ARQUIVO X - TEMPORADAS COMPLETAS
Direção: Vários
Elenco:
David Duchovny, Gillian Anderson, Mitch Pileggi, William B. Davies, Robert Patrick, Annabeth Gish
Distribuidora: Fox
 

Região: 4

Lançamento: 2001/2005

Nº de discos: 6/7
Cotações:
Filme:
DVD:

Comentários de
Jorge Saldanha

A SÉRIE
Para alegria dos fãs brasileiros, a FOX lançou na íntegra (ainda que num ritmo bem mais lento que no exterior) todas as nove temporadas de Arquivo X, o seriado de sci-fi que tornou-se um fenômeno de audiência em seu país de origem praticamente desde sua estréia, em 10 de setembro de 1993, e posteriormente ganhou repercussão mundial. Por trás das tramas imaginativas da série estava seu criador, produtor executivo, roteirista e diretor ocasional, Chris Carter. Nas duas primeiras temporadas, Carter contou com a valiosa ajuda de James Wong e Glen Morgan, autores de alguns dos melhores roteiros dos dois primeiros anos. A idéia de Arquivo X surgiu em 1992, quando Carter firmou um contrato de exclusividade com a Fox, após trabalhar por vários anos como roteirista da Disney. Inspirado tanto em O Silêncio dos Inocentes como na série cult  Kolchak: Os Demônios da Noite, o programa acabou com a mesmice da TV americana, gerando um sucesso que materializou-se em vários prêmios, nove temporadas e, em 1998, em um longa para o cinema. Desde o seu início, Arquivo X caracterizou-se pelos cuidados de produção típicos de cinema, ótimos efeitos especiais, scores atmosféricos de Mark Snow, e as tramas envolvendo o oculto, a religião, o “monstro da semana” e as teorias conspiratórias. Na temporada inicial, somos apresentados ao agentes do FBI Fox Mulder (David Duchovny) e Dana Scully (Gillian Anderson), que investigam casos sem explicação científica (o Arquivo X), a maior parte com indícios de paranormalidade ou ação de OVNIS. Mulder, cuja irmã foi abduzida aos 12 anos de idade, é um agente de grande potencial que tem sua carreira prejudicada por sua crença em eventos sobrenaturais, na existência de vida extraterrestre e em conspirações governamentais que buscam ocultar da opinião pública tais fatos incríveis. Já Scully, que originalmente foi designada para o Arquivo X para desacreditar Mulder e encerrar a controvertida seção do Bureau, é uma médica que busca ferreamente explicações científicas para os casos que aparente não as tem. Entre os casos mais estranhos que vão parar nas pastas do Arquivo X há alguns sobrenaturais, envolvendo licantropia, bruxaria, vodu, possessão demoníaca, vampirismo e por aí vai. Outros envolvem mutações genéticas humanas, cujo exemplo maior é Eugene Tooms (episódios “Squeeze” e “Tooms”, com Doug Hutchinson), um serial killer com mais de 100 anos de idade, que a cada 30 anos sai de sua hibernação para devorar fígados humanos. Há também registros de formas de vida desconhecidas ou consideradas extintas, como os parasitas que dizimaram uma equipe de cientistas no Ártico (episódio “Ice”). Enquanto o par continua a investigar estes casos bizarros, seu relacionamento torna-se mais complexo, onde a racionalidade científica de Scully, em permanente choque com o “esoterismo” de Mulder, não consegue evitar o surgimento de uma amizade e uma intimidade pessoal muito grandes. Tanto seu superior imediato, Skinner (Mitch Pileggi), inicialmente um tanto hostil, como o fumante inveterado “Canceroso” (William B. Davies), são personagens que posteriormente ganhariam relevância na série. Inicialmente os dois agentes recebem ajuda de uma figura misteriosa conhecida como “Garganta Profunda” (Jerry Hardin), que alega ter conhecimento de fatos incríveis.
A partir da segunda temporada, a série se desenvolve com o início de um longo arco de episódios que trata da conspiração do Sindicato para o qual trabalha o Canceroso, envolvendo agentes do governo, OVNIS, abduções e engenharia genética. Surgem indícios do envolvimento do pai de Mulder com a conspiração e, até mesmo, com a abdução de sua irmã, Samantha. Scully desaparece, aparentemente também abduzida (a atriz Gillian Anderson ficou grávida, o que forçou o criador Chris Carter a escrever histórias que lidassem com sua ausência), e reaparece vários episódios depois sem praticamente nenhuma lembrança do incidente e com um estranho "chip" implantado no pescoço. Surgem novos personagens, como Alex Krycek (Nicholas Lea), parceiro de Mulder no período em que Scully estivera ausente; o Sr. X (Steven Williams), que assume o lugar de Garganta Profunda como informante do agente; e o caçador alienígena (Brian Thompson), que pode assumir a forma de qualquer pessoa. Na 6ª temporada, que seguiu-se ao filme e é considerada como a última da melhor fase da série, o Sindicato é destruído, mas um novo arco alienígena começa no último episódio, com a descoberta de um antigo OVNI enterrado no litoral da África. David Duchovniy, pretendendo dedicar-se à carreira no cinema, afasta-se progressivamente da série a partir de sua 8ª temporada, e isso afeta não penas o desenvolvimento do programa como a performance de Gillian Anderson, claramente desmotivada em cena. Para tentar compensar Carter introduz os agentes Dogget (Robert Patrick, o T-1000 de O Exterminador do Futuro 2) e Reyes (Annabeth Gish), que apesar de esforçados não conseguem ocupar o vácuo deixado por Mulder. Arquivo X já não mais tinha os bons índices de audiência de seus primeiros anos, e ironicamente, após o surgimento de tantas imitações, parecia um pastiche de si mesma. A série finalmente foi cancelada após o encerramento de sua 9ª temporada, que foi centrada na trama dos "Super Soldados", cujo episódio final foi dirigido e protagonizado por David Duchovny.

OS DVDS
Nos box-sets iniciais, temos sete discos com todos os episódios da temporada (com áudio em inglês Dolby 2.0, português e espanhol, legendas e formato de tela fullscreen), sendo um dedicado apenas aos extras. Os menus animados reproduzem cenas dos episódios da temporada.
A partir do box da 2ª temporada, a Fox corrigiu os defeitos de fabricação que levaram à substituição de dois discos do primeiro box, reforçou as embalagens do tipo digipack (os suportes plásticos dos discos descolavam-se com facilidade) e, principalmente, colocou legendas em português nos extras. A partir da 5ª temporada a série passou a ser filmada em widescreen, e os box-sets correspondentes, agora compostos de apenas seis discos, preservam o formato, apresentando os episódios em widescreen anamórfico 1.78:1. Em comparação com os boxes iniciais há perceptível melhora na qualidade da imagem, com aumento de nitidez, cores mais vivas e menor granulação. O pack da 9ª temporada voltou a ter sete discos, com um adicional só de extras. A Fox também passou a lançar as temporadas em discos individuais, cada um com quatro episódios.

OS EXTRAS
Cada box apresenta uma série de extras que fornecem muitas informações sobre a temporada em questão. Normalmente são compostos por um documentário mais longo ("A Verdade sobre a "X" Temporada"), que dá uma visão geral da temporada, e
featurettes sobre efeitos especiais, entrevistas com Chris Carter sobre seus episódios favoritos, trivias sobre o Paranormal e Abduções Alienígenas, documentários inéditos de produção, cenas deletadas (que podem ser assistidas durante o episódio ou em separado, no disco de extras), roteiros, chamadas para a TV, etc.

DVDs COMENTADOS