007 - um novo dia para morrer
Direção: Lee Tamahori
Elenco: Pierce Brosnan, Halle Berry, John Cleese, Judi Dench, Rosamund Pike, Toby Stephens, Rick Yune

Distribuidora: Fox/MGM

Região: 4

Ano: 2003

Nº de discos: 2
Cotações:
Filme:
DVD:

Comentários de
Jorge Saldanha

o filme
Juntamente com o 2º box-set da "Coleção James Bond 007", a Fox colocou no mercado de DVD o filme que celebra os 40 anos da mais longa franquia cinematográfica do cinema. Este 20º longa da série, 007 - Um Novo Dia para Morrer, é um dos mais rentáveis e sem dúvida o mais movimentado filme de James Bond em muitos anos. O cinqüentão Pierce Brosnan, em sua quarta aventura como o fleumático agente inglês, esbanja charme e boa forma física, atuando na maior  parte de suas cenas de ação. De resto, o filme é uma por vezes indigesta combinação das várias fases pelas quais a série já passou (inclusive com direito a várias citações e referências a filmes prévios), tentando tornar 007 um herói mais facilmente palatável para as frenéticas audiências de hoje. Em seu início temos a tradicional cena de ação que antecede aos créditos, uma espetacular caçada de hovercraft através de um perigoso campo minado na zona desmilitarizada entre as Coréias do Norte e do Sul, mas que desta vez tem um desfecho sombrio: Bond é capturado pelos militares norte-coreanos, e durante os créditos e ao som da polêmica canção de Madonna, ele é torturado. Mais de um ano depois Bond é trocado pelo  terrorista coreano Zao (Rick Yune), e descobre que, por suspeita de traição, foi suspenso do MI-6 e teve sua licença para matar revogada. Ao tentar limpar seu nome, 007 descobre uma conexão entre os norte-coreanos e o playboy milionário Gustav Graves (Toby Stephens), cujo império financeiro baseia-se no tráfico de diamantes sul-africanos. O diretor Lee Tamahori (No Limite) faz um trabalho competente com os atores, ao mesmo tempo em que combina impressionantes proezas de dublês com efeitos digitais em uma escala inédita (e por vezes dispensável, como na cena do surf) nestas produções. Um dos trunfos de Die Another Day é ter uma das melhores "Bond Girls" de toda a série, a sexy e ativa Jinx Jordan (Halle Berry), que realmente faz diferença na trama já que não se limita a ficar assistindo as proezas de Bond, enquanto aguarda ser salva. A loira Rosamund Pike está razoável como a fria Miranda Frost, uma agente do MI6 que pode ser bem mais do que aparenta. Madonna, além de cantar a polêmica canção título, tem uma curta (e supérflua) participação como uma instrutora de esgrima, e Judi Dench, como "M", mais uma vez protagoniza alguns afiados duelos verbais com Brosnam. John Cleese assume de vez seu posto como "Q", o fornecedor dos gadgets de Bond (que desta vez, o cúmulo do exagero, incluem até um Aston Martin Vanquish invisível), e Michael Madsen aparece como Falco, um agente da CIA.

O DVD
A Fox providenciou para 007 - Um Novo Dia para Morrer o melhor e mais elaborado lançamento em DVD da franquia, até agora. É o primeiro DVD duplo de um filme de James Bond e o capricho começa já na embalagem, que inclui uma luva de cartolina envolvendo a caixinha plástica convencional, e até mesmo um encarte (pelo menos no Brasil isto é digno de nota, já que pelo que me consta, é a primeira vez que a Fox lança por aqui um DVD com encarte). Este DVD apresenta o que há de melhor, hoje, em termos de som e imagem. A vantagem de colocar a maior parte dos extras em um disco adicional é que se abre espaço no disco principal para a adição de faixas de áudio adicionais, principalmente uma em DTS 5.1 ES. Esta, livre da compressão que caracteriza o formato Dolby Digital, nos propicia um som de maior fidelidade e mais envolvente nos efeitos surround multi-canais. Além das faixas DTS e Dolby Digital em inglês, também temos as opções de áudio em português e espanhol, estas em Dolby Surround. Quanto ao aspecto visual, o filme é apresentado no formato widescreen 2:35:1 (otimizado para TVs 16:9) anamórfico, excedendo expectativas na riqueza de cores e definição dos detalhes. O alto nível de contraste é melhor notado nas cenas da Islândia; outras seqüências, como as passadas na Coréia e em Cuba, tiveram processamento digital especial, e a qualidade técnica do DVD nos passa todo o requinte visual pretendido pelo diretor. As legendas disponíveis são inglês, espanhol e português.

OS EXTRAS
No disco 1 temos belos menus animados que nos dão acesso ao filme e a alguns bônus. Há duas faixas de comentários em áudio (sem legendas, infelizmente), a primeira com o neozelandês Tamahori e o produtor Michael Wilson, que falam sobre os desafios que representaram muitas das seqüências do filme e a pressão que foi re-elaborar Bond para o novo milênio. A segunda é menos técnica, com os atores Pierce Brosnan e Rosamund Pike se divertindo ao comentar suas cenas. Completam os bônus deste disco os "Arquivos MI6", recurso que ao ser ativado permite o acesso, durante a exibição do filme, a curiosidades e a pequenos featurettes de efeitos especiais (todos com legendas). Mas em termos de extras, o principal está contido no disco 2, a começar pelo making of de uma hora de duração "Por dentro de Um Novo Dia para Morrer", que ao longo de 6 capítulos aborda os principais aspectos da produção, combinando cenas de bastidores sobre as dificuldades logísticas encontradas e entrevistas concedidas por elenco e equipe nas locações. No último capítulo ("Pós-Produção"), o compositor David Arnold faz suas considerações sobre os rumos que tomou na música deste filme, bem como presta seu habitual tributo a John Barry, o pai da "Bond Music". Em "Evolução das Cenas" temos visões multi-ângulo de cenas importantes, como as perseguições de hovercrafts e dos carros, seguidas de 2 curtas sobre o trabalho de computação gráfica feito na seqüência dos créditos principais e no processamento digital das cenas na Coréia e em Cuba (na verdade, Espanha). Em "Visões 3D dos Equipamentos", John Cleese ("Q") fala sobre os gadgets utilizados por Bond neste filme, e a galeria de fotos contém quase 250 imagens de elenco, efeitos visuais, veículos e cenas de bastidores. Não podemos esquecer dos ótimos trailers - 3 de cinema, 8 spots de TV e um promo para o game "Nightfire". Obviamente não poderia faltar o clipe musical da canção "Die Another Day", com Madonna, e o mesmo making of do clipe que já estava disponível no CD da trilha. Há também um "Easter Egg", que pode ser acessado seguindo estes passos: insira o disco 2, no menu principal selecione Coleção de Imagens, vá para Sets e Locações. Para visualizar as fotos use a seta direita e quando você visualizar a décima segunda, que é Jinx de biquíni (Halle Berry), aperte a seta para cima e então surgirá um MENU ESPECIAL intitulado "Oi Jinx!". Aperte ENTER para ver em 3 ângulos diferentes a homenagem a Ursula Andress em sua primeira aparição em Dr. No, usando a tecla ângulo para mudar de câmera. A maior parte dos extras deste disco são legendados. O resultado final é um DVD caprichadíssimo, ideal para ser assistido em TVs e home theaters de última geração.

DVDs COMENTADOS