PUBLIC ENEMIES
Música composta por Elliot Goldenthal

Selo: Decca
Catálogo: B001307202
Lançamento: 2009
Faixas

1. Ten Million Slaves (Otis Taylor)
2. Chicago Shake (The Bruce Fowler Big Band)
3. Drive to Bohemia
4. Love Me or Leave Me (Billie Holiday ft. Teddy Wilson & His Orchestra)
5. Billie's Arrest
6. Am I Blue? (Billie Holiday & Her Orchestra)
7. Love in the Dunes
8. Bye Bye Blackbird (Diana Krall)
9. Phone Call to Billie
10. Nasty Letter (Otis Taylor)
11. Plane to Chicago
12. O Guide Me Thou Great Jehova (Indian Bottom Association, Old Regular Baptists & Elliot Goldenthal)
13. Gold Coast Restaurant
14. The Man I Love (Billie Holiday & Her Orchestra)
15. JD Dies
16. Dark Was the Night, Cold Was the Ground (Blind Willie Johnson)


Duração: 46:31
Cotação:


Comentário de
Viviana Ferreira

 
Elliot Goldenthal é um compositor a todo movimento, sempre mostrando qualidade em todas as suas trilhas. Seja adaptando musicas dos Beatles em Across the Universe ou entrando no mundo das artes em Frida, Goldenthal é sinônimo de qualidade e alto nível, e em Inimigos Públicos não é diferente. Em um filme que tem uma produção magnífica e vem em alto estilo, a historia de John Dillinger é contada sob o foco da trilha dentro do âmbito do poder, em um score magnífico e bem acabado.

Como a trilha é feita de compilação de musicas da época alternadas das faixas instrumentais, irei me ater às instrumentais. “Drive to Bohemia” tem poder em sua melodia, conduzindo o tema do filme, grandioso, com cordas que se destacam em meio a um clima sombrio que envolve o personagem principal. Grande tema! “Billie's Arrest” é uma melodia que começa com um pianinho e explode para uma orquestra, com a mesma melodia em clima de drama de quem está “narrando” uma estupenda história. “Love in the Dunes” é melódica, e consegue um ar de perfeição em sua aura angelical.

Outra faixa que merece destaque é “Phone Call to Billie”, onde sempre a orquestra reina, em um tom aveludado de fuga. Já “Plane to Chicago” traz novamente o tema de “Billie's Arrest”, de um drama que se desenrola com um estilo e alto nível que só os grandes compositores alcançam. “Gold Coast Restaurant” volta com o tema do filme, ligado à um ar “de gângsteres” com uma faixa monstruosamente bem arquitetada.

Mas a faixa que mais se destaca é com certeza “JD Dies”, que envolve o ápice do filme onde temos força, medo, intriga, saudosismo e inteligência, marcando Inimigos Públicos como uma trilha acima da média, conseguindo já ser o destaque do ano (ao lado de The Stoning of Soraya M. de John Debney, humana ao extremo) e tendo uma faixa incrível e muito, mas muito bem produzida.

Esta é a trilha sonora de um grande filme, com um grande compositor, que no ápice de sua carreira nos dá de presente grandes composições. Obra monumental.

 

 

 

CDs COMENTADOS