Cine & Música
www.scoretrack.net

30 de janeiro de 2009

Os Top 10 compositores 2008

Saiba quem foram os compositores de trilhas sonoras que se destacaram em 2008, e quais os trabalhos que os colocaram em evidência.

10º: James Horner - O Menino do Pijama Listrado: Baseado no best seller de John Boyne, a fábula de uma amizade entre duas crianças (um judeu e um alemão) foi magnificamente transformada em trilha pelo compositor James Horner, que há tempos não demonstrava tamanha inspiração. Composta basicamente no piano, é uma trilha tão encantadora e forte quanto sua história, contada através de uma beleza triste.

9º: Nico Muhly- The Reader: Nico Muhly, compositor croata e discipulo de Phillip Glass e John Corigliano, passou por uma transformação neste ano de 2008- de pouco conhecido a muito conhecido, onde o longa em questão, The Reader, conseguiru ainda abocanhar uma indicação ao Oscar de Melhor Filme. A trilha composta por Nico é frágil, melancólica e suave, leva bem a trama protagonizada por Kate Winslet e já se tornou uma das revelações do ano.

Link do vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=AkshVSPSr0w

8º: Rachel Portman- A Duquesa: Ah! Esta trilha é incrível! Pincelando a alma de Georgianna, a Duquesa de Devonshire e ascendente da Princesa Diana, Rachel Portman compôs uma das mais importantes trilhas do ano, onde a serenidade das cordas é o ponto principal.

7º: Jan A. P. Kaczmarek - The Visitor: Linda. É este o verdadeiro adjetivo a ser utilizado para descrever a trilha de The Visitor. Com uma carreira impecável o compositor mais uma vez cria uma belíssima obra, cativante ao extremo.

6º: Hans Zimmer - Frost/Nixon: Mostrando um poder fora do comum, Frost/Nixon é uma trilha fantástica - o uso constante do violoncelo é soberano e Zimmer usa a inteligência ao criar uma melodia que se encaixou perfeitamente no filme.

5º: James Newton Howard - Defiance: Indicada ao Oscar de Melhor Trilha Sonora Original, James Newton Howard criou em Defiance o score de sua vida. Dramática, emotiva e com lindos solos de violinos tocados por Joshua Bell, é digna de ser classificada como obra-prima.

Link do vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=aFZ8iWWNE7U

4º: A.R. Rahman - Quem Quer Ser um Milionário?: Original ao extremo, o indiano A. R. Rahman conseguiu abocanhar três indicações para o Oscar (Melhor Trilha e duas de Melhor Canção), com uma trilha onde a marca registrada é a mistura poderosa dos sons. Bela, única e sublime, isto é Slumdog Milionaire.

3º: Paul Cantelon - A Outra: Paul Cantelon já provou que veio para ficar - suas trilhas para os longas Uma Vida Iluminada, O Escafandro e a Borboleta e W. são divinas, mas nenhuma delas supera o trabalho que o francês fez para o filme A Outra, que mais uma vez leva às telas a saga de Ana Bolena, desta vez baseado no best seller de Phillida Gregory. Com um tema impecável e peças sublimes, Cantelon compôs um score digno de Oscar.

2º: Krishna Levy - A Queda: Pois esta trilha (e o filme também) me pegou de surpresa por sua qualidade insuperável. A Queda é estupenda: perfeita para um épico, este score de Krishna, indiano radicado na França, é pura força e poesia, que embala os cenários adoráveis de Tarsem Singh.

1º: Alexandre Desplat - O Curioso Caso de Benjamin Button: Considero Desplat o melhor compositor da atualidade, que vem intercalando um projeto melhor que o o outro - A Rainha, O Despertar de Uma Paixão, A Fantástica Loja de Brinquedos e agora O Curioso Caso de Benjamin Button, um romance caprichado de David Fincher no qual Desplat soltou a imaginação e nos trouxe uma verdadeira obra-prima. Não só é a melhor trilha do ano, como a mais bela do novo século, juntamente com Em Busca da Terra do Nunca, de Jan Kaczmarek. Insuperável.


Viviana Ferreira

TODAS AS COLUNAS
VOLTAR PARA A PÁGINA INICIAL