COLEÇÃO JAMES BOND 007
Direção: Vários
Elenco:
Sean Connery, George Lazenby, Roger Moore, Timothy Dalton, Pierce Brosnam
Distribuidora: Fox / MGM
Região: 4
Cotações:
Filmes:
DVDs:

Comentários de
Jorge Saldanha

Quando o escritor inglês Ian Fleming, nos anos 50, começou a escrever os romances de espionagem do agente secreto James Bond 007 (os dois zeros significam que o agente possui permissão para matar),  ele nunca imaginou que seus livros seriam best-sellers que dariam origem à mais longa cinessérie da história, com vinte filmes. Tomando por base os livros de Fleming, os produtores Harry Saltzman e Albert R. Broccolli (ambos já falecidos) estabeleceram uma fórmula que, ainda hoje, parece estar longe de se esgotar. Deste modo, Bond é requintado, violento e sedutor, derrotando vilões megalomaníacos e conquistando belíssimas mulheres, sempre bebendo seu drink preferido - vodca-martíni, batido mas não mexido. Suas aventuras transcorrem em várias locações ao redor do mundo, e em suas missões o agente utiliza as geringonças (gadgets) criadas pelo seu colega Q, que via de regra incluem um carro equipado com acessórios nada convencionais. Cenas eletrizantes de ação e Bond salvando-se da morte certa graças a seus gadgets são marcas registradas da série. Outro elemento marcante é a música: o tema composto por Monty Norman (na forma do célebre arranjo feito por John Barry, autor dos melhores scores destes filmes) é dos mais conhecidos, e as canções ouvidas nos créditos de abertura (um show à parte), via de regra são elegantes e sensuais. Iniciando no auge da Guerra Fria e deixando para trás a queda da União Soviética, as aventuras de 007 já atravessaram quatro décadas, durante as quais os filmes e o próprio personagem foram se adaptando aos novos tempos - sem, no entanto, perderem suas características e charme únicos. Neste período, o espião inglês foi interpretado na série oficial pelos atores Sean Connery, George Lazenby, Roger Moore, Timothy Dalton e Pierce Brosnam, o atual titular do papel. À exceção de Lazenby (1 fime) e Dalton (2 filmes), que interpretaram um Bond menos durão, os demais caíram no agrado do público e protagonizaram várias aventuras. Roger Moore realçava a ironia, a sutileza e o humor do herói, mas sem dúvida foi Connery que estabeleceu o melhor padrão para Bond - sofisticado e conquistador sim, mas também frio e violento. Pierce Brosnam tem agradado porque, além de dar um toque pessoal ao papel, ele conseguiu resgatar o estilo de Bond consagrado por Connery. Comemorando os 40 anos de 007 Contra o Satânico Dr. No (1962), e o lançamento da mais recente aventura de James Bond, 007 Um Novo Dia para Morrer (2002), a Fox está relançando em DVD nove títulos da série. Essencialmente, o que diferencia as novas versões das já lançadas aqui é a presença de extras (legendados) em todos os discos. As masters utilizadas são as mesmas das edições anteriores, que já eram muito boas, com os filmes remasterizados e apresentados no formato widescreen anamórfico. Dois filmes clássicos da série, 007 Contra Goldfinger e 007 Contra A Chantagem Atômica receberam um tratamento especial, com melhores extras e uma nova trilha de áudio Dolby Digital em 5.1 canais. Os discos podem ser adquiridos em um boxset ou separadamente, porém a Fox oferece como bônus, para quem comprar a caixa, nove minipôsteres que reproduzem os cartazes originais dos filmes, como o que vemos abaixo. Confira os detalhes de cada disco:

