PERDIDOS NO ESPAÇO - TERCEIRA TEMPORADA COMPLETA
Direção: Vários
Elenco:
Guy Williams, June Lockhart, Mark Goddard, Billy Mumy, Marta Kristen, Angela Cartwright, Jonathan Harris
Distribuidora: Fox
Duração: 1176 min.

Região: 4

Lançamento: 11/05/2005

Nº de discos: 7
Cotações:
Filme:
DVD:

Comentários de
Jorge Saldanha

A SÉRIE
A família Robinson concluiu os reparos da nave Júpiter 2 e está pronta para partir do planeta onde ficou por quase toda a segunda temporada, retomando sua viagem rumo a Alpha Centaury. A decolagem é precipitada pela chegada de um cometa em curso de colisão com o desolado mundo. Eles conseguem escapar por um triz da destruição, mas este é apenas o início de uma série de aventuras que levará a família de exploradores espaciais, o piloto Major West, o Robô e o covarde e traiçoeiro Dr. Smith, a encontrar incríveis criaturas do espaço. Esta terceira temporada da clássica série de Irwin Allen é considerada por muitos uma das melhores do programa, se não a melhor. As histórias infantis e humorísticas que dominaram a segunda temporada foram relegadas ao segundo plano, em favor de tramas mais voltadas à ficção científica e à aventura. Certamente há episódios bem tolos, como “Jardim Zoológico das Galáxias”, “O Planeta Prometido” ou o nefando “A Revolta das Plantas” (unanimemente considerado o pior episódio da série), onde os Robinsons são aprisionados por uma tosca cenoura falante. Mas é o tom de aventuras de FC como “Visita a um Planeta Hostil” (nos EUA de 1947, os Robinsons são considerados alienígenas invasores), “A Noite do Caçador” (o Professor Robinson vira a caça do alienígena Megazor) e “Robinson nº 2” (o professor Robinson e o Major West enfrentam suas versões malignas de um universo anti-matéria) que prevalece nesta temporada. O último e final ano de Perdidos no Espaço também se beneficia de outros fatores que deram maior dinamismo ao programa; a decisão de não deixar os Robinsons naufragados em um único planeta por quase toda a temporada – há mais aventuras passadas no espaço ou em outros mundos; a introdução de uma cápsula que permite à tripulação explorar os planetas, sem neles pousar o Júpiter 2 (de onde saiu essa cápsula nunca é explicado, se ela existisse nas temporadas anteriores várias encrencas dos Robinsons poderiam ter sido evitadas); e uma abertura mais atraente, que ganhou um novo tema musical de John Williams, bem melhor que o utilizado nas temporadas anteriores e que hoje é o mais lembrado. Infelizmente, devido aos custos de produção elevados e a índices de audiência declinantes, Perdidos no Espaço não foi renovada para a quarta temporada, deixando uma legião de fãs ao redor do mundo que, agora, poderão ter em casa a série completa em DVD.

O DVD

O box-set segue o padrão dos anteriores, com sete discos acondicionados em suportes de plástico azul, envoltos por uma luva de cartolina. Os menus estáticos apresentam imagens dos episódios. No box temos os 24 episódios da terceira temporada, com vídeo no formato original fullscreen 1.33:1. Segue a relação dos episódios:

Disco 1:
Os Condenados 
Visita a Um Planeta Hostil 
Ataque dos Homens-Relógio 
Noite dos Caçadores

Disco 2:
Primitivos no Espaço 
Terrível Exército Cyborg 
Inacreditável Zaibo 
Misterioso Planeta Verde

Disco 3:
Colisão de Planetas 
Criaturas da Névoa 
Namorada do Robô 
Jardim Zoológico da Galáxia

 

Disco 4:
Grande Hotel Espacial 
Princesa do Planeta Gelado 
Robinson nº 2

 
Disco 5:
Ataque à Terra 
Penny, A Princesa do Espaço 
Mercador do Tempo 
Planeta Prometido
 
