Compositores
www.scoretrack.net

BRONISLAU KAPER (1902-1983)

Trabalhos de Bronislau Kaper comentados no ScoreTrack:

Música para Monstros: Bakaleinikoff, Salter, Buttolph, Gertz, Kaper, Lavagnino, Roemheld e Stein

Serenata para um Leão: O Departamento Musical da MGM

Tarso Ramos

Bronislau Kaper nasceu em Varsóvia, Polônia, no dia cinco de fevereiro, provavelmente no ano de 1902, pois seu certificado de nascimento sofreu várias alterações e não é possível precisar a data. Iniciou seus estudos de piano aos seis anos. Após combinar um curso de Direito na Universidade de Varsóvia com os estudos de piano e Teoria Musical no Conservatório de Música de Varsóvia, resolveu dedicar-se exclusivamente à música, e mudou-se para Berlim. Por volta de 1933 já havia composto música para concertos e canções para muitos filmes da França, Inglaterra, Polônia e Alemanha, normalmente utilizando pseudônimos, para fugir da corrente anti-semita. Alguns dos filmes europeus que levam sua assinatura nas trilhas são: Die Grosse Attraktion (1931), Chant du Destin (1933) e Nuits Moscovites (1934).

Após se mudar para Paris, foi “descoberto” por Louis B. Mayer, que teria ouvido a canção “Ninon”. Em 1936 o compositor transferiu-se para Hollywood, onde foi contratado pela MGM, e escreveu para o estúdio até o início dos anos 60. Ele era conhecido principalmente como compositor de canções e ficou restrito a este trabalho durante os primeiros quatro anos na MGM. Algumas de suas canções dessa época são muito conhecidas: All God´s Chillun Got Rhythm, Cosi Cosa, San Francisco e
You’re All I Need.

Em 1940 ele já tinha experiência para escrever trilhas sonoras e suas aproximadamente cem trilhas para o cinema americano incluem: The Chocolate Soldier (1941), Bataan (1943), Bewitched (1945), The Stranger (1946), Green Dolphin Street (1947), That Forsyte Woman (1949), The Red Badge Courage (1951), Invitation (1952), Them!
(1954), Her Twelve Men (1954), The Glass Slipper (1955), The Brothers Karamazov (1958), Auntie Mame (1958) e Home From The Hill (1960). Em 1953, Kaper ganhou um Oscar por Lili, que continha a canção “Hi-Lili, Hi-Lo”, e ainda recebeu mais três indicações durante sua carreira. Algumas de suas composições favoritas são: Lord Jim (1965), Mutiny On The Bounty (1962),  The Swan (1956) e “Polonaise”, esta para a Brodway.

O compositor foi membro diretor da Academy of Motion Picture Arts and Sciences e membro da Los Angeles Philharmonic Society.

Bronislau Kaper morreu em 25 de abril de 1983.

Filmografia de Bronislau Kaper, cortesia de Internet Movie Database

VOLTAR PARA COMPOSITORES