NIP/TUCK – A QUARTA  TEMPORADA COMPLETA
Direção: Ryan Murphy, Vários
Elenco:
Dylan Walsh, Julian McMahon, John Hensley, Roma Maffia, Joely Richardson, Roma Maffia, Sanaa Lathan
Distribuidora: Warner
Duração: 712 min.

Região: 4

Lançamento: 06/03/2008

Nº de discos: 5
Cotações:
Filme
DVD

Comentários de
Jorge Saldanha

SINOPSE
O mistério do psicopata Carver (Entalhador) foi resolvido, mas na melhor clínica de cirurgia plástica de Miami, a McNamara/Troy, as coisas continuam agitadas. Sean (Dylan Walsh) e Christian (Julian McMahon) vendem a clínica para o bilionário Burt Landau (Larry Hagman), e sua esposa Michelle (Sanaa Lathan) passa a ser a nova gerente. Sean e Julia (Joely Richardson) tornam-se pais do pequeno Conor, que tem uma rara deformidade nas mãos e terá de passar por dolorosas cirurgias. Troy tem um caso com a sua nova chefe e surge James (Jacqueline Bisset), uma misteriosa mulher do passado de Michelle.

COMENTÁRIOS
A trama policialesca do Entalhador, que foi o arco principal da terceira temporada, desagradou a muitos e, em sua quarta temporada, Nip / Tuck retorna a um estilo mais tradicional. Se é que, nesta série, dá para considerar alguma coisa "tradicional". Desta vez os fios condutores que iniciam a temporada são Sean e Julia tentando reiniciar seu casamento, agora  com o bebê deficiente, e o envolvimento de Troy com Michelle, que por extensão envolve o marido Burt e a cafetina James, que usa sua rede de prostitutas para atrair doadores involuntários de órgãos que são extraídos e vendidos a peso de ouro no mercado negro. A parte de Sean, que coloca a ele, um cirurgião plástico, como pai de uma criança com deficiência, é a melhor trabalhada e fornece grandes oportunidades para a construção de drama e desenvolvimento de personagens. O casal contrata como babá o anão Marlowe (o ótimo Peter Dinklage, de Morte no Funeral), um sujeito inteligente e sensato que demonstra uma genuína preocupação com o bebê Conor pelas cirurgias pelas quais terá de passar. Marlowe acaba indo para a cama com Julia, e Dinklage sustenta uma situação que poderia ser totalmente ridícula, mas que, ao contrário, cativa o espectador, que entende o porquê de Julia ter sido atraída por ele.

Do outro lado, Sanaa Lathan (Alien Vs. Predador), uma atriz que sempre considerei sem carisma, não consegue transmitir de forma totalmente convincente os conflitos e sentimentos de sua personagem, presa a um casamento de conveniência. Bem melhor é o veterano Larry Hagman (Jeannie é um Gênio, Dallas), o marido que perdeu os testículos devido a um câncer e que humilhará Christian e Michelle quando descobrir seu caso. A temporada também apresenta sub-tramas interessantes, como a que envolve o relacionamento de Matt (John Hensley) com a agora Cientologista Kimber (Kelly Carlson), e a volta do traficante Escobar Gallardo (Robert LaSardo), que foi o vilão da primeira temporada. O trio central de atores, composto por Julian McMahon, Dylan Walsh e Joely Richardson, como sempre brilha. Roma Maffia, a anestesista Liz, também tem sua chance de se destacar inclusive como paciente. E além dos já citados Dinklage, Bisset e Hagman, a temporada traz participações especiais interessantíssimas como Kathleen Turner (praticamente irreconhecível), Melissa Gilbert, Brooke Shields, Rosie O’Donnell, Catherine Deneuve, Richard Chamberlain e Alanis Morissette. No balanço geral a quarta temporada de Nip / Tuck pode ser considerada uma das melhores desta série que continua a ser provocativa, irônica, sexy, e que em sua quinta temporada (que está estreando aqui pelo canal pago Fox) mostrará os dois amigos cirurgiões agora em Los Angeles. Nos vemos lá!

