RAMBO: A SAGA COMPLETA
Direção: Ted Kotcheff/George P. Cosmatos/Peter MacDonald
Elenco: Sylvester Stallone, Richard Crenna, Brian Dennehy, Bill McKinney, Jack Starrett, Charles Napier, Steven Berkoff, Marc de Jonge, Kurtwood Smith

Distribuidora: Universal / Studio Canal
Duração: 89/92/97 min.
 

Região: 4

Lançamento: 13/09/2006

Nº de discos: 4
Cotações:
Filmes
DVDs

Comentários de
Jorge Saldanha

OS FILMES
Rambo: Programado Para Matar (First Blood) – À procura de um antigo colega do exército, o ex-Boina Verde John Rambo chega a uma pequena cidade, onde é considerado pelo xerife local um vagabundo e é preso e torturado. Assombrado pelas lembranças da guerra do Vietnã, Rambo foge para a floresta vizinha e passa a ser caçado pelo xerife e seus homens. Sem conseguir superar as técnicas de sobrevivência do veterano soldado, o xerife convoca a polícia estadual e o exército, e com eles chega o coronel Samuel Trautman, antigo comandante de Rambo.
Rambo 2 - A Missão
(First Blood Part II) – Enviado de volta ao Vietnã para provar a existência de prisioneiros de guerra americanos, Rambo é abandonado à sua própria sorte no meio da selva. O combatente contará apenas com seu arco, flechas, faca e a ajuda de uma agente local para enfrentar soldados vietnamitas, russos e até mesmo o corrupto burocrata americano que coordenou a missão.
Rambo 3 (First Blood Part III) - O coronel Trautman, designado para liderar uma missão no Afeganistão ocupado pelos russos, é capturado pelas forças inimigas. Rambo vai até aquele país, onde necessitará contar com a ajuda de aliados rebeldes para resgatar seu ex-comandante das mãos dos russos.

Quando o escritor David Morrell lançou nos anos 1970 o livro First Blood, nunca imaginou que seu protagonista, o problemático veterano do Vietnã John Rambo, na década seguinte acabaria virando um símbolo dos EUA sob a administração do Presidente Ronald Reagan. O roteiro original baseado em seu livro ficou anos na gaveta do diretor Ted Kotcheff, até finalmente ser negociado para a então iniciante produtora Carolco. Ao ser contratado para o papel principal, Silvester Stallone decidiu suavizar o personagem, que de uma enlouquecida máquina de matar virou um sujeito perturbado pelas memórias da guerra, que apesar de ferir seus oponentes (todos norte-americanos), não mata ninguém no filme todo. Mas a principal alteração sugerida por Stallone foi no final original, onde Rambo morria, e deste modo o filme terminou com Rambo sendo apenas preso. Sem dúvida foi uma sacada inteligente do astro, já que Rambo: Programado para Matar fez sucesso e garantiu uma continuação que chegou em 1985. Com roteiro de James Cameron (recém saído do sucesso de O Exterminador do Futuro), novamente com contribuições do próprio Stallone e dirigido pelo competente artesão George Pan Cosmatos, Rambo II - A Missão investiu muito mais na ação que o filme anterior. E se naquele dominava uma posição crítica contra os próprios EUA (a inutilidade da guerra e o desprezo com que a América tratava aqueles que lutaram no Vietnã), nesta continuação ela é diluída no que, ao final, se mostra um discurso ufanista. Afinal, desta vez os EUA conseguem ganhar a guerra, e com apenas um soldado. Rambo mais uma vez não mata nenhum norte-americano, mas em compensação dizima montes de vietnamitas e russos! A segunda aventura de Rambo foi um estrondoso sucesso mundial, de modo que em 1988 Rambo III chegou às telas. Mais caro e com cenas de ação ainda mais espetaculares que a segunda parte, o filme foi dirigido pelo estreante Peter MacDonald, que até então fora apenas o diretor de segunda unidade da série. O roteiro desta vez foi escrito por Sheldon Lettich, que como de hábito recebeu retoques de Stallone. A crítica, que já torcera o nariz para as patriotadas de Rambo II, detonou com o novo filme, que na verdade não passa mesmo de uma reciclagem do título anterior, apenas trocando a selva do Vietnã pelo deserto do Afeganistão. Com um desempenho bem inferior nas bilheterias, Rambo III aposentou o herói (pelo menos até que chegue Rambo IV, atualmente em desenvolvimento). Passada a era Reagan e à vista dos acontecimentos atuais (e ideologias à parte), esta trilogia Rambo torna-se uma curiosidade que merece ser apreciada pelo que traz de atemporal – competentes filmes de ação que, adicionalmente, possuem trilhas sonoras antológicas compostas pelo falecido maestro Jerry Goldsmith. Obrigatórios para os fãs do herói e de Stallone.


