THE NIGHT STALKER/THE NIGHT STRANGLER
Direção: John Llewelyn Moxey, Dan Curtis
Elenco:
Darren McGavin, Simon Oakland, Carol Linley, Ralph Meeker, Claude Akins, Barry Atwater, Charles McGraw, Jo Ann Pflug, John Carradine, Margaret Hamilton, Wally Cox, Al Lewis
Distribuidora: Anchor Bay
Duração: 164 min.

Região: 0

Lançamento: 1998

Nº de discos: 1
Cotações:
Filme:
DVD:

Comentários de
Jorge Saldanha

Muitos lembram com saudade de uma série de TV, exibida por aqui sem muito alarde, nos anos 70, mas que hoje é definitivamente cult: Kolchak e os Demônios da Noite (Kolchak: The Night Stalker, 1974), onde acompanhávamos as aventuras do repórter Carl Kolchak (Darren McGavin). O que caracterizava Kolchak, mais do que o chapéu e o terno branco amarrotados, era a sua atração por casos sobrenaturais, o que exasperava seu editor Tony Vincenzo (Simon Oakland) e, via de regra, as autoridades policiais. A série foi retirada do esquecimento nos anos 90, quando Chris Carter declarou que The Night Stalker foi a sua principal inspiração para criar Arquivo X. Carter, inclusive, criou especialmente para McGavin o personagem do primeiro agente do FBI a atuar no Arquivo X. Nos EUA foram lançados, em um único DVD, os dois telefilmes que iniciaram a saga de Kolchak.

Em The Night Stalker (Pânico e Morte na Cidade), Kolchak investiga os assassinatos de um serial killer que deixa as suas vítimas, dançarinas de clubes noturnos de Las Vegas, sem uma gota de sangue no corpo e com duas sugestivas perfurações no pescoço. Ele acaba descobrindo que o assassino, possuidor de força equivalente à de 10 homens, é um vampiro real, e acaba sendo pressionado pela polícia e pelo prefeito a não publicar a matéria. A única que o apóia é a namorada, interpretada por Carol Linley. Kolchak resolve ele mesmo sair à caça do vampiro Janos Skorzeny (o falecido Barry Atwater), armado não com uma cruz e água benta, mas com seu gravador portátil e sua câmera fotográfica. Produzida por Dan Curtis e dirigida por John Llewelyn Moxey, a partir de um roteiro do grande Richard Matheson, esta inteligente mistura de horror, sarcasmo e humor fez grande sucesso quando foi exibida na TV americana pela primeira vez, em janeiro de 1972.

No mesmo ano foi produzida a sua continuação, A Noite do Estrangulador (The Night Strangler). Desta vez, Carl Kolchak está na pista de um assassino de mulheres que se esconde nos subterrâneos, mais precisamente na velha cidade abandonada sobre a qual foi erguida a moderna Seattle. O repórter descobre que o assassino (Richard Anderson, de O Homem de Seis Milhões de Dólares) é um médico do século XIX que criou uma droga da juventude eterna, cujo principal ingrediente é retirado das mulheres mortas. Simon Oakland mais uma vez é o exasperado Vincenzo, e o elenco conta com atores conhecidos do gênero terror, como John Carradine e Al Lewis (o Vovô da série original de Os Monstros). Novamente Richard Matheson escreveu o roteiro, e a direção ficou a cargo do próprio Dan Curtis. Os dois filmes tiveram a trilha composta pelo colaborador habitual de Curtis, Robert Cobert. Como é uma edição americana, o DVD possui áudio apenas em inglês, sem legendas, mas em compensação não possui codificação regional, o que significa que pode ser reproduzido em qualquer player à venda no Brasil.

DVDs COMENTADOS