Primeira Impressão
www.scoretrack.net

22 de abril de 2006

TEMPO DE VALENTES

O filme argentino Tempo de Valentes é uma comédia policial que vai fazer você dar boas risadas, além de contar com uma trama muito boa. Envolver-se em um acidente de trânsito nunca é legal, pior ainda quando você tem de pagar alguma pena devido ao ocorrido.

Para livrar-se da acusação, o psicanalista Mariano Silverstein (Diego Peretti) é aconselhado por seu advogado a cumprir uma pena alternativa realizando tarefas comunitárias dentro de sua atividade. Já Alfredo Díaz (Luis Luque) é um policial que está passando por uma fase difícil, após descobrir que estava sendo traído por sua mulher. O destino une essas duas figuras e Silverstein vira o pscanalista particular de Díaz.

Acontece que as consultas não são feitas em um divã, mas sim dentro de carros, na casa de Silverstein, e em diversas situações onde uma pesquisa policial está sendo efetuada. Porém, a forma conturbada como são realizadas as consultas, faz com que o psicanalista se torne um pouco policial e vice-versa, havendo então em diversos momentos uma inversão de papéis. Essa mistura de trama policial com comédia (humor inteligente) torna o filme engraçadíssimo e muito agradável de assistir.

A música do filme é muito interessante, só que caberia mais em um filme de western. Por trabalhar com esse paralelo entre Mocinho vs. Bandido, o Bem vs. o Mal, tenho certeza que a música foi composta nesses padrões para satirizar alguns clichês norte-americanos – nota 10 para a idéia.

O filme tem sua estréia prevista para o dia 28 de abril, e irá agradar a gregos e troianos – aliás, Tempo de Valentes é o tipo de filme que dá para assistir mais de uma vez no cinema, e mesmo assim novamente dar risada com as situações criadas pela história.

Lucas Vandanezi
lvandanezi@scoretrack.net

PRIMEIRA IMPRESSÃO
VOLTAR PARA A PÁGINA INICIAL