THE PATRIOT
Música Composta e Conduzida por John Williams - Solista: Violino – Mark O’Connor

Selo:
Centropolis / Hollywood Records
Catálogo:
HR-62258-2
Ano: 2000

17 Faixas

Duração: 57:34
Cotação:


Comentário de
Marcos Queiroz

 

Esta trilha sonora é uma segunda tentativa do diretor Roland Emmerich, após ter rejeitado as primeiras músicas de David Arnold para o filme. O CD se inicia com o tema principal, apresentado em violão e solo de violino diferente (modulando muitas notas estreitamente unidas em uma melodiosa e familiar espécie de hino), depois este tema cresce com a orquestra, até surgir uma percussão ao estilo O Resgate do Soldado Ryan e JFK. Nasce, então, o segundo tema, que através da batida dos Tambores de Corda, representa os British Readcoats (Soldados Ingleses). Há um belíssimo passeio com as madeiras, que mais parecem pássaros a suavizarem o peso marcial "Williamniano", que representa a luta de Benjamim Martin (Mel Gibson) pela paz e pela liberdade.  As madeiras celebram a busca da harmonia familiar, enquanto a marcha britânica – a marcha de “The Patriot” –  é o tema patriótico principal expresso num segmento de baixas cordas, cornes, metais altos e tímpanos, que são o símbolo do patriotismo de todos nós (na versão musical de John Williams), até concluir com uma combinação genial e amorosa entre flauta, harpa e violino.

As demais faixas enriquecem ou retomam o tema em outros instrumentos (como flauta, harpa e até mesmo um belíssimo cravo) ao estilo, ainda, de O Resgate do Soldado Ryan e um pouco de Nascido a 4 de Julho, Nixon e mesmo, bem de longe, Um Sonho Distante. É bem fácil entender estas referências, pois o filme tem um caráter tão patriótico quanto estes outros de Williams, que tem uma trilha levemente semelhante à de The Patriot. Mas, apesar destas semelhanças, neste trabalho Williams não fez o que costuma fazer para filmes patrióticos: solos de trompetes do trompetista da Boston Sinfony Orchestra – Tim Morrinson – que dialogam com toda a orquestra: preferiu um dueto magnífico entre violino e violão, dando mais ênfase à solidez do amor familiar, suavizando o bélico e marcial produto musical de quase todos os filmes de guerra. Não deixa, contudo, de incluir, vez por outra, sua marca registrada para filmes deste gênero: seu costumeiro toque fanfárrico de trompetes, como nas faixas “The Colonial Cause”, “Preparing for Battle” e “Martin vs. Tavington” (onde se ouve, também, um eco de trompete ao longe como um chamamento heróico através de um dos temas que já havia aparecido na faixa “Ann Recruits the Parishoners”, lembrando o que Williams fez para Nascido a 4 de Julho).

Ouvindo-se todas as faixas de O Patriota como uma suíte sinfônica, perceberemos a unidade e a magnitude desta obra musical, confirmando, mais uma vez, a genialidade de Williams, o único dos grandes compositores do cinema que não teve uma de suas partituras rejeitadas.

CDs COMENTADOS