JORNADA NAS ESTRELAS: A NOVA GERAÇÃO - PRIMEIRA TEMPORADA
Direção: Vários
Elenco:
Patrick Stewart, Brent Spiner, Jonathan Frakes, Marina Sirtis, LeVar Burton, Gates McFadden
Distribuidora: Paramount
Duração: 1182 min.
 

Região: 4

Lançamento: 11/07/2006

Nº de discos: 7
Cotações:
Filme
DVD

Comentários de
Jorge Saldanha

SINOPSE
No século 24, o Capitão Jean-Luc Picard (Patrick Stewart) assume o comando da nova U.S.S. Enterprise 1701-D, nave capitânea da Federação. Rumando para a Estação Longínqua, a Enterprise é capturada pelo onipotente ser conhecido como Q, que considera a humanidade uma raça não apta para explorar o espaço profundo, devido ao seu passado violento. Picard propõe a Q que a humanidade seja julgada de acordo com as atitudes da tripulação frente a um desafio. Q concorda em observar o comportamento do Capitão e dos tripulantes da Enterprise, que chegando na Estação Longínqua deparam-se com um grande mistério.

COMENTÁRIOS
Em 1987, Gene Roddenberry, aproveitando a boa repercussão dos filmes de Jornada nas Estrelas, teve carta branca para fazer a franquia retornar à sua origem, a televisão. Com maior liberdade criativa do que quando lançou a Série Clássica, nos anos 80, Roddenberry moldou melhor o conceito do novo programa à sua visão otimista do futuro da humanidade. Deste modo, as tramas de Jornada nas Estrelas: A Nova Geração foram engendradas de forma mais politicamente correta, e a nave tornou-se menos militarizada, de forma a receber famílias e crianças. Até mesmo um klingon, tradicional raça inimiga da Federação nos tempos do Capitão Kirk, entrou para a tripulação. A inclusão do andróide Data (Brent Spiner), permitiu que vários episódios explorassem um tema caro à ficção científica - a máquina que procura tornar-se humana. Esta primeira temporada, a que sem dúvida foi mais vezes reprisada na televisão brasileira, é considerada uma das mais fracas da série, que só entraria mesmo nos trilhos a partir do seu terceiro ano. Aqui, os personagens ainda não estão claramente definidos, e muitos episódios são meras variações de histórias já vistas na Série Clássica. Mesmo assim, há um bom conjunto de episódios que inclui "Onde Ninguém Jamais Esteve", "O Último Adeus", "Datalore" "11001001", "Terra Natal", "O Âmago da Glória", "Conspiração" e "A Zona Neutra", entre outros.

O DVD
Com quatro anos de atraso em relação ao seu lançamento nos EUA, o box da primeira temporada de Jornada nas Estrelas: A Nova Geração chegou ao Brasil, trazendo os 26 episódios da temporada distribuídos em sete discos. Diferentemente do que fez quando lançou a Série Clássica
por aqui, em caprichadas embalagens plásticas importadas, a Paramount disponibilizou os DVDs da Nova Geração numa embalagem disgistak similar à utilizada em Jornada nas Estrelas: Enterprise. Se por um lado o box não fica tão bonito para colecionadores, ele ganha em praticidade e, principalmente, permite reduzir o custo do produto. Além do mais, a luva de cartolina metalizada que envolve os DVDs é bonita, e esta embalagem não faz feio ante a que atualmente está disponível na Europa - de fato, é praticamente idêntica. O problema maior talvez esteja no conteúdo da embalagem, que paga um tributo por ter sido um lançamento pioneiro lá fora. A Paramount, infelizmente, não teve com estes episódios da Nova Geração (filmados no formato em que estão no box, em tela cheia) o mesmo capricho posteriormente dispensado aos da Série Clássica, que foram restaurados e remasterizados, e apesar de serem bem mais velhos estão com uma qualidade de imagem muito superior. A distribuidora simplesmente pegou as mesmas masters usadas para os VHS e laserdiscs da Nova Geração, e os transferiu para DVD, sem qualquer melhoria. O resultado é uma imagem não muito nítida, onde por vezes as cores estão um pouco esmaecidas ou com um tom estrabho, e há granulação em várias cenas. As cenas de efeitos especiais, à época feitas em vídeo para agilizar a produção e baratear custos, também não ajudam. Já no áudio, a coisa melhora. Originalmente gravado em Dolby Stereo e remixado para 5.1 canais, o som original em inglês tem boa qualidade e fidelidade, apesar de não ser muito rico em efeitos surround. A dublagem em português incluída é a mesma feita pela VTI no final dos anos 80, 2.0 mono e com qualidade muito inferior. Em cenas do episódio piloto que não foram exibidas na TV, temos apenas áudio em inglês com legendas, que estão disponíveis em português, inglês e espanhol.

OS EXTRAS
Também neste quesito este primeiro lançamento da Nova Geração perde para os demais boxes da franquia já lançados aqui, mas de qualquer modo os extras, intitulados "Diários da Missão", são bem interessantes e agradarão aos fãs, já que documentam com cenas de bastidores e entrevistas o nascimento da estimada série:

  • O Início - Como o nome indica, este featurette de 18 minutos foca as origens da nova série, moldada à visão de Gene Roddenberry. Inclui depoimentos de Roddenberry, Patrick Stewart, Robert Justman (que foi produtor da Série Clássica), Rick Berman (na época co-produtor executivo), Jonathan Frakes, Marina Sirtis, Denise Crosby e outros membros do elenco;

  • Análise da Tripulação - Este segmento de 15 minutos traz membros do elenco da primeira temporada, falando sobre seus personagens, trabalhos anteriores e suas impressões sobre o legado de Jornada nas Estrelas, em depoimentos de 1994 - ano em que a série foi encerrada;

  • Produzindo uma Lenda - Com pouco mais de 15 minutos, este extra apresenta comentários de membros da equipe de produção da primeira temporada - Michael Westmore (maquiagem), Herman Zimmerman (desenhista de produção), Mike Okuda (desenhista de cenários), Richard Stembach (desenhista de cenários), Dan Curry (efeitos visuais), Peter Lauritson (co-produtor), Rick Berman e outros;

  • Missões Inesquecíveis - Neste featurette de 17 minutos, o elenco e membros da equipe discutem episódios específicos, e lembram eventos que ocorreram durante a produção da primeira temporada.

MENUS
Apesar de animados, estes são os menus mais simples e feios dos boxes da franquia lançados até agora por aqui. Nem se comparam aos que foram feitos para a Série Clássica, que reproduziam em 3-D a ponte da Enterprise.

DVDs COMENTADOS