THE JANE AUSTEN BOOK CLUB
Música composta por Aaron Zigman

Selo: Varèse Sarabande
Catálogo: 302 066 856 2
Lançamento: 2007
Faixas

1. Prudie sees Trey
2. The Buffy Conference
3. The Airport
4. Trey Comes on to Prudie
5. Jocelyn and Greg
6. February Reading
7. Daniel Breaks Up
8. March Book Club
9. Changing Clothes
10. Jocelyn gets vulnerable
11. Ten Days with Mother
12. Bernadette and Prudie
13. June Book Club
14. Sylvia and Jocelyn
15. A Little Romance
16. At the Bar
17. Porch Intrique
18. Grigg Emails
19. Sky has to Leave
20. Daniel Crossing
21. The Traffic Light
22. April Book Club
23. The Funeral
24. May Book Club
25. The Jane Austen Book Club Ending
26. Allegra Ticked Off
27. Trash in Car
28. Head on Daniel
29. Excuse Us

Duração: 33:08
Cotação:


Comentário de
Viviana Ferreira

 

O adorável filme dirigido pela roteirista Robin Swicord, Clube de Leitura de Jane Austen, necessitava de uma trilha dinâmica, divertida, e continuada, já que a história baseia-se na vida de seis personagens, que vão se transformando através das leituras mensais dos livros de Jane Austen no clube de leitura "Sempre Austen o Tempo Todo”, para curar todos os males do mundo. Então Aaron Zigman, o atual rei das trilhas versáteis, teve de cumprir esta tarefa e, logicamente, mais uma vez ele conseguiu.

A trilha por si só é muito bem formulada, moldando cada instrumental de acordo com os dramas de cada personagem. Vejamos a faixa 4, “Trey Comes on to Prudie” mostra angústia e medo que a personagem tem perante este desejo reprimido por Trey, seu aluno. A faixa seguinte “Jocelyn and Grigg” é perfeita, por existir este relacionamento de dualidade entre os dois personagens. A faixa em homenagem à fantástica personagem de Kathy Baker, “Bernadette”, resume sua personalidade no momento, e sua sabedoria magnificamente engraçada. Assim como as faixas “April Book Club” e “May Book Club”, que têm duração de poucos segundos mas que demonstram o ritmo e a aura de espírito vividos pelos personagens naqueles meses. Enfim, as pequenas peças de Aaron são mini-transformações, que tanto alteram a vida destes seis personagens em suas jornadas pessoais. 

Assim como os personagens de Jane Austen, as composições de Zigman complementam–se, formando um livro de novas melodias, moldadas às peças fabulosas existentes nesse inteligentíssimo filme. Ótimo papel para um compositor que se transforma a cada novo papel, assim como Jane Austen transformava-se sem seus livros.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CDs COMENTADOS