DEAD SPACE: A QUEDA
Direção: Chuck Patton
Elenco:
Bruce Boxleitner, Kelly Hu, Keith Szarabajka, Jim Cummings, Kevin Michael Richardson
Distribuidora: Sony
Duração: 74 min.

Região: 1, 4

Lançamento: 17/11/2008

Nº de discos: 1
Cotações:
Filme

DVD

Comentários de
Jorge Saldanha

SINOPSE
Durante missão de mineração espacial em um planeta remoto, uma antiga relíquia religiosa – que acreditam ser a prova da existência de Deus – é localizada e trazida a bordo da nave USG Ishimura. A peça é adorada por alguns e desprezada por outros. Mas quando o artefato libera uma raça alienígena há muito adormecida, a esperança de ver o Paraíso transforma a nave em um verdadeiro Inferno. O caos toma conta de tudo, a carnificina é incontrolável e um matador jamais visto pelo ser humano agora está livre para destruir esse mundo.

COMENTÁRIOS
Imagine uma combinação de RESIDENT EVIL, ENIGMA DO OUTRO MUNDO e ENIGMA DO HORIZONTE, e você terá idéia do que é o jogo DEAD SPACE, survival horror espacial da Electronic Arts lançado no final de outubro de 2008 para os consoles X-Box 360 e Playstation 3, além de PCs. Cheguei a experimentar o violentíssimo jogo, que possui uma ambientação sinistra a bordo de uma nave (a Ishimura) infestada por criaturas de pesadelo. Os gráficos são ótimos, porém talvez por estar acostumado a uma jogabilidade mais no estilo RESIDENT EVIL para este tipo de jogo, acabei não indo adiante. Mas o que interessa, para fins desta resenha, não é o jogo em si, mas esta animação lançada diretamente em DVD (e lá fora, também em Blu-ray) que narra os acontecimentos que antecedem ao jogo.

Para começar, após ter experimentado os excelentes gráficos CGI do videogame, fiquei decepcionado com a animação desta prequel, feita quase toda em animação tradicional – exceto pelas seqüências com naves espaciais, que mesmo puxando para um visual 2D parecem não combinar direito com as demais. Aparentemente tentaram copiar o estilo dos desenhos japoneses, e o resultado ficou parecendo um “anime americanizado” com animação medíocre. Os diálogos não são também lá essas coisas, mas pelo menos o trabalho de dublagem é superior ao que ouvimos na média dos verdadeiros animes, destacando as vozes de bons atores como Bruce Boxleitner (BABYLON 5), Kelly Hu (X-MEN 2) e Keith Szarabajka (BATMAN – O CAVALEIRO DAS TREVAS).

Quanto à história em si, nada original, ela certamente terá mais apelo junto aos fãs do jogo, que testemunharão o que aconteceu à tripulação da Ishimura (o desenho termina exatamente no ponto em que o jogo começa). No entanto, o ideal é que DEAD SPACE: A QUEDA seja assistido apenas após o jogo ter sido completado, já que desfaz praticamente todos os seus mistérios. De resto, é um desenho extremamente violento onde na maior parte do tempo vemos cenas de ação bem realizadas, com intensos tiroteios onde os protagonistas arrancam pedaços de humanos infectados pelos alienígenas, e vice-versa, em sangrentos detalhes.


DVD
O DVD de DEAD SPACE: A QUEDA que avaliamos foi o que já está disponível para locação, mas que será lançado pela Sony em idêntica edição para venda direta em fevereiro de 2009. A animação recebeu uma transferência widescreen anamórfica, na proporção original 1.78:1, muito boa, caracterizada por uma imagem suave, consistente e bem detalhada. A paleta de cores é limitada devido às próprias características do ambiente onde se passa a aventura – uma nave escura, com paredes metálicas ensopadas de sangue. Mas de modo geral, o visual ajuda a estabelecer o clima de horror e pesadelo necessário.

O áudio Dolby Digital 5.1 (em inglês, português e espanhol) recria os tiroteios de modo realista. Diálogos e principalmente efeitos sonoros são claros – destaque para o efeito da serra laser, excelente. Também a mixagem é efetiva em criar uma adequada ambientação de horror e perigo. Os menus são animados, e as legendas disponíveis são português, espanhol, inglês, tailandês, chinês.


EXTRAS
Os extras de DEAD SPACE: A QUEDA são reduzidos, e mesmo que compre este DVD provavelmente você os verá apenas uma vez.

  •  Trilha Sonora Isolada – É possível assistir ao filme acompanhado unicamente pela trilha musical, em 5.1 canais;

  •  Cena Excluída do “Ladrão de Túmulos” (4:13 min.) – Com legendas em português, esta cena excluída é, na verdade, a extensão de uma cena de diálogos já presente no filme, porém com imagens apenas rascunhadas, não finalizadas, e um mínimo de áudio gravado;

  • Galeria de Fotos - A Arte do Dead Space – O melhorzinho dos extras, a galeria traz interessantes imagens de arte conceitual, feitas por alguns artistas talentosos;

  • Trailers (3:26) – Foram incluídos o trailer do filme (widescreen anamórfico) e do jogo (letterbox), ambos legendados em português.

MENUS

DVDs COMENTADOS