TOMB RAIDER (SCORE)
Música composta por Graeme Revell, regida por Richard Wentworth

Selo:
Electra
Catálogo:
62681-2
Ano: 2001

15 Faixas

Duração:
48:57
Cotação:


Comentário de
J
orge Luiz Viera

 

Para este filme, o realizador Simon West contou com uma partitura composta por Graeme Revell, que assumiu o encargo depois que um score de Michael Kamen, tido como inadequado, foi descartado. Contra o relógio, o compositor elaborou uma partitura fundamentada em duas bases que aparentemente se opõem: a música ambiental, na qual vem trabalhando e experimentando há alguns anos, e o techno-pop da moda. Como se combinam estas linhas de trabalho? Simples: a ambiental é utilizada para descrever as paisagens exóticas em que se passa a história, enquanto a música techno acompanha a ação em si, com muitos dos tiques próprios de um estilo dançante que alcança sua máxima expressão quando complementados pela admirável performance física da protagonista.

O que podemos considerar um recurso efetivo, se levarmos em conta que o filme é dirigido basicamente ao público adolescente, que responde a esses códigos sonoros. Vocês se perguntarão... o que mais há além das linhas que já mencionamos? Prevalecem os meios eletrônicos, mas há uma interessante mistura de ritmos, à qual se adiciona um adequado acompanhamento da orquestra regida por Richard Wentworth, com o complemento importante dos corais "Metro Voices" e "The London Oratory School Schola". Também presentes os acordes arábicos que Revell utilizara em outras composições suas para o cinema, como The Saint (Philip Noyce, 1997) ou The Siege (Edward Zwick, 1999).

Considerando estas referências, podemos afirmar que Lara Croft é uma "caçadora de tumbas" bem acompanhada musicalmente e que este é um CD que, mesmo com as ressalvas do próprio compositor (que se mostrou inconformado com a edição), vale a pena possuir.

CDs COMENTADOS