DRAGÃO VERMELHO
Direção: Brett Ratner
Elenco:
Anthony Hopkins, Edward Norton, Ralph Fiennes, Harvey Keitel, Emily Watson, Mary-Jones Parker, Philip Seymour Hoffman

Distribuidora: Universal
Região: 4

Ano: 2003

Nº de discos: 2
Cotações:
Filme:
DVD:

Comentários de
Jorge Saldanha

o filme
O terceiro filme da trilogia Hannibal Lecter é realmente curioso. Para começar, toma por base o primeiro livro do escritor Thomas Harris, que introduziu o personagem. Esta obra, Dragão Vermelho, já havia sido adaptada pelo diretor Michael Mann em 1986 no thriller Manhunter (que no Brasil manteve o título original do livro, Dragão Vermelho, apesar de ter sido exibido na televisão como Caçador de Assassinos), estrelado por William Petersen e Joan Allen. Nele, Lecter fazia somente uma breve aparição, interpretado pelo inglês Brian Cox. Ou seja, além de ser uma refilmagem, este novo Red Dragon é também uma "prequel" de O Silêncio dos Inocentes, o aclamado filme de Jonathan Demme que causou frisson no início da década de 90 e que transformou o psiquiatra canibal em um dos maiores ícones do cinema de horror. Outro fator de curiosidade é o fato de os produtores terem escolhido como diretor Brett Ratner, até então mais conhecido por comédias de ação como os dois A Hora do Rush. Também considero a escolha do elenco, para dizer o mínimo, atípica. Fora o óbvio retorno de Anthony Hopkins como Hannibal (como sempre, em desempenho excepcional), o restante do cast é integrado por atores e atrizes de inegáveis qualidades, mas de discutível adequação aos papéis que interpretam. Se você ainda não viu o filme, tente imaginar: Edward Norton, com aquela eterna cara de criança e voz irritante, na pele de Will Graham, o policial do FBI que capturou Lecter e agora necessita de sua ajuda para capturar o serial killer conhecido como "Fada dos Dentes"; o cândido Ralph Fiennes como Dolarhyde, o dito serial killer, correndo nú, exasperado e com uma enorme tatuagem que se estende de seus ombros até as nádegas; Emily Watson como uma cega de olhos arregalados que quer transar com o maníaco; e o tampinha Harvey Keitel no papel de Jack Crawford, que em O Silêncio dos Inocentes foi interpretado pelo nada baixinho Scott Glenn. Mas todas estas estranhezas, que poderiam liquidar com o clima do filme, são mais do que compensadas pela direção surpreendentemente boa de Ratner, que teve a sorte de contar com um roteiro exemplar de Ted Tally, que já trabalhara no oscarizado O Silêncio dos Inocentes. Menos violento que Hannibal e muito distante dos sustos e da opressão característicos de O Silêncio dos Inocentes, Dragão Vermelho ainda assim é um dos melhores filmes do gênero a aportar recentemente nas telas. Adicionalmente, o filme já de saída reserva uma boa (para mim pelo menos) surpresa: a aparição do maestro e compositor Lalo Schifrin (de quem Ratner é fã confesso) como o regente de um concerto. Para fãs do suspense e do nosso querido canibal, é um filme de locação (e até mesmo de aquisição) obrigatória.  

O DVD
Depois de ser lançado em uma versão sem extras para locação, Dragão Vermelho recebeu da Universal uma versão para venda direta que nada deve às ótimas versões em DVD de O Silêncio dos Inocentes e Hannibal. Os menus são animados, com música de fundo e um design adequado ao tom sombrio do filme. A imagem possui uma ótima transferência widescreen anamórfica 2.35:1, preservando o formato original de cinema com ótimos colorido e nível de preto. Os níveis de brilho e contraste também estão muito bons, e não percebemos artefatos digitais de compressão. Os recursos de áudio são excelentes - inglês e português em Dolby Digital 5.1 e em inglês DTS 5.1, todos com ótimo envolvimento e dando destaque especial à música de Danny Elfman.

OS EXTRAS
O DVD traz muitos extras que permitem uma visão extensa do processo de produção de Dragão Vermelho, todos legendados.

Disco 1 (legendas em português e inglês):
- Comentários de áudio: com o diretor Brett Ratner e o roteirista Ted Tally, sobre vários aspectos do filme e sobre a produção; 
- Trilha Sonora Isolada de áudio: além da trilha sonora do filme, traz também comentários do compositor Danny Elfman, que fala sobre seu melhor trabalho em muitos anos. 

Disco 2 (todos os extras são legendados em vários idiomas, incluindo o português):
- Bastidores: entrevistas com o elenco, equipe de produção e cenas de bastidores, com 14 min 18 seg de duração;
- Anthony Hopkins, Lecter e Eu: Hopkins fala sobre o seu personagem durante 4 min 25 seg;
- A Cadeira de Rodas em Chamas: making of da cena em que a cadeira de rodas desce uma rua em chamas, com 4 min 2 seg;
- Efeitos Visuais: análise de como foram feitos os efeitos visuais de várias cenas, com duração de 4 min e 26 seg (Sangue na Camisa de Lecter, As gengivas de Dolarhyde, Externa do Edifício da Croma Lux, Remoção do Telefone, Exterior Noturno da Casa de Graham, Exterior da Casa de Dolarhyde, Remoção de Fios da Cena da Cadeira de Rodas, Remoção da Coleira e Explosão da Casa);
- Storyboards: traz comparações de 4 cenas entre storyboards e o filme finalizado, com duração de 8 min 40 segundos;
- Diário em Vídeo: provavelmente o bônus mais interessante, é um documentário de aproximadamente 40 minutos que acompanha o diretor Ratner nas fases de pré-produção, filmagem e em alguns momentos da premiére. Inclui a procura por locações, criação de cenários e uma surreal visita de Michael Jackson ao set de filmagem;
- Aplicação da Maquiagem: pequeno making of sobre como foi criada a maquiagem para a cena do olho espelhado. Inclui comentários do diretor Brett Ratner e do supervisor dos efeitos de maquiagem Matthew Mungle, com 46 segundos de duração;
- Arquivos do FBI: investigador do FBI fala durante mais de 8 minutos sobre a mente dos serial killers;
- A Cena do Crime: outro making of, desta vez sobre a cena do assassinato na casa dos Leeds, com 3 min 37 seg de duração;
- Cenas Adicionais: 7 cenas excluídas (5 min 20 seg); 4 versões alternativas das cenas (4 min 28 seg); 3 cenas adicionais (12 min 9 seg). Em todas você pode optar por ver as cenas com comentários do roteirista, diretor e/ou montador;
- Filme de Estudante: o primeiro (e tosco) filme feito pelo diretor Ratner, na faculdade. O curta é mudo e em preto e branco, com 3 min 38 seg de duração;
- Trailer de Cinema: 2 min 3 seg de duração;
- Trailer Teaser do Hulk: 1 minuto de duração;
- Conteúdo para DVD Rom: acesso a portal da Universal com informações sobre produtos que estão para serem lançados no mercado, e mais informações exclusivas sobre o filme Dragão Vermelho.

Em suma, temos aqui um bom filme em um DVD duplo tecnicamente perfeito, que lhe proporcionará horas de entretenimento.

DVDs COMENTADOS