Sci Files
www.scoretrack.net

BATMAN BEGINS
O RENASCER DO MORCEGO

Em coluna anterior, falamos sobre os filmes do Batman que chegaram às telas a partir de 1989 e que acabaram levando ao tenebroso Batman e Robin, de 1997, o qual parecia ter encerrado de vez a carreira do Morcego no cinema. Felizmente isso não ocorreu graças, principalmente, ao talento do diretor e roteirista Christopher Nolan.

Nolan, fã declarado de gibis, ganhou notoriedade com dois filmes muito interessantes: Amnésia e Insônia, que mesmo não sendo sucessos comerciais chamaram a atenção do produtor Larry J. Franco (Batman - O Retorno, O Incrível Hulk e Marte Ataca). Contratado para dirigir o filme que pretendia reiniciar a franquia do Homem Morcego, Nolan trouxe para o projeto David S. Goyer, a quem ajudara a escrever o roteiro de Blade: Trinity. Goyer também estava no comando do filme sobre o Flash, que acabou sendo cancelado pela Warner.

As principais fontes de inspiração para o roteiro de Goyer e Nolan foram as graphic novels de Frank Miller Batman Ano Um e O Cavaleiro das Trevas, mas também nele vemos influência do período de Neal Adams e da mini-série O Longo Dia das Bruxas. De Adams temos um Bruce Wayne perdido, que encontra Ra's Al Gul, que tenta atraí-lo para o seu lado - a diferença é que nos quadrinhos Wayne já era o Batman quando isso aconteceu. Da mini-série, temos os vilões Carmine Falcone e o Espantalho. A trama é claramente inspirada pela onda das prequels desencadeada por Star Wars: A Ameaça Fantasma, de George Lucas, já que mostra a origem de Batman.

Christian Bale (Império do Sol e Reino de Fogo) interpreta Bruce Wayne / Batman, e sua atuação é superior à dos seus antecessores, em muito colaborando para o sucesso do filme. Liam Neeson é o vilão principal Henry Ducard / Ra's Al Gul, que no início desempenha o papel de mentor de Wayne. Neeson parece ter virando o mestre dos heróis no cinema: primeiro treinou Obi-Wan Kenobi e iniciou Anakin Skywalker nos caminhos da Força (A Ameaça Fantasma), e depois ajudou Balian e se tornar um cruzado (Cruzada). Antes, já entrara atrito com Han Solo (Harrison Ford) em K-19, e fizera pontas em Krull (1983) e Excalibur (1985), neste juntamente com Patrick Stewart, o futuro Picard de Jornada nas Estrelas - A Nova Geração. Em Batman Begins ele tem o primeiro papel de vilão na sua carreira, após ter caído nas graças de Hollywood com Rob Roy (1995) e A Lista de Schindler (1993). Em 1990 foi o protagonista de Darkman - Vingança sem Rosto, que curiosamente tinha um herói com algumas características de Batman.

Na trama do filme, a missão de Batman não é fácil pois ele tem de enfrentar um trio de vilões. Ajudam-no seus aliados Alfred Pennyworth (Michael Caine), Lucius Fox (Morgan Freeman), o tenente James Gordon (Gary Oldman) e Rachel Dawes (personagem criada para o filme, interpretada por Katie Holmes de Dawson's Creek), que é o par romântico de Bruce Wayne. A promotora Rachel enfrenta a corrupção de Gotham, e tenta prender Carmine Falcone (Tom Wilkinson). No caminho também enfrenta o Dr. Crane / Espantalho (Cillian Murphy), que controla o Asilo Arkham. Gary Oldman fez um trabalho excelente, e está igual ao Gordon dos quadrinhos de Miller. A aliança entre Batman e Gordon vai sendo mostrada aos poucos, e a confiança entre eles aumenta no decorrer do filme.

Wayne também enfrenta o executivo corrupto Richard Earle, que tenta assumir o controle das empresas Wayne. Earle é interpretado pelo ator Rutger Hauer (Blade Runner, A Morte pede Carona, O Feitiço de Áquila, Smallville). Com Henry Ducard, Wayne faz o treinamento que o tornará Batman, e de Lucius Fox vêm os acessórios do morcego, como seu novo traje e o Batmóvel, que é um tanque claramente inspirado na HQ O Cavaleiro das Trevas. Como nos quadrinhos nunca foi explicada a origem dos "Bat-trecos", o diretor habilmente criou uma versão que é realista e consistente.

CURIOSIDADES
 

  • Vemos no filme o criminoso Chill matando os pais de Bruce Wayne, o que é coerente com o que vemos nos quadrinhos.

  • O visual de Gotham City nos remete tanto ao modernismo de Nova York como às ruas escuras de Chicago.

  • A figurinista Lindy Hemming confeccionou o novo uniforme do morcego, bem mais flexível que os usados por Michael Keaton, Val Kilmer e George Clooney. Ela também fez as roupas de Pierce Brosnam, quando atuou no papel de James bond, e as roupas de Angelina Jolie em Lara Croft - Tomb Raider.

  • Diferente dos filmes anteriores, este respeita as origens dos personagens, até vemos Bruce encontrar a caverna de forma similar aos quadrinhos.

  • Ao invés de mostrar excessivamente o morcego, o diretor usou a fórmula de Tubarão (1975), de Steven Spielberg (mostrar pouco para aumentar o suspense), o que foi uma decisão acertada do roteiro.

Batman Begins traz 140 minutos de boas cenas de ação e suspense, capazes de tirar o fôlego de qualquer fã do Morcego que, finalmente, puderam ver nos cinemas uma adaptação digna do herói. O sucesso foi tanto que duas continuações já estão garantidas, e uma delas, O Cavaleiro das Trevas (The Dark Knight) já esta sendo rodada, com estréia prevista para julho de 2008 e tendo como vilão principal o Coringa (Heath Ledger, foto ao lado) de uma forma nunca vista, além de uma possível aparição da Liga das Sombras de Ra's Al Gul. Especula-se que Duas Caras poderá ser o vilão do novo Batman 3.

Além deste filme o desenho Batman - A Máscara do Fantasma (1994) também foi uma obra prima, em termos de adaptação do morcego - muitos até o consideram superior a Batman Begins. Não importa qual destas é a melhor, mas sim que finalmente Batman está em boas mãos, e os fãs podem curtir seu herói preferido sem ter medo de que um bat-cartão de crédito apareça no meio da cena.

Guilherme da Costa Radin

VOLTAR PARA SCI FILES