha sonora merece um lançamento regular. Caso isso não ocorra será uma pena, porque Erik Lundborg fez um bom trabalho que merece reconhecimento mais amplo - não apenas entre os jogadores do game.

CDs COMENTADOS