Sci Files
www.scoretrack.net


A Viagem pelo Portal Começou

O elenco original da série Stargate SG-1

O elenco de Stargate SG-1 a partir da 9ª temporada

A equipe da série derivada Stargate atlantis

Em 1997 estreou nos Estados Unidos, pelo canal Showtime, a série Stargate SG-1, baseada no longa metragem de Roland Emmerich Stargate (1994). No longa vemos que em 1928, em Gizé, é encontrado um artefato alienígena que recebe o nome de Stargate. Os cientistas concluem que o artefato é um portal que permite viajar instantaneamente pelo espaço, e somente em 1994 o governo dos EUA consegue ativá-lo, enviando um grupo de militares liderados pelo coronel Jack O'Neill (Kurt Russell) e o arqueólogo Daniel Jackson (James Spader) até o planeta Abydos, onde havia outro Stargate. Lá descobrem a ameaça de Rá, um parasita alienigena que usa um corpo humano como hospedeiro e que já governara a Terra 5000 anos atrás, tendo sido expulso devido a uma rebelião. Eles conseguem destruir Rá, mas para evitar que a Terra seja ameaçada, o Stargate de Abydos é enterrado por Daniel Jackson, que resolve ficar no planeta após casar-se com a jovem Sha're. 

Já na série, o Comando SG-1 é criado pouco depois que as forças de Apophis, um alienígena da mesma raça de Rá (goa'uld), atacam a Terra pelo Stargate. Após contatar Jackson em Abydos, O'Neill confirma que o portal de lá continuava enterrado e, portanto, as forças de Apophis vieram através de outro Stargate. Logo se descobre que há uma verdadeira rede de portais espalhada pela galáxia. Durante o piloto Os Filhos dos Deuses, a formação da equipe SG-1 é estabelecida: o coronel Jack O'Neill (Richard Dean Anderson), Daniel Jackson (Michael Shanks), a capitã Samantha Carter (Amanda Tapping) e o jaffa (servo de Apophis e seu ex-comandante) Tea'lc (Christopher Judge). Todos estão sob as ordens do general Hammond, líder do Comando Stargate. Logo novas equipes SG são criadas, mas o SG-1 continua sendo a principal. 

Ao longo da primeira temporada eles descobrem que os alienígenas goa'uld governam a galáxia com mão de ferro através de seus exércitos de jaffas, e usam cruzadores ha'taks para transportar suas tropas pelo hiperespaço. A fraqueza dos goa'ulds reside no fato deles lutarem entre si pelo controle da galáxia. Mas eventualmente os Senhores dos Sistemas - os goa'ulds mais poderosos - unem-se para enfrentar a ameaça do renegado Anúbis (talvez o pior vilão da série, embora alguns considerem Ba'al). Inicialmente as missões do SG-1 são principalmente de exploração (a cada episódio visitam um planeta ou civilização diferentes, no estilo Jornada nas Estrelas) e de busca de tecnologia avançada para proteger a Terra. O Comando Stargate, ao longo de suas aventuras, acaba aliando-se a extraterrestres como asgards, tok'ras, unas e à rebelião jaffa iniciada por Tea'lc, para combater as ameaças dos goauld, da NID (uma organização criminosa da Terra que tenta obter tecnologia por meios escusos para destruir os goa'uld) e dos replicadores (seres cibernéticos poderosos e ameaçadores no estilo dos borgs, de Jornada nas Estrelas: A Nova Geração). 

Durante a sexta temporada é revelado que os humanos são descendentes dos Antigos, os construtores e disseminadores dos portais, além de alguns receptáculos de conhecimento; e que estes ascenderam a um plano superior de existência, tornando-se seres de energia pura (algo parecido com os Jedi imortais de Star Wars) logo após abandonarem a cidade de Atlantis, devido a algo terrível que aconteceu por lá. O mais surpreendente é o fato do vilão Anúbis ter se tornado um ser parte goa'uld e parte ascendido, não estando nem vivo e nem morto (ele fica entre esses dois planos de existência), e o conhecimento parcial dos ascendidos lhe garante uma superioridade tecnológica frente aos Senhores dos Sistemas. Foram os Antigos que espalharam pela galáxia os Stargates, e também deixaram alguns receptáculos de conhecimento escondidos. No final da sétima temporada o SG-1 procurava a cidade perdida dos Antigos e pensam tê-la encontrado na própria Terra, na Antártida. Mas o que eles encontram é uma base que contém uma arma formidável, que eles usam para destruir a frota de Anúbis, que atacava o planeta. No final da oitava temporada, vemos uma aliança que derrota os goa'uld e replicadores ao mesmo tempo, numa batalha épica em Dakara (planeta sagrado para os jaffas). 

Da quinta para a sexta temporada tivemos a saída de Daniel Jackson (consta que o ator estava insatisfeito com seu salário), e a entrada de Jonas Quinn (Corin Nemec). Mas devido à pressão dos fãs, Michel Shanks acabou retornando no inicio da sétima temporada. Em 2002 a série migrou para o Sci Fi Channel, onde tornou-se o maior sucesso do canal. No Brasil, em 2006 o canal Fox exibiu a nona temporada, onde surge uma nova ameaça: os ori, que são uma espécie de ascendidos malignos. A partir dela, o coronel Cameron Mitchell (Ben Browder, da série cult Farscape) assume o comando da equipe SG-1, devido a saída de Jack. Vala Mal Doran (Claudia Black, também de Farscape) uma ex-mercenária e trambiqueira no melhor estilo do Quark de Jornada nas Estrelas: Deep Space Nine, se redimiu quando juntou-se ao SG-1 para combater a ameaça dos ori, que mostram ser muito mais perigosos que os goa'uld e os replicadores. Tudo indica que os ori surgiram depois que os Antigos afundaram Atlantis, ao perder a guerra contra os espectros (conforme visto na spin-off Stargate Atlantis). Os oris, portanto, foram uma facção dos Antigos que construíram naves e se deslocaram para uma outra galáxia, onde aprenderam como ascender, e passam a usar seu poder de forma totalitária. O SG-1 ajuda a recém criada nação jaffa, que está sendo tentada e ameaçada pelos ori, que destroem aqueles que não aceitam ser seus adoradores. Te'alc assume um papel político para impedir que os jaffa unam-se aos ori. 

No Brasil a décima e última temporada já foi exibida pelo canal FX, sendo que as temporadas anteriores estão sendo reprisadas pelo Sci Fi Channel Brasil. A série termina sem que haja o encerramento definitivo da história dos ori - isso acontece no longa Stargate SG-1: A Arca da Verdade, lançado no Brasil em DVD para locação. Uma nova aventura em longa-metragem do SG-1, Continuum, sai em breve nos EUA, em DVD e Blu-ray. Nela é mostrada uma tentativa do goa'uld Baal de alterar a linha do tempo através da eliminação do Comando Stargate, o que lhe permitiria dominar a Terra. A série derivada Stargate Atlantis, também exibida no Brasil pelo canal FX, está entrando nos EUA em sua 5ª temporada, e uma nova série já está sendo desenvolvida para substituí-la: Stargate Universe. Pelo jeito as aventuras pelo Stargate ainda vão continuar por um bom tempo, e os fãs podem ficar aliviados..

Guilherme da Costa Radin

VOLTAR PARA SCI FILES