OCTOPUSSY
Música composta por John Barry


Selo:
EMI / Capitol
Catálogo:
72435-41450-2-5
Ano: 2003

Faixas:
1. All Time High 
2. Bond Look Alike 
3. 009 Gets The Knife And Gorbinda Attacks 
4. That's My Little Octopussy 
5. Arrival At The Island Of Octopussy
6. Bond At The Monsoon Palace 
7. Bond Meets Octopussy 
8. Yo Yo Fight And Death Of Vijay 
9. The Chase Bond Theme 
10. The Palace Fight 
11. All Time High 
Duração: 34:42
Cotação:


Comentário de
Hugo Moya Arancibia

 

Em 1983, James Bond teve um inesperado competidor: ele mesmo. Este fato ocorreu porque naquele ano estreou o filme não oficial de James Bond Nunca Mais Outra Vez, cuja principal atração era seu protagonista principal Sean Connery, situação que gerou uma grande expectativa. A produtora oficial da série 007, EON Productions, tentou de todos os modos evitar o lançamento do filme, mas diante do fracasso de seus esforços, inclusive judiciais, não lhe restou outra alternativa a não ser preparar-se da melhor maneira possível para competir e ganhar. Foi neste cenário de forte pressão que ocorreram as filmagens de 007 contra Octopussy, com Roger Moore, película que tratou de resgatar os melhores e mais destacados componentes da série. Um destes componentes era claramente a música e seu compositor. John Barry regressou, em princípio, pela última vez à série, mas ao final acabou compondo a música para este e os dois filmes seguintes. Uma das principais limitações que teve Nunca Mais Outra Vez foi a impossibilidade de usar o “Tema de James Bond”, já que este era propriedade da EON Productions. Em contraste e como forma de marcar a diferença, Octopussy o utilizou em abundância, talvez de modo inédito. Não me lembro de outra trilha sonora de Bond composta por Barry que empregue tanto o “Tema de James Bond”, e ainda por cima que ele esteja tão presente no disco. O concreto é que o disco possui onze faixas, e três delas contém o referido tema:

1. "Bond Look Alike", que corresponde à seqüência de pré-títulos e cujo arranjo constitui uma inovação, já que nunca fora utilizado e cuja principal característica é ser uma versão bem lenta e misteriosa do tema;

2. "009 Gets The Knife and Gorbinda Attacks";

3. "The Palace Fight".

Nestas duas últimas faixas, Barry usa a modalidade de inserir sua versão sinfônica do tema na composição original. Ambas  são bastante similares, já que acompanham cenas de lutas e perseguições de ação abundante. Além do mais, durante o filme segmentos destes temas são repetidos em seqüências de conteúdo similar. Na ocasião, John Barry associou-se a Tim Rice para compor a canção principal do filme. E, pela segunda vez na história da série, o título da canção não coincidiu com o do filme: ela chamou-se “All Time High” e foi interpretada por Rita Coolidge. Duas observações sobre esta canção antes de prosseguirmos:

-
A canção, aparentemente, é uma espécie de agradecimento que uma mulher faz a James Bond, portanto novamente poderíamos estar frente a uma alegoria do personagem, situação absolutamente compreensível se recordamos as pressões sob as quais o filme foi produzido;
-
Como poucas vezes na série, a canção principal de Bond foi entregue a um(a) intérprete pouco conhecido(a). Dizem que a escolha de Rita Coolidge foi influenciada pela filha de Albert R. Broccoli, Barbara.

A canção apresenta uma letra com certa tendência romântico-erótica, combinada com uma bela melodia e que foi interpretada satisfatoriamente por Rita Coolidge. Esta canção também transcendeu ao tempo, já que ainda hoje a escutamos em algumas rádios de música suave. John Barry utilizou instrumentalmente a canção para as seqüências românticas do filme, tal como era sua tradição. E não há muito mais o que dizer desta trilha sonora, já que fora o assinalado anteriormente pouco há a destacar, basicamente porque não existe muito mais música. Em resumo, esta trilha somente será recordada pela grande utilização feita do  “Tema de James Bond”. O resto não apresenta muita criatividade, característica que podemos demonstrar ao fazer a seguinte análise das faixas do álbum (que possui o mesmo conteúdo da edição lançada alguns anos antes pela Rykodisc):

- Faixas 1 e 13 são a mesma canção, utilizada nos créditos iniciais e finais;
- Faixas 2, 3 e 10 correspondem a composições onde se inclui o “Tema de James Bond”. Na faixa 2, com um arranjo novo, e nas demais em sua versão sinfônica;
- Faixas 4 e 7 correspondem à versão instrumental da canção principal, sendo quase idênticas salvo a pequena introdução presente na faixa 7;

- As faixas 5, 6 e 9 poderiam ser consideradas como absolutamente originais, já que não se inspiram nos temas destacados no resumo anterior;
- A faixa 8 é quase igual às 3 e 10, porém sem a inclusão do “Tema de James Bond”.

Apesar da reduzida quantidade de música presente no disco, quase não há omissões em relação à música utilizada no filme, salvo alguns pequenos trechos que, ainda que atraentes, não tiveram maior relevância.

CDs COMENTADOS