MALDITAS ARANHAS! (Eight Legged Freaks, EUA, 2002)
Gênero: Ficção Científica, Terror, Comédia
Duração: 99 min.
Estúdio: Warner Bros.
Elenco: David Arquette, Kari Wuhrer, Scott Terra, Scarlett Johansson, Doug E. Doug, Leon Rippy, Rick Overton , Matt Czuchry
Compositor: John Ottman
Roteiristas: Ellory Elkayem, Randy Kornfield, Jesse Alexander
Diretor: Ellory Elkayem

Simpáticos aracnídeos

Homenagem a filmes B dos anos 50 é na verdade uma sátira, provocando mais risadas do que sustos

O diretor-roteirista Ellory Elkayen parece obcecado por insetos e similares. Sua primeira obra foi um curta no qual a própria mãe era perseguida por um inseto gigante, e no seu telefilme THEY NEST uma ilha do Maine era invadida por insetos que entravam no corpo de suas vítimas. Essa fixação interessou aos produtores Dean Devlin e Roland Emmerich, que desde os anos 90 vem colocando nas telas alienígenas (INDEPENDENCE DAY) e lagartos gigantes (GODZILLA) mais do que inspirados em filmes de ficção-científica dos anos 50.  O resultado é este MALDITAS ARANHAS!, uma irreverente homenagem àqueles filmes B que, no auge da paranóia nuclear, eram exibidos nos drive-ins norte-americanos e que via de regra mostravam gigantescos animais contaminados pela radiação nuclear. O filme parece ser uma mistura de O MUNDO EM PERIGO (1954) e TARÂNTULA (1955), sendo que o primeiro inclusive é visto sendo exibido em uma TV.

Em uma pequena e falida cidade mineira do Arizona, um tonel contendo substâncias químicas cai em um riacho e contamina os grilos do local, fazendo-os crescer acima do normal. Um excêntrico criador de aranhas usa estes grilos "vitaminados" para alimentar os aracnídeos, que em breve adquirem um tamanho descomunal, devoram o seu dono e mudam-se para a mina abandonada. Em breve, os animais da região começam a ser devorados, até que as aranhas resolvem mudar de cardápio e passam a atacar os seres humanos. Caberá então a Chris McCormack (David Arquette, da trilogia PÂNICO), a xerife Sam Parker, o garoto Mike e um locutor de rádio paranóico (que acha que as aranhas são, na realidade, aliens) tentar descobrir uma maneira de destruir os "monstros de oito pernas". 

Se aqueles antigos filmes de FC se levavam a sério, este é uma bem-humorada reciclagem que reúne todos os clichês do gênero - a cidadezinha, o herói relutante, o xerife, o menino prodígio no qual ninguém acredita e, é claro, os bichos gigantes: aranhas armadeiras, tecedeiras, saltadoras e uma gorda tarântula que derruba os obstáculos como se fosse um tanque de guerra. Porém, os aracnídeos (todos muito bem feitos em CGI) provocam mais risos do que sustos, em seqüências como a perseguição aos motoqueiros no deserto e na invasão do shopping (sim, a cidade tem um shopping, construído pelo prefeito ganancioso e que normalmente está deserto, até se tornar o único refúgio contra os bichos). Para acentuar o humor, as aranhas emitem alguns sons engraçados, e tenho até a impressão que, no momento em que foi atingida por um tiro, uma delas gritou "Oh no"!

Sem nenhum ator muito conhecido no elenco (a maioria serve mesmo apenas como comida para as aranhas) e produzido com recursos bem mais modestos do que as recentes produções da dupla Emmerich/Devlin, MALDITAS ARANHAS! é um filme na linha do bom O ATAQUE DOS VERMES MALDITOS (até os títulos em português são parecidos), e é até mais divertido do que o milionário GODZILLA. Se você curte o gênero, vale a pena conferir.

Cotação:
Jorge Saldanha
FILME EM DESTAQUE