O DVD
A quarta temporada de Nip / Tuck chega numa embalagem semelhante às anteriores – 5 DVDs acondicionados em duas embalagens plásticas – uma Scanavo para 4 discos e uma Amaray simples. Ambas são envoltas numa luva de cartolina que, além de trazer a habitual arte de capa provocante (e que agrega o subtítulo com o qual a série é exibida no SBT - “Estética”), apresenta as informações básicas do box. Os 15 episódios são apresentados em formato widescreen anamórfico (1.78:1), com qualidade de imagem similar à das temporadas anteriores – nítida, bem definida, porém com alguma granulação em cenas de interiores. A película da qual foram feitas as transferências digitais é limpa, livre de sujeiras ou defeitos, e não há artefatos de compressão relevantes. As cores são saturadas na medida certa e estáveis, os pretos são fortes e o contraste é ótimo. Quanto ao som, temos uma novidade – pela primeira vez na série foi disponibilizada uma faixa em inglês Dolby Digital 5.1 (nas anteriores era apenas 2.0). Não que ela faça uma grande diferença, já que não temos muita ação – ou, pelo menos, aquela do tipo que exija um uso mais intenso dos canais surround. Mas sem dúvida o áudio multicanal propicia graves mais encorpados e valoriza as canções da trilha sonora. A mixagem apresenta um bom equilíbrio, e os diálogos são sempre claros. Para quem prefere a dublagem em português, ela está presente em Dolby 2.0. As legendas estão disponíveis em português, inglês e espanhol.

OS EXTRAS
O material bônus segue o padrão das temporadas anteriores, escassos mas interessantes (na verdade, este box até traz mais extras que o da terceira temporada). As cenas excluídas, erros de gravação e featurettes têm imagem em wide anamórfico, com áudio em inglês 2.0 e opção de legendas em português.

  • Andar da Sala de Cirurgia – Nos menus de episódios, abaixo do título de alguns deles vemos o conhecido bisturi pelo qual podem ser acessadas cenas que não foram aproveitadas. Elas pertencem aos episódios “Cindy Plumb” (2 min.), “Blu Mondae” (2 min.), “Burt Landau” (2 min.), “Conor McNamara” (2 min.) e “Conor McNamara, 2026” (5 min.);

  • Uma Brilhante Escolha de Elenco (12 min.) – Este featurette inicia os extras do disco 5, e como o nome indica, trata do ótimo elenco convidado da temporada. Vemos depoimentos do produtor executivo/diretor Michael Robin, Roma Maffia, dos diretores de casting Liz Dean e Eric Dawson, Sanaa Lathan, Jacqueline Bisset, Joely Richardson, Peter Dinklage, Dylan Walsh, Alanis Morissette, Larry Hagman, John Hensley, Robert LaSardo, Kelly Carlson e Julian McMahon;

  • Quentinha: A Sexualidade de Nip / Tuck (9 min.) – Temos aqui entrevistas com a Drª. Ava Cadell (sexóloga), a crítica Laura Saltman e o criador/produtor executivo Ryan Murphy. O tema da conversa é o sex-appeal do programa, ilustrada por cenas picantes;

  • No Limite (9 min.) – Este apresenta entrevistas com a consultora médica Linda Klein (que faz a enfermeira Linda), com o Dr. Mark Vrata e os técnicos em efeitos Thomas R. Burman e Bari Dreiband-Burman, todos falando sobre as cirurgias que vemos na série;

  • Erros de Gravação (2 min.) – As habituais mancadas e piadinhas tolas, protagonizadas por Julian McMahon.

MENUS
Os menus estáticos principais reproduzem a arte de capa, e os submenus trazem imagens de personagens.

DVDs COMENTADOS