Sci Files
www.scoretrack.net


Diretores: A Nova Geração

Embora George Lucas, Steven Spielberg e James Cameron ainda sejam considerados magos do cinema, atualmente talentosos diretores como M. Night Shyamalan, Peter Jackson, Guilhermo Del Toro, Michael Bay, J.J. Abrams, Roland Emmerich, Bryan Singer e Zach Snider criam obras interessantes ou mesmo obras-primas, em alguns casos.

M. Night Shyamalan emocionou o público com uma filmografia eclética. Corpo Fechado é uma grande homenagem ao mundo dos quadrinhos, enquanto que O Sexto Sentido e Sinais são grandes suspenses. O Sexto Sentido lida com o sobrenatural, e Sinais com o imaginário sobre alienígenas. A Vila e A Dama na Água tratam de contos de fantasia. Pode-se dizer sobre a obra de Shyamalan que ela trata de como as pessoas se relacionam e lidam com certas situações. Foi com O Sexto Sentido que o diretor chamou a atenção de Hollywood, ao mesmo tempo em que também ressuscitou a carreira de Bruce Willis. Além de Willis Shyamalan trabalhou com grandes atores como Samuel L. Jackson, Bruce Willis, Adrian Brody, William Hurt, Mel Gibson e Sigourney Weaver.

 

Guilhermo Del Toro tem a sua marca no sobrenatural, quadrinhos e no terror: Cronos, Mutação, A Espinha do Diabo, Blade 2, Hellboy 1 e 2 e O Labirinto do Fauno. Cronos (1992) foi seu primeiro filme no México, e seu sucesso lhe deu a chance de dirigir Mutação (1997) nos EUA, com Mira Sorvino. Blade 2 e Hellboy tiveram desempenho mediano de bilheteria, mas de modo geral os fãs de quadrinhos adoraram os filmes. Blade 2 foi o melhor da trilogia. Mas foi com O Labirinto do Fauno, rodado na Espanha, que ele conquistou Hollywood de vez. Del Toro dirigirá a duologia O Hobbit, com a produção de Peter Jackson, cujo lançamento do primeiro filme está previsto para 2011. Trabalhou com Wesley Snipes, John Hurt e Selma Blair, entre outros.

 

Peter Jackson construiu uma carreira centrada principalmente no fantástico: Fome Animal, Os Espíritos, a trilogia O Senhor dos Anéis e o novo King Kong. Foi por causa do King Kong de 1933 que ele decidiu se tornar um diretor, depois sendo influenciado pelos livros do Senhor do Anéis e George Lucas com seu Star Wars (1977). Com a Trilogia do Anel, que custou 250 milhões de dólares, ele conquistou Hollywood, e depois produziu e dirigiu o remake de King Kong (2006), que custou 200 milhões de dólares. Lucas criou a ILM para produzir Star Wars, e Jackson criou a Weta para a Trilogia do Anel. A Weta Digital se tornou uma forte concorrente da ILM. Atualmente Jackson está produzindo a duologia O Hobbit, que deverá fazer muito sucesso. Trabalhou com Ian McKellen, Liv tyler, Christopher Lee, Naomi Watts, Andy Serkis, Adrien Brody e Jack Black, entre outros.

 

Michael Bay tem como marca registrada filmes de muita ação: Bad Boys 1 e 2, Armageddon, Pearl Harbor, O Massacre da Serra Elétrica, A Ilha e Transformers 1 e 2. Foi com Armageddon que Bay conquistou o publico. Em A Ilha (2005) ele particamente fez um remake de THX 1138 de George Lucas, mas sem o brilhantismo do original. Bay chamou a atenção de Steven Spielberg, que o convidou para dirigir Transformers. Trabalhou com os atores Bruce Willis, Liv Tyler, Kate Beckinsale, Ewan McGregor, Will Smith, Jessica Biel, John Voight e Ben Afleck, entre outros.

 

Roland Emmerich possui uma filmografia onde  predomina a ficção científica e os filmes-catástrofe: Soldado Universal, Stargate, Independence Day, O Patriota, Godzilla, O Dia Depois de Amanhã, 10.000 A.C. e 2012. O sucesso do filme Stargate deu origem a uma franquia que inclui as séries SG-1 e SGA (Atlantis), nas quais ele não se envolveu. Independence Day foi a maior bilheteria da Fox em 1996, já Godzilla foi um fiasco da Sony em 1998. Independence Day foi uma mistura de Guerra dos Mundos (livro) com Star Wars, que agradou ao publico. Trabalhou com Bill Pullman, Mel Gibson, Will Smith, Heath Ledger, Van Damme e a brasileira Camile Belle, entre outros atores.

