The Hollywood Sound
Grover Washington Jr, alto sax/London Symphony Orchestra/John Williams

Selo:
Sony Classical
Catálogo:
SK62788
16 F
aixas
Duração: 68:59
Cotação:


Comentário de
Miguel Andrade

 

Em 1996, John Williams deslocou-se até Londres para gravar dois álbuns para a Sony Classical. O primeiro, "The Five Sacred Trees", incluía o seu "Concerto para Fagote e Orquestra", enquanto que o segundo seguia a trilha mais comercial das compilações de temas de filmes. "The Hollywood Sound" pretendia, como o seu sub-título sugere, apresentar excertos das melhores partituras vencedoras do cobiçado prêmio da Academia de Hollywood, mas como qualquer coleção deste gênero, as escolhas serão sempre discutíveis. Mas em abono de Williams, devo dizer que poderia ser muito pior. Claro que faltam algumas coisas, é incompreensível não encontrar aqui um excerto de The Omen, o único trabalho premiado de Jerry Goldsmith, ou música de Max Steiner, vencedor de 3 Oscares, ou então de Alfred Newman, o artista mais vezes nomeado e galardoado pela academia. É mais estranho ainda, sabendo-se que Williams era amigo pessoal de muitos destes artistas. Mas provavelmente teve-se de encontrar um balanço entre os temas mais recentes e mais frescos na cabeça dos fãs, com outros que por vezes parecem ter sido esquecidos por muitos dos aficionados de música para cinema mais jovens.

Assim encontramos temas de dois dos filmes animados da Disney Beauty and the Beast e Pocahontas, ambos de Alan Menken, Out of Africa e Dances With Wolves de John Barry, o tema de The Last Emperor de Ryuchi Sakamoto, com uma cadência mais pop, e do próprio Williams Star Wars, Jaws e E.T. Neste último seria totalmente dispensável mais esta interpretação do "Flying Theme", gravado pela mesma editora um ano antes em Boston; teria sido mais interessante ouvir música de Schindler's List. Mas as interpretações são sempre excepcionais, em particular o ameaçador tema de Jaws, da qual fica aqui aquela que penso ser a melhor interpretação em disco. O mais interessante do CD está na parte restante do programa. De particular interesse um curto excerto de The Best Years of our Lives do muito esquecido Hugo Friedhofer. Williams também recupera excertos do inesquecível Spellbound (Miklós Rózsa), reconstruído por Patrick Russ e de The Devil and Daniel Webster, a única partitura que deu o prêmio ao lendário Bernard Herrmann.

Uma interpretação muito fiel à leitura do próprio compositor é deixada no excerto de The Adventures of Robin Hood de Erich Wolfgang Korngold, e a orquestra responde com a adequada entoação latina no tema extraído de The Godfather II (Nino Rota). A pérola da coleção é a suíte que Franz Waxman preparou para saxofone e orquestra da sua música para A Place in the Sun. Com uma fantástica interpretação do agora falecido Grover Washington Jr., convém o tom sensual que o compositor imaginou para acompanhar as imagens. Embora muito mais conhecido, a Fantasia para Orquestra sobre temas de Wizard of Oz (Harlen) , preparada por Angela Morley, é também digna de referência. Provavelmente esta foi a melhor compilação possível, tendo em conta as limitações impostas a este tipo de produto, inevitavelmente orientado mais para as intenções comerciais que artísticas. Fica o já habitual brilhantismo da London Symphony Orchestra, o Rolls Royce das orquestras, sob a direção de um homem, que melhor que ninguém, sabe como reger esta música.

CDs COMENTADOS