Disco 6:
Fugitivos 
Concurso de Beleza Cósmica 
Inacreditável Monstro Vegetal

 
Disco 7:
Revolta das Plantas 
Enorme Sucata Espacial


 

 

A exemplo da segunda temporada, esta também foi filmada a cores, e a qualidade da imagem é na maior parte do tempo muito boa, considerando a idade dos negativos (o que torna inevitável o surgimento ocasional de alguma sujeira ou granulação). O áudio em inglês é mono, com qualidade aceitável após a remasterização. Já a antiga dublagem em português da AIC, também mono, foi restaurada como nos boxes anteriores, contudo possui qualidade irregular. Mas nunca é demais ressaltar os esforços da Fox em preservar esta dublagem clássica, já que outras distribuidoras estão lançando no Brasil séries até mais recentes, porém sem a dublagem que ouvíamos na TV. 

OS EXTRAS
Nesta temporada a Fox incluiu os extras que estava nos devendo desde a primeira: para começar, em cada disco temos os trailers originais exclusivos da terceira temporada, que mostram cenas do próximo episódio, com legendas em português. Porém a maior parte do material adicional está localizada em dois discos:

Disco 4

Chamadas e Tags da 3ª Temporada
- Vinhetas animadas que originalmente entravam antes e depois dos comerciais da terceira temporada nos EUA, acompanhadas pelo tema musical de John Williams;
Apresentado com o Programa
– Sob este título enigmático, temos vinte pequenas inserções e depoimentos realizados em 1995, legendados, que não foram utilizados nos especiais The Fantasy Worlds of Irwin Allen e Lost in Space Forever. Neles, Billy Mumy (Will) e outros membros do elenco falam sobre atores convidados, efeitos especiais, miniaturas, os episódios favoritos de cada um, etc;

Disco 7

Intervalo de "Ataque à Terra"
– Teste para um novo formato de chamada para comerciais que seria utilizado na quarta temporada da série, que não chegou a ser produzida. No episódio “Ataque à Terra” foi introduzido um intervalo extra, vemos primeiro o trecho com a chamada e o retorno dos comerciais, e depois como acabou indo ao ar, sem a pausa;
Erros de Gravação de Intervalo
– Na verdade trata-se apenas de um erro de gravação, ocorrido durante as gravações de uma das inserções que estão nos extras do disco 4. O ator Bob May (que vestia o traje do Robô), em uma cena com Billy Mumy (Will) e Jonathan Harris (Dr. Smith), deixa cair acidentalmente as garras da “lata de sardinha enferrujada”.
Clipes de Entrevistas
– Entrevistas, com legendas, realizadas em 1995 e exibidas pelo Sci-Fi Channel. Billy Mumy lembra, entre outras coisas, as gravações da série, seu roteiro para o retorno de Perdidos no Espaço, que o produtor Irwin Allen rejeitou em 1980, e uma peça que ele e Mark Goddard (Major West) pregaram em Bob May (Robô); Jonathan Harris (falecido em novembro de 2002) recorda seu primeiro encontro com Allen, de como transformou o vilão sério e rabugento que era o Dr. Smith em um engraçadíssimo e matreiro covarde, e de seu carinho pelo personagem. Sem dúvida, é o melhor extra.

CONCLUSÃO
No Brasil, com o box da primeira temporada de Perdidos no Espaço, a Fox já havia sido a pioneira em lançar uma série clássica, e ainda por cima com a dublagem original em português. Com este box da terceira temporada, a distribuidora torna-se mais uma vez pioneira no mercado brasileiro, ao disponibilizar uma série clássica na íntegra, com todos os episódios possuindo a dublagem original. Aliás, o Brasil terá a série completa antes mesmo dos americanos, já que a segunda metade da terceira temporada sairá nos EUA apenas em junho. Por tudo isso, devemos parabenizar e até mesmo agradecer à Fox, já que suas iniciativas foram seguidas por outras grandes distribuidoras como Paramount, Warner e Universal, que também passaram a lançar séries clássicas de TV no mercado brasileiro.

DVDs COMENTADOS