RAMBO: FIRST BLOOD PART II (EXPANDED)
Música composta por Jerry Goldsmith

Selo: Silva Screen
Catálogo:
FILMCD 307
Ano: 1999

Faixas:

1. Main Title
2. The Map*
3. Preparations
4. The Jump
5. The Snake
6. The Pirates*
7. Stories
8. The Camp* / Forced Entry*
9. The Cage
10. River Crash* / The Gunboat*
11. Betrayed
12. Bring Him Up* / The Eyes*
13. Escape From Torture
14. Ambush
15. Revenge
16. Bowed Down
17. Pilot Over
18. Village Raid* / Helicopter Flight*
19. Home Flight
20. Day By Day
21. Peace In Our Life (Frank Stallone)
* Previamente inéditas

Duração: 59:46
Cotação:


Comentário de
José-Vidal Rodriguez

 

Diferentemente da primeira trilha sonora da saga estrelada por Silvester Stallone, Rambo: First Blood Part II é a entrega total de Jerry Goldsmith ao frenesi e à ação sem restrições. O resultado é uma das partituras mais trepidantes e complexas de Goldsmith nos anos 1980, período no qual o compositor passava por uma fase particularmente criativa. Como não poderia deixar de acontecer, o trabalho agradou tanto ao diretor George P. Cosmatos que ele posteriormente chamou Jerry para novas colaborações. O score de Rambo é um desses raros exemplos de como um compositor, ao reciclar material escrito para um filme anterior, logra produzir uma obra ainda mais atraente em seu conjunto – e sem surpresa, para boa parte dos aficionados esta é a melhor partitura da trilogia. Evidentemente, neste caso, a originalidade cede diante da efetividade, e ainda que reconhecendo as qualidades de First Blood e mesmo do posterior Rambo III, não podemos deixar de concluir que foi nesta obra que Mr. Goldsmith se mostrou mais inspirado.

Lançado originalmente pelo selo Varèse Sarabande (e sua filial alemã, Colosseum), a inglesa Silva Screen editou em 1999 a presente edição expandida, aparentemente extraindo a música de masters diferentes das que foram usadas pela companhia americana. Isso explicaria a perda de fidelidade notada em grande parte das faixas, defeito compensado pela inclusão de seis temas previamente inéditos, alguns dos quais, dada sua indiscutível qualidade, foram incompreensivelmente excluídos da edição original. O álbum abre com a sinuosa melodia do “Main Title”, onde apreciamos o afã de Goldsmith em recorrer aos sintetizadores como recurso para emular sonoridades orientais. Este arranque mais calmo é o prelúdio da torrente frenética que nos reserva o score, tão logo o personagem de Stallone começa sua aventura na selva. Desta forma, a eficientíssima violência musical se vislumbra já em seqüências como os preparativos de Rambo para a missão (“Preparations”), seu acidentado salto de pára-quedas (“The Jump”) ou as primeiras incursões bélicas em terras vietnamitas (“The Snake”).

Logo no início de “Bring Him Up / The Eyes” soam pela primeira vez os oito acordes associados ao Coronel russo Podovsky, o outro leitmotiv chave, ao lado do recorrente tema central. Sua translação musical vem numa contundente fanfarra de trompas interpretada em registro grave, recurso que a faz ganhar o poderio sonoro pretendido por Jerry. Adicionalmente, o exército vietnamita terá também seu motivo musical, mediante um bloco de percussão oriental eletrônica incluído em vários temas, mas integralmente apresentado na faixa “River Crash / The Gunboat” associado ao seu primeiro confronto com Rambo (que, diga-se de passagem, não seria usado no filme, substituído por vários fragmentos do “Main Title”). Os únicos instantes sossegados da partitura são encontrados em “Stories” e “Day by Day”, este último o epílogo do filme e que introduz um novo motivo melódico executado pelos trompetes. Uma peça magnífica para a ridícula cena do diálogo final entre Rambo e o coronel Trautman, desde então tantas vezes satirizada.

Mas se falarmos de uma peça que por si só justifica a aquisição do álbum, esta sem dúvida é “Escape from Torture”, um dos fragmentos “de perseguição” mais contundentes que se poderá ouvir. Sobre a base do leitmotiv do herói e com referências ao tema do Coronel russo, Goldsmith compõe três minutos de autêntica brutalidade sonora, com transições rítmicas sensacionais e de tal dificuldade que somente poderiam ser reproduzidas por uma orquestra do calibre da National Philharmonic. O melhor de tudo é comprovar sua fabulosa sincronia com as imagens, servindo de exemplar acompanhamento à famosa fuga de Stallone do campo de prisioneiros onde estava sendo torturado.

A última parte do CD reserva os instantes mais ferozes tanto do filme como de todo o score, uma sucessão de temas vigorosos que deixarão o ouvinte sem fôlego. Começando com a tensão transbordante de “Revenge” - clara variação de “Mountain Hunt”, de First Blood -, seguindo com as agressivas “Bowed Down” e “Pilot Over”, esta última outro exemplo claro da invejável habilidade rítmica do californiano, e culminando com “Village Raid / Helicopter Flight”, a faixa inédita mais interessante desta edição expandida. Nela, Goldsmith recorre a violentos golpes de percussão na cena do bombardeio ao povoado vietnamita, para logo desembocar em uma esplêndida rendição de “Escape from Torture”, ouvida durante a vibrante perseguição final com o helicóptero russo.

Nem vale a pena perder tempo falando da horrenda canção “Peace in Our Life” interpretada por Frank Stallone, maninho de Sly. Principalmente porque o score instrumental do mestre Goldsmith é demasiadamente brilhante para ser prejudicado por esta insossa maneira de musicar os títulos de crédito finais.

CDs COMENTADOS