 

J.J. Abrams tem como maior caracterísitca o suspense, tendo criado as séries de TV Felicity, Alias, Lost e Fringe, além de ter dirigido os longas Missão Impossível 3 e Star Trek (2009) e produzido Cloverfield. No inicio da sua carreira esteve envolvido no filme Armageddon (1998), de Michael Bay. Foi na TV com Alias e Lost que ele se tornou conhecido. O piloto de Lost custou 10 milhões de dólares, um orçamento alto para a TV. Hoje, devido à ótima bilheteria dos seus filmes, ele pode escolher seu próximo projeto. O novo Star Trek custou 150 milhões de dólares, e devido ao seu sucesso ele provavelmente dirigirá os próximos longas da franquia. Seria interessante ver J.J. dirigir um Star Wars, que com certeza seria sucesso (o diretor declarou ser mais fã da saga de Lucas que da de Gene Roddenberry). Trabalhou com Jennifer Garner, Tom Cruise, Leonard Nimoy, Rodrigo Santoro e Zachary Quinto, entre outros.

Bryan Singer tem em sua filmografia a marca nos quadrinhos. Dirigiu Os Suspeitos, X-Men 1 e 2, Superman: O Retorno e Operação Valquiria. Conquistou Hollywood com o longa X-Men (2000), que lhe levou mais tarde a filmar Superman: O Retorno (2006), que em termos de bilheteria superou até Batman Begins. Por ser fã do Homem de Aço, largou X-Men 3 para poder dirigir o novo filme de Superman. Há rumores de que Singer dirigiria os próximos filmes do Superman, que comporiam uma nova trilogia. Ele é fã de Jornada nas Estrelas, e até fez uma ponta em Nêmesis. Provavelmente ele faria um filme de Star Trek tão bom quanto o de J.J. Trabalhou com os atores Patrick Stewart, Brandon Routh, Kate Bosworth, Tom Cruise e Terence Stamp, entre outros.

Jonathan Frakes interpretou Will Riker na série Jornada nas Estrelas – A Nova Geração, onde dirigiu alguns dos melhores episódios da série. Além disso Frakes fez algumas aparições nas séries Deep Space 9, Voyager, Enterprise, Lois e Clark – As Novas Aventuras do Superman e Roswell (nesta, como produtor). Roswell foi uma série voltada para adolescentes, tendo como pano de fundo o encontro com aliens. A série teve três temporadas. Sua experiência na direção de episódios da série da Nova Geração permitiu que dirigisse dois filmes com a tripulação de Picard – Primeiro Contato e Insurreição. Primeiro Contato foi sucesso de bilheteria em 1996, mas seus filmes seguintes não tiveram bom desempenho. Mais recentemente dirigiu a fraca versão para o cinema da antiga série Thunderbirds. Trabalhou com os atores Ben Kingsley, Patrick Stewart, Michael Dorn e Katherine Height, entre outros.

Zack Snider tem uma curta filmografia – Madrugada dos Mortos, 300 e Watchmen – O Filme, onde predominam as adaptações de quadrinhos. Sua consagração de público e critica veio com 300 (2007), baseado nos quadrinhos de Frank Miller. Inclusive a Warner já manifestou interesse numa continuação, dirigida por Snider. Watchmen, graphic novel de Alan Moore, também foi adaptada para os cinemas por Snyder com um relativo sucesso, tendo dividido público e critica. Tanto 300 como Watchmen captaram muito bem a atmosfera posterior aos atentados contra o Word Trade Center, em 2001. 300 mostra a democrática Esparta sendo invadida pelo Império Persa, e em Watchmen vemos Richard Nixon lidar com a ameaça de uma guerra nuclear contra a União Soviética, e os Vigilantes restantes tendo que enfrentar o colega Ozymandias, que manipulou as potências para jogar o mundo numa guerra. Trabalhou com atores como Ving Rhaymes, Lena Headey, Gerard Butler, Rodrigo Santoro, Patrick Wilson, Malin Akerman e Carla Gugino, entre outros.

Andy e Larry Wachowsky têm no currículo uma filmografia reduzida como diretores, roteiristas e produtores  fortemente influenciada por ficção científica, quadrinhos e animes japoneses. Em 1999 fizeram história ao lançarem o então revolucionário Matrix, que teve mais duas continuações em 2003 – Matrix Reloaded e Matrix Revolutions – que, no entanto, não agradaram tanto aos fãs do filme original.  Em 2008 dirigiram a versão para o cinema do clássico anime Speed Racer, que não foi bem sucedida nas bilheterias. Produziram a ótima compilação de animes do universo Matrix, Animatrix, além do excelente e subestimado V de Vingança (2006), baseado em quadrinhos de Alan Moore e dirigido por James McTeigue. McTeigue é novamente o diretor da nova produção dos dois irmãos, Ninja Assassino. Trabalharam com Keanu Reeves, Carrie-Anne Moss, Hugo Weaving, Laurence Fishburne, Emile Hirsch, Christina Ricci, John Goodman e Matthew Fox, entre outros.

Como se vê, mesmo quando George Lucas e Steven Spielberg se aposentarem, novas gerações de diretores irão arrastar multidões para a magia do cinema sci fi

Guilherme da Costa Radin
 

VOLTAR PARA SCI FILES