OS DVDS
Este lançamento da Universal corresponde ao box da edição especial da trilogia Rambo lançada pela Artisan nos EUA e Europa em 2002. Disponibilizado aqui com o selo da francesa Studio Canal, este Rambo: A Saga Completa não sofre com a falta de extras que via de regra atinge os outros títulos desta polêmica parceria. E o preço de lançamento está ótimo (menos de R$ 60,00), apesar de que para isso a Universal, ao invés de usar um box, conseguiu colocar quatro DVDs dentro de uma só caixa Amaray. Isto faz com que, em cada um dos dois lados da embalagem, um disco seja encaixado sobre o outro, o que complica seu manuseio. Os menus dos DVDs são animados, os filmes são apresentados em seu formato original widescreen anamórfico na proporção 2.35:1, e a imagem possui qualidade muito boa. Contudo, devo ressaltar que, a exemplo dos outros lançamentos da Universal/Studio Canal, foram utilizadas transferências PAL, que possuem uma aceleração de 4% em relação às masters originais, reconvertidas para NTSC. Em conseqüência, apesar de a aceleração ser para a maioria dos espectadores imperceptível, mesmo em NTSC os filmes ficaram alguns minutos mais curtos que suas versões originais. Mas o problema maior é que, devido a algum problema no processo de reconversão das transferências PAL para NTSC, ocorre alguma perda da qualidade de imagem, como menor nitidez e ghosting. Isto também passará despercebido para a grande maioria, porém quem tiver um televisor grande (de 40 polegadas para cima) e prestar muita atenção, notará que, quando os personagens ou a câmera se movem, ocorre um efeito blurr um pouco acima do normal. O resultado final não fica muito comprometido porque, conforme as resenhas dos DVDs das Regiões 1 e 2, as transferências originais são excelentes. No aspecto do áudio, todos os filmes receberam faixas Dolby 5.1 (exceto nos comentários) em português e inglês. Nelas não notei efeito notável de aceleração, mesmo as trilhas sonoras de Jerry Goldsmith me soaram adequadas. Quanto à qualidade do áudio em si, não se compara à de outros lançamentos mais recentes. Falta maior espacialidade nos efeitos surround, bem como “brilho” e “peso” no som de modo geral. Quanto à dublagem em português, segundo quem conhece os DVDs de Rambo lançados anteriormente pela própria Universal, ela é nova, com vozes diferentes. Aliás, muitos saudosistas prefeririam que os DVDs trouxessem a antiga dublagem da TV, onde Stallone foi dublado pelo falecido André Filho. Finalizando, no que se refere à escolha das legendas, o detalhe é que, a exemplo de outros títulos da parceria, ela é vinculada à opção de áudio – por exemplo, inglês com legendas em português ou português sem legendas. Então, se você estiver a fim de treinar seu inglês, não poderá optar por assistir os filmes com áudio em inglês sem legendas, ou mesmo com legendas em inglês.

