Cine & Música
www.scoretrack.net

23 de abril de 2006

Caros leitores, o Cine & Música tem o prazer de oferecer-lhes, a partir desta e nas próximas colunas, a série “Instrumentos”, que visa informar mais sobre esses personagens que fazem parte da vida de todos nós.

Boa leitura!

Instrumentos: PIANO

O piano, contrariando o que muitos possam pensar, é um instrumento de percussão. É assim definido porque seu som é produzido quando os batentes, pequenos martelinhos cobertos por um material macio, ativados pelas teclas, tocam as cordas esticadas que se localizam dentro do piano.

O vibrar das cordas emite o som que estamos acostumados a ouvir quando um concertista pratica seu dedilhado sobre as teclas brancas e pretas, onde as brancas correspondem às notas tradicionais (dó, ré, mi, fá, sol, lá, si)
, e as pretas correspondem a seus respectivos sustenidos (meio tom acima)

Por ser um instrumento que ocupa muito espaço, o piano moderno tem duas versões: o piano de cauda, onde as cordas são postadas horizontalmente (ocupando assim muito espaço), e o piano de gaveta, que tem suas cordas postadas verticalmente.
Assim como um carro, o piano também necessita de controle nos pés – geralmente conta com dois ou três pedais, sendo sempre o da direita o que permite que as cordas vibrem livremente, dando uma sensação de prolongamento do som.

Além de ser um instrumento de extrema importância para a música, o piano é um personagem carimbado no cinema. Filmes como O Pianista, Shine, A Lenda do Pianista do Mar e, obviamente, O Piano, entre outros, dão ao piano uma roupagem maior do que apenas um instrumento musical.


Cenas Clássicas:

Algumas cenas com piano ficaram marcadas no cinema, como a antológica passagem do filme Quero ser Grande, onde Tom Hanks sapateia o teclado eletrônico no chão da loja de brinquedos. Outras duas cenas muito bonitas com piano são, além de tudo, momentos poéticos em contexto com a trilha – uma delas é a do filme Minha Amada Imortal, onde Beethoven toca a “Sonata ao Luar” tirando o som da alma do instrumento. A outra é a cena na qual Tom Hanks e Paul Newman dedilham juntos o piano do filme Estrada para a Perdição.

Temas Marcantes

Os compositores, em sua maioria, usam o piano como instrumento base para a composição, e são responsáveis por temas fantásticos que sempre exaltarão o piano como um membro da orquestra. Segue minha homenagem a três compositores que conseguiram criar temas tocantes para o piano e a telona: 

Senhores, parabéns pelo trabalho!!! E enquanto o cinema contar com compositores que escrevem seus temas no piano ao invés do computador, sua música continuará rica e, vamos assim dizer, positivamente tradicional.

Lucas Vandanezi
lvandanezi@scoretrack.net

TODAS AS COLUNAS
VOLTAR PARA A PÁGINA INICIAL