Cults & Trash
www.scoretrack.net


Diablo, estou aqui!!

De volta das sombras...

Hollywood agora convencionou (ou percebeu?) que a cada ano uma bela história "indie" merece alguns milhões de dólares e, conseqüentemente, indicações ao Oscar. É motivo para alegria? A resposta é... sim! Claro que a produção de filmes independentes, de personagens incomuns e bizarros vem de décadas atrás. Mas só agora os pequenos encontraram o caminho da felicidade - digo verdinhas - que pavimenta sua glória mundial.

Tô enrolando né?

Começou com Pequena Miss Sunshine. Um doce de filme ou, para os mais cínicos, uma síntese de todo o cinema independente norte-americano, só que com algumas gotas de Coca-Cola. E dá-lhe os inúmeros cinéfilos torcendo pelo "azarão" (hum, hum) no Oscar. É claro que a máfia de lá também aprecia o refrigerante globalizado: só agitam. Na hora H estas pequenas jóias só levam a estatueta de roteiro original.

Vide Brilho Eterno.

O (citado) Little Miss Sunshine.

E o indiezeco da vez, Juno.

E haja originalidade!

Vamos discutir o roteiro porque a direção nem é lá muito inspirada. É correta, normal... segue todas as regras de um cult/indie: planos esquisitos, efeitinhos que deixam os designers (e aspirantes a) boquiabertos. E tal. Filmes (aparentemente sem grandes orçamentos) primam pelas boas idéias. E em Juno, é o que não falta. Encare as peripécias de Ellen Page/Juno como se uma criança muito espirituosa, de bom gosto musical e pronta para a qualquer momento soltar uma ótima frase, tivesse engravidado. É o mote.

É justamente pelo roteiro "escrito para ser engenhoso" que a gente não estranha o fato da menina encarar a gravidez com tanta naturalidade. Dos pais tornarem o fato engraçado. Da trilha sonora toda "quero ser indie". Da Jennifer Garner brincando de ser uma ótima atriz. Estamos num campo surreal. Num universo onde desejamos que apenas palavras embutidas de um sarcasmo não-ofensivo saia de nossas bocas. Onde todo romance pudesse ser embalado por composições próprias e fofas. Enfim, quero que minha vida seja um roteiro da Diablo Cody.

Alex Oliveira

OBS: Se tiver alguma sugestão para essa seção, CLIQUE AQUI


VOLTAR PARA CULTS & TRASH