OS EXTRAS
Rambo: A Saga Completa traz os principais extras presentes na Special Edition lançada pela Artisan nas Regiões 1 e 2, em formato de tela fullscreen ou letterbox, com áudio original em inglês e legendas em português nos comentários em áudio, featurettes e documentários. Os dois primeiros filmes receberam um atraente conjunto de extras em seu respectivo disco, já os extras de Rambo III, à exceção dos comentários em áudio, foram colocados no DVD bônus. São eles:

Disco 1 - Rambo - Programado Para Matar
- Comentários em audio do escritor David Morrell – É a melhor faixa de comentários da trilogia. Morrell, além de ser o autor do livro original, demonstra ser um profundo conhecedor do filme e da franquia, sob qualquer aspecto;
- Esboço: Criando John Rambo - 20 Anos Depois (22:31) – Os principais envolvidos na produção do filme – David Morrell, Stallone, Ted Kotcheff, Mario Kassar e Andrew Vajna (estes dois os donos da Carolco) - relembram os fatos que viabilizaram a adaptação do filme para o cinema, o que acabou dando origem a uma lucrativa franquia;
- Rambo: Uma Retrospectiva (3:57) – Montagem com as principais cenas do filme;
- Galeria de fotos e cartazes;
- Trailer (1:59).

Disco 2 - Rambo 2 - A Missão
- Comentários em áudio de George Pan Cosmatos – Cosmatos fornece basicamente informações sobre as filmagens de diferentes cenas do filme, e as decisões que teve de tomar como diretor;
- Jornal de um Herói Americano (25:25) – Este documentário nos dá uma visão geral da trilogia, e também inclui depoimentos de David Morrell. Talvez a revelação mais surpreendente seja a origem do nome do herói: uma maçã;
- Temos de Ganhar Desta Vez - O Fenômeno Rambo (20:01) – Este talvez seja o melhor documentário do pacote, onde entre muitas informações sabemos detalhes do roteiro original de James Cameron e das alterações feitas por Stallone. Inclui depoimentos dos atores Charles Napier (o burocrata Murdock) e Julia Nickson (a agente Co);
- Making of (7:41) – Realizado na época das filmagens, mostra as locações e o treinamento de Stallone com arco e flecha;
- Trailer (2:40);
- Galeria de fotos e cartazes;
- Destaques da TV (3:05).

Disco 3 - Rambo 3
- Comentários em áudio de Peter McDonald – Por MacDonald ficamos sabendo, entre outras coisas, que o diretor original do filme seria Russell Mulcahy, de Highlander, e que o diretor estreante se sentiu pouco à vontade com a substituição.

Disco 4 - DVD Bônus
Fatos verídicos
- Afeganistão, Um País em Crise (29:44)
– Documentário bem objetivo e informativo, que analisa a aventura de Rambo no Afeganistão à luz da realidade do século 21;
- Forjando Heróis - Os Boinas Verdes (9:54) – Uma visão das unidades das Forças Especiais norte-americanas, e seu papel nas ações militares contemporâneas;
- O Vietnã contado pelos que o viveram (26:53) - Com depoimentos de militares, ativistas de esquerda e políticos, este documentário traz vários pontos de vista sobre o envolvimento dos EUA na Guerra do Vietnã;
O Lendário Rambo
- Rambo III - Fechando o Círculo (5:56)
– Montagem com as principais cenas do filme;
- Coragem e Glória (27:10) – Uma análise da enorme popularidade de Rambo no contexto da Era Reagan, e as filosofias políticas mostradas nos filmes;
- Rambonomics (3:16) – Neste featurette temos uma breve discussão sobre o faturamento dos três filmes, nos EUA e no resto do mundo;
- Material de Sobrevivência (8:41) – Usando imagens dos filmes, traz informações sobre as armas e veículos utilizados;
- O Preço de um Herói (4:33) – Sem dúvida o mais divertido e nostálgico extra, este featurette mostra cenas de ação protagonizadas por bonecos e outros brinquedos da linha Rambo – meu filho tinha vários deles!
- Making of (5:59) – Documentário curto, feito na época da rodagem de Rambo III;
- Trailer (2:01);
- Galeria de fotos e cartazes;
- Destaques da TV (3:16).

MENUS
Os menus são animados, introduzidos por cenas de cada filme. Num dos menus do disco bônus há um erro de grafia, ao invés de constar "O Lendário Rambo", escreveram "O Landário Rambo".

DVDs COMENTADOS