HOMEM-ARANHA 3 (EDIÇÃO ESPECIAL)
Direção: Sam Raimi
Elenco:
Tobey Maguire, Kirsten Dunst, James Franco, Thomas Haden Church, Topher Grace, J.K. Simmons, Bryce Dallas Howard, Rosemary Harris, James Cromwell, Theresa Russell, Dylan Baker, Bill Nunn
Distribuidora: Sony

Duração: 139 min.

Região: 4

Lançamento: 26/09/2007

Nº de discos: 2
Cotações:
Filme:
DVD:

Comentários de
Jorge Saldanha e Edinho Pasquale

o filme
Em Homem-Aranha 3, Peter Parker (Tobey Maguire) finalmente conseguiu encontrar o equilíbrio entre sua devoção à namorada M. J. (Kirsten Dunst) e sua obrigações de super-herói. Mas quando a sua roupa de Homem-Aranha repentinamente é contaminada por uma forma de vida extra-terrestre, tornando-se negra e aumentando seus poderes, ela também transforma Peter. Sob a influência dessa nova roupa, Peter se torna convencido e arrogante, passando ainda a negligenciar as pessoas que mais ama. Dois novos vilões, Homem-Areia (Thomas Harden Church) e Venom (Topher Grace) se unem para arquitetar uma incrível vingança contra o Homem-Aranha, enquanto Peter trava uma batalha consigo mesmo. O Homem-Aranha vai ter que redescobrir a compaixão que faz ele ser quem realmente é: um herói.

Este terceiro filme de um dos mais populares heróis do quadrinhos de todos os tempos era aguardado com grande expectativa. Além de contar novamente com a competência de Sam Raimi na direção e manter todo o elenco original, ele traria dois grandes vilões do universo aracnídeo - O Homem-Areia e o simbionte Venom. Além do mais, a qualidade da série vinha numa curva ascendente, já que Homem-Aranha 2, na minha opinião, é um dos melhores filmes de super-heróis já feitos. A receita básica continua a mesma, ou seja, contrapor os combates do Aranha com super-vilões aos problemas pessoais de Peter Parker - os sacrifícios feitos em sua vida pessoal para ser o Aranha, seu relacionamento problemático com a namorada Mary Jane, o trauma que o persegue após a morte de seu Tio Ben, etc. Mas desta vez a receita não funcionou muito bem e, ao final, Homem-Aranha 3, apesar de não ser ruim, acabou sendo o filme mais fraco das trilogia - contrariando as expectativas gerais. E a razão para isso é óbvia: há muitas sub-tramas jogadas no roteiro, que não consegue combiná-las direito. O Aranha agora tem de enfrentar três vilões - além do Homem-Areia e Venom, Harry Osborn assume a identidade do Duende Macabro para vingar a morte de seu pai. No lado pessoal, após ser contaminado pelo simbionte que mais tarde se tornará Venom, o Aranha desenvolve um lado "mal" que se estende ao seu alterego Peter Parker, que adota um visual dark e age incorretamente, cortejando a bela Gwen Stacy (a linda Bryce Dallas Howard) na frente de Mary Jane, humilhando o fotógrafo concorrente Eddie Brock, que mais tarde se transformará em Venom, e comportando-se publicamente como uma versão "emo" do Tony Manero de Os Embalos de Sábados à Noite (ou seria um "Emo-Aranha"?). Além do mais, Peter descobre que Flint Marko, o Homem-Areia, é o verdadeiro assassino de seu tio, e decide vingar-se. No meio de toda essa sede de vingança (tanto de Peter como de Harry), Mary Jane, com inveja da popularidade de Peter e com ciúmes de Gwen, torna-se uma personagem simplesmente detestável em boa parte do filme. Chegou num ponto em que realmente torci para que Peter a trocasse pela Gwen. Tudo isso é empurrado até o clímax do filme, que parece querer compensar com mais e maiores efeitos visuais as deficiências do roteiro. E de fato há algumas seqüências eletrizantes, como o primeiro combate entre o Aranha e o Duende, e o confronto final num prédio em construção. Menos mal que o filme se mantenha fiel à essência dos quadrinhos, e que também proporcione alguns momentos divertidos. O filme foi mais um grande sucesso de bilheteria, mas as críticas negativas colocaram em xeque a continuidade da franquia. Por continuar sendo muito lucrativa, duvido que ela se encerre aqui. Mas quanto à permanência de Raimi e Maguire no próximo filme, isso já é outra história. Raimi declarou querer partir para outros projetos, e Maguire está mexendo os pauzinhos para produzir e estrelar o que poderá ser uma nova franquia, baseada nos animês Robotech.

