Sci Files
www.scoretrack.net



O Que há por trás de STAR WARS
Guilherme da Costa Radin

Embora muitos considerem Star Wars uma saga de ficção cientifica com uma trama moderna e inovadora, ela não é nada disso. George Lucas, com a colaboração de Joseph Campbel - considerado um dos maiores mitólogos do século XX -,  montou uma trama baseada em mitologia. Mas afinal o que é mitologia?

O mito é o relato de uma história verdadeira ocorrida no principio dos tempos, onde, com a interferência de entes sobrenaturais, uma realidade passou a existir. Também  expressa o mundo e a realidade humana, mas na sua essência é uma representação coletiva, que chegou até nós através de várias gerações.

O mito é uma narrativa onde são passados valores culturais, através de aventuras. Elas nos dão referências de quem somos, de onde viemos e para onde podemos ir. Lucas, nos anos 1970, percebeu que a sociedade norte-americana estava desiludida devido à guerra do Vietnã e o escândalo
Watergate, e que essa sociedade havia perdido suas referências - ou seja, seus mitos. No entender de psiquiatras e pesquisadores do comportamento humano, a falta de referências para os jovens de hoje, entre outros fatores, ajudou a originar as gangues de rua, os pichadores e outras alterações de comportamento.

Assim, em sua saga Lucas mesclou múltiplas tramas mitológicas, tendo como fio condutor a tragédia de Darth Vader. A aventura vista nos Episódios I a VI encontra ecos na Bíblia, na Ilíada e na Tora. Na composição de Anakin Skywalker / Darth Vader foram utilizados vários mitos, mas as características preponderantes do personagem nos episódios IV a VI vêm de Crono, citado na mitologia grega. Crono devorava seus filhos, pois havia sido previsto que um deles o destronaria, mas Réia (esposa de Crono) consegue esconder Zeus, que anos depois retornaria para destruir o pai.

Assim como Crono não soube da existência de Zeus, Vader não sabia sobre Luke. Do conflito entre pai e filho é que ocorre a volta do
status quo, o equilíbrio nas forças da natureza. Em Star Wars, vemos isso como o “Equilíbrio da Força”. Crono devora seus filhos, e depois se arrepende. Da mesma forma, Vader se arrepende de tentar destruir Luke. Este é apenas um dos muitos mitos contidos em Star Wars, mas personagens como Yoda, Leia, Han Solo, C-3P0, R2-d2, Imperador Palpatine, Luke e outros, também foram concebidos a partir de figuras contidas nas mitologias greco-romanas, célticas, cristãs, etc.

Para saber mais, leia o livro
A Mitologia de Star Wars, que pode ser adquirido através do e-mail starwarsolivro@yahoo.com.br.

Livro: A Mitologia de Star Wars
Edições Caravela
Autor: Guilherme da Costa Radin
80 páginas

Capítulos:

O processo de criação e a influencia da trilogia Star Wars (mostra como foi produzida esta trilogia, e de que forma ela influenciou a sociedade);

A evolução da ficção cientifica no cinema norte americano de 1902 a 1983 (mostra como foi o processo de evolução da ficção cientifica no cinema e na TV norte-americana, bem como o papel de Star Wars no processo);

A mitologia em Guerra nas Estrelas (mostra o conceito de mitologia, e de que forma Lucas utilizou esses arquétipos para compor as tramas e personagens dos filmes);

O universo de Guerra nas Estrelas (mostra a época da Guerra Civil Galáctica, e um pouco da Velha República).

 

VOLTAR PARA SCI FILES