SLUMDOG MILLIONAIRE
Música composta por A.R. Rahman

Selo: Interscope Records
Catálogo: 1250202
Lançamento: 2008
Faixas

1. O… Saya (A R Rahman & M.I.A.)
2. Riots
3. Mausam & Escape
4. Paper Planes (M.I.A.)
5. Paper Planes DFA REMIX (M.I.A.)
6. Ringa Ringa (Alka Yagnik & Ila Arun)
7. Liquid Dance (Palakkad Sriram & Madhumitha)
8. Latika’s Theme (Suzanne)
9. Aaj Ki Raat (Sonu Nigam, Mahalaxmi Lyer & Alisha Chinoi)
10. Millionaire (Madhumitha)
11. Gangsta Blues (BlaaZe & Tanvi Shah)
12. Dreams on Fire (Suzzanne)
13. Jai Ho (Sukhvinder Singh, Tanvi Shah & Mahalaxmi Iyer)

Duração: 51:21
Cotação:


Comentário de
Viviana Ferreira

 

A.R. Rahman é o John Williams de "Bollywood". Nada mais justo então, que em um filme sobre o povo indiano, Quem Quer ser um Milionário? (Slumdog Millionaire, 2008) de Danny Boyle, o maior vencedor de prêmios da temporada, Rahman, fosse o responsável pela trilha. E que trilha! De tirar o fôlego, Slumdog Millionaire não é a trilha mais bela do ano, mas com certeza é a mais original de 2008.

O filme conta a história de Jamal, um jovem indiano que participa de uma espécie de “Show do Milhão” a fim de conseguir ficar com sua amada. A trilha, então, é marcada pela versatilidade existente em suas canções (sim, a maioria da trilha é composta de canções, e não de instrumentais), partindo de uma corrida contra o destino em “O... Saya”, onde o atual se mistura com o tradicional, passando pela força inevitável de “Ringa Ringa”, até chegar à beleza suprema de “Latika's Theme”.

Mas são as canções “Jaiho” e “Dreams on fire” que chamam realmente a atenção. “Jai Ho” é a principal canção da trilha, uma mistura de instrumental com canção, onde todos os elementos centrais de Slumdog Millionaire se misturam, chegando a um ponto onde o compositor mostra a que veio, e, cantando esta canção, sua voz ecoa a todos os pulmões “Jaiho” com uma dignidade verdadeira e sagaz.

Mas é em “Dreams on Fire” que Rahman merece palmas. A canção, belíssima e suave, é sublime, melancólica, amada, amante. É o amor que guia e se deixa guiar, fabuloso e único, sendo uma das canções mais doces já feitas para o cinema- sua humildade é um trunfo

De qualquer modo, Danny Boyle acertou em cheio na escolha de Rahman, que trouxe uma mistura de emoções proporcionadas por uma trilha fantástica. E Hollywood se rendeu ao gênio das trilhas de "Bollywood", dando a Rahman um dos oito Oscars que o filme conquistou.

 

 

 

CDs COMENTADOS