NIMITZ: DE VOLTA AO INFERNO
Direção: Don Taylor
Elenco:
Kirk Douglas, Martin Sheen, Katharine Ross, James Farentino, Ron O' Neal, Charles Durning
Distribuidora: NWL
Duração: 104 min.

Região: 0

Lançamento: 06/05/2005

Nº de discos: 1
Cotações:
Filme:
DVD:

Comentários de
Jorge Saldanha

O FILME
O porta-aviões nuclear U.S.S. Nimitz, durante manobras militares no Oceano Pacífico, é atingido por uma estranha tempestade elétrica, e o impossível acontece: o navio é arremessado de volta no tempo para 09 de Dezembro de 1941, poucas horas antes do ataque japonês a Pearl Harbour. Enquanto o esquadrão inimigo voa em direção ao Havaí, o capitão do Nimitz (Kirk Douglas), um perito do Departamento de Defesa (Martin Sheen) e um senador à beira do desespero (Charles Durning) precisam decidir o que fazer - permitir que os japoneses completem sua mortal invasão, ou lançar um pesado contra-ataque que mudará para sempre o curso da história.

Nimitz - De Volta ao Inferno (The Final Countdown, 1980), é um filme pouco conhecido aqui no Brasil, mas nos EUA é um legítimo cult de ficção científica. Já foi exibido na televisão por aqui, mas tive a sorte de vê-lo nos cinemas em 1981, e é fácil de entender as razões pelas quais ele ainda hoje é lembrado com carinho. Trata-se, na verdade, de um filme B independente que, graças a inteligentes e criativos artifícios, pode muito bem passar por uma produção de primeira linha. Sua trama é simples, mas inteligente, lembrando alguns dos melhores episódios da clássica série de TV Túnel do Tempo. Há pouquíssimos efeitos visuais, limitados principalmente ao da passagem do porta-aviões pela fenda do tempo, que para os padrões atuais não é muito convincente. Mas o roteiro muito bem escrito entrega um sólido drama de ação, basicamente lidando com a reação dos personagens frente a uma situação inacreditável, mas que lhes dá a chance de mudar os rumos da 2ª Guerra Mundial. O fato de ter sido integralmente rodado em locações no verdadeiro Nimitz, e com cenas aéreas de verdadeiros F-14 Tomcat, dá ao espectador um grande senso de realidade e autenticidade - apesar da trama tipicamente sci-fi. Sob muitos aspectos é uma espécie de precursor de Top Gun, onde os astros (Tom Cruise a parte) eram os caças da marinha norte-americana. A cena mais lembrada de Nimitz mostra o combate entre dois F-14 e dois Zeros japoneses, toda filmada em tempo real e com aviões reais. O elenco, sem grandes astros mas encabeçado pelo veterano Kirk Douglas (seu caçula Peter Douglas é um dos produtores), também valoriza o filme. Todos estão ótimos em seus papéis, e além disso foi a última vez que vi Katharine Ross ainda bonita em um filme. Se você não conhece The Final Countdown mas aprecia uma boa e séria ficção científica, procure por este DVD.

O DVD
Nimitz - De Volta ao Inferno
saiu nos EUA em uma edição especial de dois discos, com certificação THX. Aqui, a pequena New Line lançou o filme em um único DVD Região 0, sem a maior parte dos extras mas tecnicamente caprichado. Os menus são animados, e o filme está no seu formato original
widescreen 2.35:1. A transferência está muito boa, em que pese um eventual embaçamento e a granulação visível de algumas cenas. Mas no geral o nível de detalhe é ótimo, com constraste e cores idem. Não existe dublagem disponível em português, há apenas o áudio original disponível em três faixas - Dolby Digital 2.0, Dolby Digital 5.1 e DTS 6.1. Estas duas últimas merecem destaque, e não há diferença perceptível entre ambas, que possuem espacialidade, atmosfera e freqüência de graves num padrão mais do que satisfatório. Os efeitos surround são especialmente notáveis nas cenas com os caças, e os diálogos são sempre claros. A trilha sonora de John Scott, sem dúvida, nunca soou tão boa. As legendas estão disponíveis apenas em português.

OS EXTRAS
É neste quesito que a edição nacional de Nimitz come pó da similar norte-americana. Fora as biografias de Douglas e Sheen e a sinopse do filme (em texto), sobrou apenas o featurette de 14 minutos
Entrevista com Lloyd Kaufman, em wide anamórfico e legendado em português. Nele, o produtor associado Kaufman (da produtora de filmes trash Troma) relebra algumas histórias da época das filmagens, algumas divertidas, e dá depoimentos sobre vários participantes desta produção independente.

MENUS

DVDs COMENTADOS