OS GATÕES - UMA NOVA BALADA (The Dukes of Hazzard, EUA, 2005)
Gênero: Aventura, Comédia
Duração: 106 min.
Elenco: Johnny Knoxville, Seann William Scott, Jessica Simpson, Alice Greczyn, Steve Lemme, Michael Weston, Mitch Braswell, Michael Roof, Burt Reynolds
Compositor: Nathan Barr
Roteiristas: Gy Waldron, John O'Brien
Diretor: Jay Chandrasekhar

Nem aventura, nem comédia

Eis mais um filme ruim inspirado numa série de TV - que, diga-se de passagem, era “tão boa” que eu nem me lembro dela

Das duas uma: ou eu ando muito mal humorado ou OS GATÕES - UMA NOVA BALADA (2005) é mesmo o pior filme que eu vi esse ano no cinema. Aliás, filme ruim nos cinemas tem sido uma constante nessas últimas semanas. Nesse mês de setembro, por exemplo, eu só vi um título realmente ótimo, que foi AMOR EM JOGO, dos irmãos Farrelly. Infelizmente, hoje o melhor do cinema está nas locadoras, onde pérolas de épocas melhores pipocam a cada dia para a alegria dos cinéfilos mais exigentes.

E exigência é uma coisa que você não deve ter nem em pequena quantidade, se você quiser curtir OS GATÕES - UMA NOVA BALADA. A começar pelo título, bastante constrangedor para se pedir na bilheteria do cinema - eu nem lembro da série de TV que inspirou o longa. Falando em situação constrangedora, na sala vizinha estava passando COISA DE MULHER, que com esse título é o tipo de filme que você, “cabra macho”, se for assisti-lo, não vai querer ser reconhecido por ninguém.

Na mal amarrada e confusa estória do filme, Johnny Knoxville e Seann William Scott são dois primos da cidadezinha de Hazzard que, a bordo de um veloz Dodge Charger laranja conhecido como General Lee, entregam a bebida clandestina fabricada pelo tio (Willie Nelson). Knoxville é do tipo mulherengo e garanhão; Scott já é mais "sensível": chega até a desmaiar quando uma mulher bonita o beija. Os dois têm uma prima muito gostosa que trabalha de garçonete num bar (Jessica Simpson). Eles ficam sabendo que um rico homem de negócios da região (Burt Reynolds) quer comprar boa parte da área da cidade para transformá-la numa mina de carvão.

A melhor coisa desse OS GATÕES é mesmo a presença radiante de Jessica Simpson, sempre aparecendo com shortinhos minúsculos e decotes generosos. Numa cena ela até aparece de biquíni. para a alegria dos marmanjos. Mas só isso não é motivo para você sair de casa para ver esse filme - a não ser que você esteja com uma turma bem divertida. Na sala em que eu estava, só tinham alguns poucos gatos pingados e eu não ouvi sequer uma risada. Talvez pela minha contabilização, eu tenha rido (silenciosamente) uma vez. Quem se liga em corridas de automóvel - como o meu sobrinho de 12 anos, por exemplo - é possível que curta o filme. Para mim, é despretensioso até demais. Eu deveria ter ficado em casa.

Cotação:
Ailton Monteiro
FILME EM DESTAQUE