Compositores
www.scoretrack.net

DAVID ARNOLD

Trabalhos de David Arnold comentados no ScoreTrack:

Casino Royale (2006)
Die Another Day
Godzilla (1998, Score)

Independence Day
The Musketeer
Quantum Of Solace
Shaft (2000, Original Score Promo)
Stargate: Deluxe Edition

Tomorrow Never Dies (Score)
Wing Commander
The World is Not Enough
 

Jorge Saldanha

David Arnold nasceu no ano de 1962 em Luton, Inglaterra, e começou a sua carreira compondo para filmes de baixo orçamento de seu amigo Danny Cannon. Mas realmente começou a chamar atenção a partir de sua colaboração com a cantora islandesa Björk em seu sucesso "Play Dead". A trilha para The Young Americans, de Cannon, veio logo a seguir, em 1992.

Arnold tornou-se um nome respeitável entre os compositores de Hollywood após a sua primeira parceria com o diretor Roland Emmerich, a aventura de ficção-científica Stargate, de 1994. A trilha, na qual Arnold injetou elementos de clássicos como Os Dez Mandamentos e Lawrence da Arábia, combinados com o grande estilo orquestral consagrado por John Williams nos anos 70, é um dos pontos altos do filme.

O filme seguinte de Emmerich foi o recordista de bilheteria de 1996 Independence Day. O CD com a trilha original (possui edição nacional) ocupou por várias semanas o topo da lista dos discos clássicos mais vendidos. David Arnold deu ao filme, uma mistura de ficção científica e disaster-movie, um toque final de grandiosidade. Em faixas como "The Darkest Day" a música é ameaçadora, como a própria presença das gigantescas naves alienígenas. Em outras, como "Base Attack", a furiosa orquestração nos coloca no meio das cenas de destruição e combate aéreo. O disco encerra com a longa "End Titles" (9,08 min.), uma verdadeira celebração à vitória, onde todo o poder da música de Arnold nos atinge.

Em 1997, um grande desafio foi colocado para o jovem compositor: após as inovações de Eric Serra em 007 Contra GoldenEye, que não agradaram, os produtores de 007 - O Amanhã Nunca Morre resolveram retornar ao clássico "Bond Sound",  celebrizado nos anos 60 e 70 por John Barry. Arnold é um fã confesso tanto do agente 007 como de Barry, e admitiu ter levado várias de suas composições para a aprovação do veterano compositor.  Não há dúvida que Arnold, hoje o novo compositor oficial da série, seguiu as orientações de Barry bem demais.  Apesar de o estilo característico de David Arnold estar presente, em determinados momentos o que ouvimos é puro John Barry dos tempos de Goldfinger ou Thunderball.  Em momentos vibrantes, Arnold revitaliza a música de Bond com uma orquestração ao mesmo tempo tradicional e inovadora, em faixas como "Backseat Driver".

A mais recente trilha de Arnold para Roland Emmerich foi Godzilla, de 1998. O tema de abertura nos remete em sua parte inicial às músicas "espaciais" que John Barry compôs para os filmes de James Bond ("Space March", "007 and Counting"). Em momentos de ação, o que ouvimos nos lembra os ritmos percussivos empregados por John Williams em O Mundo Perdido. Referências à parte, é um ótimo score, com direito a um emocionante coral ouvido no momento da morte do único membro do elenco que não merecia este triste destino...

Em 1999, Arnold e Kevin Kiner, que já haviam trabalhado juntos na fracassada série de TV O Visitante, igualmente produzida por Emmerich, compuseram a partitura para a versão cinematográfica de Wing Commander, uma série de games de sucesso. A trilha é definida como tendo "tema de David Arnold, e score de Kevin Kiner", porém quem apreciou a música de Independence Day e Godzilla, poderia jurar que a trilha foi integralmente composta por Arnold. Kevin Kiner, com base no  tema do  colega, criou um trabalho com ênfase nos metais e percussão. A trilha é orquestrada e regida por Nicholas Dodd, habitual colaborador de Arnold, sendo ideal para os fãs do grande - e alto - som orquestral.

Para os filmes da série de James Bond, 007 - O Mundo Não é o Bastante e 007 - Um Novo Dia para Morrer, Arnold retorna à formula de sucesso de O Amanhã Nunca Morre, porém com uma progressiva maior ênfase em elementos techno para as seqüências de ação. 

Arnold trabalha ao lado do diretor, atores e equipe em cada filme, e aprecia estar envolvido em todos os processos da produção. Além de seu trabalho no cinema, o compositor produz discos, como o álbum tributo a James Bond 'Shaken and Stirred', no qual artistas contemporâneos como Pulp, Iggy Pop e Chrissie Hynde regravaram canções clássicas da série.

Filmografia de David Arnold, cortesia de Internet Movie Database.

VOLTAR PARA COMPOSITORES