O DVD
Como de praxe, a Sony colocou no mercado duas versões de Homem-Aranha 3: a simples, também vendida para locação, e a edição com dois DVDs, que agrega mais um disco apenas de extras. O habitual padrão de qualidade está mantido, com a transferência do filme possuindo uma imagem imagem perfeita, sem artefatos ou granulações e cores vibrantes. Depois do fiasco de Homem-Aranha 1, lançado originalmente em fullscreen (e felizmente depois relançado na versão Superbit), a distribuidora está mantendo o formato original widescreen anamórfico, na proporção de 2.40:1. O áudio Dolby Digital 5.1 em inglês e português é exemplar, com ótima divisão entre os canais, graves potentes e efeitos surround excelentes (experimente ouvir a cena da transformação de Marko em Homem-Areia). As legendas, amarelas como em todos os lançamentos da Sony, estão disponíveis em português e inglês.

OS EXTRAS
Sem surpresa, há muitos e ótimos extras à disposição, nos dois DVDs desta edição especial. À exceção de trailers e spots, tudo está com áudio original 2.0 e legendado em português.

Disco 1

  • Comentários de Sam Raimi e Elenco – Podemos assistir o filme acompanhado dos comentários do diretor e do elenco principal. Traz boas curiosidades de bastidores e alguns momentos divertidos;

  • Comentários dos Realizadores – Esta faixa de comentários dos produtores e dos responsáveis pelos efeitos visuais trazem as informações mais técnicas, que agradarão àqueles que gostam de se aprofundar nos detalhes de produção;

  • Erros de Gravação (6:43) – Vídeo bem divertido, mostrando cenas que não deram certo e outras gracinhas;

  • Galerias – Muitas imagens divididas em cinco categorias: “Rascunhos”, “Pinturas”, “Esculturas”, “Efeitos Especiais” e “Diretor & Elenco”;

  • Videoclipe (4:35) - "Signal Fire" de Snow Patrol;

  • Trailers – Prévias de vários novos lançamentos da Sony, incluindo a nova tecnologia de alta definição “Blu-ray”.

Disco 2

  • Construindo o Homem Areia - São quase 14 minutos explicando os detalhes da elaboração e realização do personagem, com efeitos especiais que realmente impressionam;

  • Reimaginando o Goblin – Desta vez são mais de 11 minutos explicando o novo perfil do personagem, suas características e a sua realização, com vários depoimentos e cenas de bastidores;

  • Coberto de Preto: Criando Venon – Seguindo o mesmo esquema dos dois documentários anteriores, temos todas as informações sobre o alienígena. Com 15 minutos e meio;

  • Se Segurando... Gwen Stacy e o Prédio em Colapso – Um ótimo detalhamento sobre esta impressionante cena com efeitos visuais incríveis, sendo bem explicados nos 10 minutos de duração;

  • Lutando, Voando e Dirigindo: Os Dublês – São quase 20 minutos mostrando o trabalho dos dublês, que fazem uma parte bem importante no filme, pois como se sabe o filme tem como grande mérito suas cenas de ação, e aqui algumas são bem detalhadas;

  • As Histórias de Amor de Homem-Aranha 3 – Já nesta parte de 9 minutos se fala um pouco mais do roteiro “romântico” que o filme possui;

  • Parede D'Água – Mais uma cena que é esmiuçada, com mais de 7 minutos;

  • Cortando a Teia – Aqui o tópico é a edição do filme e sua pós produção, em 4 minutos;

  • A Ciência do Som – Os ótimos efeitos sonoros e a trilha do filme são bem explicadas, sendo que este extra está com 5.1 canais de áudio, para um melhor entendimento. Destaque para o depoimento do simpático compositor Christopher Young, que assumiu o posto que até aqui era ocupado por Danny Elfman. Muito legal, com 16 minutos;

  • Nova York - Dos Telhados aos Guetos – 13 minutos mostrando as filmagens na cidade e a sua importância para o personagem central, com boas cenas de bastidores da Big Apple;

  • Cleveland: A Perseguição na Avenida Euclid – Mais um detalhamento de cena, bem completo, com quase 7 minutos;

  • Comerciais de TV no Mundo – São comercias exibidos em 8 países, inclusive no Brasil. Todos sem legendas e nos seus idiomas originais;

  • Trailers de Cinema – São 3 trailers finais e um que chamamos de teaser, ou seja, o que é exibido antes da produção final do filme, como um “chamariz”. Também não há legendas em nenhum deles.

MENUS
Os menus  animados são muito legais, um grande avanço em relação aos menus sem graça de Homem-Aranha 2.

DVDs COMENTADOS