007 Contra A Chantagem Atômica (Thunderball, Terence Young, 1965)
O Agente 007 (Sean Connery) vai além do dever do ofício - e até as profundezas do oceano - para enfrentar um perigoso líder da organização S.P.E.C.T.R.E., Emilio Largo (Adolfo Celli), que ameaça matar milhões de pessoas através da explosão de bombas nucleares roubadas. Vencedor do Oscar 1966 de Efeitos Visuais. Teve uma refilmagem inferior para a Warner em 1983, também estrelada por Connery, intitulada Nunca Mais Outra Vez.
Extras:
- Comentários em Áudio do Diretor, Elenco e Produção
- Making Of (legendas em português e espanhol)
- Documentário "O Fenômeno Chantagem Atômica" (legendas em português e espanhol)
- Featurette "Por Dentro da Chantagem Atômica" (legendas em português e espanhol)
- 3 trailers
- 5 spots de TV
- Galeria de Fotos (textos em português e espanhol)
 
007 Contra GoldenEye (GoldenEye, Martin Campbell, 1995)
Pierce Brosnan em sua primeira aparição como o agente com permissão para matar. Um poderoso sistema de satélites cai nas mãos de um ex-aliado que agora tornou-se um inimigo (Sean Bean), e apenas 007 pode salvar o mundo desta poderosa arma espacial. Marcou o "renascimento" da série, seis anos depois de Licence to Kill.

Extras
:
- Comentários em Áudio do Diretor e Produtor
- Making Of GoldenEye (legendas em português e espanhol)
- Documentário "O Mundo de 007" (legendas em português e espanhol)
- Clipe Musical de Tina Tuner
- Por Trás das Câmeras (legendas em português e espanhol)
- Trailer Original do Cinema
- 12 spots de TV

007 Contra Goldfinger (Goldfinger, Guy Hamilton, 1964)
O agente especial 007 (Sean Connery) enfrenta um dos mais famosos vilões de todos os tempos, Auric Goldfinger (Gert Froebe). Agora ele tem que ser mais esperto e mais rápido do que este poderoso magnata, para impedi-lo de levar adiante um ardiloso plano para atacar o Fort Knox e destruir a economia mundial. Vencedor do Oscar 1965 de Efeitos Sonoros. Considerado pela crítica o melhor filme de James Bond de todos os tempos.
Extras:
- Comentários em Áudio do Diretor e Equipe de Produção
- Making Of (legendas em português e espanhol)
- Documentário "O Fenômeno Goldfinger" (legendas em português e espanhol)
- Featurette (legendas em português e espanhol)
- Trailer
- 3 spots de TV
- Galeria de Fotos (textos em português e espanhol)
 
007 Contra o Satânico Dr. No (Dr. No, Terence Young, 1962)
No filme que iniciou a saga de James Bond e tornou Sean Connery um astro, o agente 007 tem que enfrentar o misterioso Dr. No (Joseph Wiseman), um cientista chinês determinado a destruir o programa espacial norte-americano. Correndo contra a contagem regressiva para o desastre, Bond precisa viajar para a Jamaica, onde ele encontra a escultural Honey Ryder (Ursula Andress, cuja imagem saindo do mar em um sumário biquíni é um ícone da cultura pop) e confronta o vilão em sua ilha fortaleza. O filme não esconde ser a produção mais barata da série, alguns pontos da trama são hoje simplórios e as cenas de ação são escassas e toscamente dirigidas, mas ainda assim é indispensável para os fãs.
Extras:
- Comentários em Áudio do Diretor, Elenco e Produção
- 2 Documentários (legendas em português e espanhol)
- Featurette (legendas em português e espanhol)
- Comerciais Originais de TV
- Trailer Original do Cinema
- Spots de Rádio
- Galeria de Fotos (Textos em português e espanhol)

007 O Mundo Não é o Bastante (The World is not Enough, Michael Apted, 1999)
Quando o Agente 007 (Pierce Brosnan) recebe a missão de proteger uma bela herdeira de petróleo (Sophie Marceau), ele é lançado em uma aventura carregada de adrenalina, que o coloca frente a frente com um mortal adversário: Renard (Robert Carlyle), um vilão impiedoso cuja insensibilidade à dor o transforma em um inimigo invencível. Dos títulos da coleção, é o único que já apresentava extras (os mesmos) quando do lançamento original.

