GOLDFINGER
Música composta e regida por
John Barry

Selo: EMI/Capitol
Catálogo:
80891
Ano: 2003
Faixas:
1. Main Title - Goldfinger
2. Intro Miami
3. Alpine Drive - Auric's Factory
4. Oddjob's Pressing Engagement
5. Bond Back In Action Again
6. Teasing The Korean 
7. Gassing The Gangsters 
8. Goldfinger (Insturmental Version) 
9. Dawn Raid On Fort Knox 
10. The Arrival Of The Bomb And Count Down 
11. The Death Of Goldfinger - End Titles 
12. Golden Girl 
13. Death Of Tilley 
14. The Laser Beam 
15. Pussy Galore's Flying Circus
Duração: 63:
50
Cotação:


Comentário de
Hugo Moya Arancibia

 

Após From Russia with Love (1963), John Barry retornou para compor aquela que provavelmente ainda seja a mais popular e conhecida trilha sonora de James Bond. Goldfinger (1964), quase com certeza, ocupa o primeiro lugar em vários tipos de rankings efetuados para a série Bond: Melhor filme, Melhor trilha sonora, Melhor vilão (Auric Goldfinger), Melhor assassino (Oddjob), Melhor canção, etc. O certo é que a maioria das pessoas reconhecem instantaneamente a melodia de sua canção principal, “Goldfinger”. Composta por John Barry, Leslie Bricusse e Anthony Newley e interpretada por Shirley Bassey, claramente ela é a canção para James Bond mais popular de todos os tempos, quase tão assimilável como o próprio “Tema de James Bond”. Quando alguém escuta o “Tema de James Bond” imediatamente o associa com o agente 007, e o mesmo ocorre quando escutamos a melodia de Goldfinger. Percebi em vários programas de televisão que, quando há uma referência a James Bond, musicalmente se recorre a Goldfinger e não ao “Tema de James Bond” como seria de se esperar. Isto explica a transcendência que este tema recebeu ao longo do tempo. O curioso é que a canção jamais se refere a Bond, mas ao contrário, trata-se de uma alegoria ao vilão Auric Goldfinger.

Em Goldfinger definitivamente estréia o "Som de James Bond". A trilha sonora está fortemente baseada na canção principal, já que esta impõe um tipo de som característico que seria o padrão de todas as trilhas sonoras compostas por Barry para as películas de Bond dos anos sessenta. O estilo desta música é um tanto agressivo, porém muito melódico, tão eficaz para algumas cenas que, prescindindo do “Tema de James Bond”, pode ser facilmente reconhecida como uma trilha sonora de Bond. De qualquer forma, John Barry igualmente intercala seqüências mais melódicas que matizam o estilo Bond, que às vezes pode ser um pouco repetitivo, particularmente neste score. Curiosamente o disco original era um dos de menor duração e de pior qualidade de áudio, e mesmo assim se impôs como um dos preferidos dos colecionadores. Pessoalmente não é minha trilha favorita, apesar de reconhecer a importância e transcendência que tem para o mundo de James Bond. No mês de fevereiro de 2003 a EMI relançou 15 das trilhas sonoras da série, todas com som remasterizado, o que garante a todas maior fidelidade e qualidade de áudio. Alguns deste novos CDs apresentam material original adicional que nunca havia sido lançado anteriormente, e a maior novidade deste nova edição de Goldfinger, além do áudio superior, é a inclusão de 4 quatro novas faixas. Estas composições foram lançadas somente no LP original inglês, mas em relançamentos posteriores elas foram eliminadas. Outra novidade foi a separação ou reordenamento de alguns temas, em relação à sua versão original:
 
Versão Original Nova Versão
- “Alpine Drive – Auric’s Factory” - “Into Miami “
- “Alpine Drive – Auric’s Factory”
- “Oddjob’s Pressing Engagement”

 

- Incorporado a “Alpine Drive – Auric’s Factory”
- “Bond Back In Action Again”
 
- “Oddjob’s Pressing Engagement”
- “Bond Back In Action Again”

É necessário referir que o tema “Oddjob’s Pressing Engagement” é completamente diferente na nova versão. Corresponde à primeira parte da versão original do tema “Bond Back In Action Again”. Dos 4 temas adicionais chama a atenção que dois deles correspondam a seqüências-chave do filme. Estas são a da garota completamente pintada com tinta dourada (“The Golden Girl”) e aquela onde Goldfinger tenta matar Bond com o raio laser (“The Laser Beam”). As outras duas faixas são “Death Of Tilley” e “Pussy Galore's Flying Circus”. Apesar de os 2 primeiros temas serem ouvidos em seqüências clássicas da série, sua música não corresponde a melodias que produzam uma sensação especial, já que de fato são 2 temas bastante apagados e monótonos. A mesma sorte tem “Death Of Tilley”. Em nenhum caso estas faixas se incluem entre as melhores da trilha sonora, porém sua inclusão é valiosa no sentido de possuirmos, agora, uma trilha sonora mais completa. Distinto é o caso de “Pussy Galore's Flying Circus”, que é uma composição mais atraente e agradável de se escutar, além de tratar-se de uma faixa complementar de “Dawn Raid On Fort Knox”. Em resumo, as 4 faixas adicionais são um acréscimo interessante, ainda que sua qualidade não seja visivelmente superior à das composições lançadas originalmente.

CDs COMENTADOS