Extras
:
- Trailer do Cinema
- Comentário do diretor Michael Apted
- Comentário do Elenco
- Making Of do Filme
- Os Segredos de 007
- Opções Alternativas
- Vídeo Clipe do Garbage
 
007 Permissão para Matar(Licence to Kill, John Glen, 1989)
Após um atentado contra seu amigo da CIA Felix Leiter (David Hedison), James Bond (Timothy Dalton) torna-se um renegado e negocia diretamente com um dos mais brutais e poderosos líderes de um cartel internacional de drogas (Robert Davi). À época de seu lançamento, as platéias, que já haviam torcido o nariz para Dalton no filme anterior (The Living Daylights), não gostaram muito de ver James Bond não lutar por seu país ou justiça, mas sim por vingança. O fato é que a aventura seguinte saiu somente seis anos depois, com Pierce Brosnam no lugar de Dalton.
Extras:
- Comentários em Áudio do Diretor e Produtor
- Por Dentro de Permissão para Matar (legendas em português e espanhol)
- Clipes Musicais - Gladys Knight & Patti LaBelle
- Featurettes (legendas em português e espanhol)
- 2 trailers
- Galeria de Fotos (textos em português e espanhol)
 
007 Somente Para Seus Olhos (For Your Eyes Only, John Glen, 1981)
Quando um navio britânico é afundado em águas internacionais, as superpotências mundiais começam uma corrida desesperada para apossar-se de sua carga: um sistema submarino de controle nuclear. E 007 (Roger Moore) deverá recuperar o aparato e devolvê-lo ao governo de Sua Majestade. Muitos consideram este o melhor filme da série estrelado por Moore. Indiscutivelmente, ele é um dos mais sérios e fiéis ao espírito dos livros de Fleming.
Extras:
- Trailer e spot de Rádio
- Comentários em Áudio do Diretor, Produtor e Equipe
- Featurette "Por Dentro de Somente Para Seus Olhos" (legendas em português e espanhol)
- Making Of (legendas em português e espanhol)
- Clipe Musical - Sheena Easton
- Storyboards
- Galeria de Fotos (textos em português e espanhol)
 
007 Viva e Deixe Morrer (Live and Let Die, Guy Hamilton, 1973)
Sucedendo a Sean Connery, Roger Moore estréia como o sofisticado e letal agente 007, em confronto com um chefão do tráfico do Harlem (Yaphet Kotto), que está determinado a eliminar Bond e espalhar imensas quantidades  de droga por todo o mundo. O Bond de Moore surgiu mais "light" e bem-humorado, e o filme apresenta o agente em algumas situações hilárias.
Extras:
- Comentários em Áudio do Diretor e Roteirista
- Documentário "Por Dentro de Viva e Deixe Morrer" (legendas em português e espanhol)
- Galeria de Fotos (legendas em português e espanhol)
- Por Trás das Câmeras (legendas em português e espanhol)
- Comercial (legendas em português e espanhol)
- Trailer & teaser
- 2 spots de TV (legendas em português e espanhol)
 
Moscou Contra 007 (From Russia with Love, Terence Young, 1963)
James Bond (Sean Connery) enfrenta a maléfica organização S.P.E.C.T.R.E., em uma corrida para obter a máquina decodificadora soviética Lektor. Sua missão o envolve com uma bela espiã russa (Daniela Bianchi) e várias situações de perigo. A cena de luta a bordo do Orient Express, entre Bond e o assassino da S.P.E.C.T.R.E. (Robert Shaw), é antológica. É tido, ao lado de Goldfinger, como um dos melhores de toda a série.

Extras
:
- Comentários em Áudio do Diretor, Elenco e Produção
- Documentário (legendas em português e espanhol)
- Storyboards Animados
- Trailer de Cinema Original
- Trailer Promocional Original
- Spots de Rádio  
- Galeria de Fotos (textos em português e espanhol)

DVDs COMENTADOS