A música de Superman IV

Hugo Moya Arancibia

Em Superman II e III a música não foi um aspecto ao qual a produção deu maior importância, somente o necessário em Superman II e bem menos que o necessário em Superman III. Um fato que avaliza esta afirmação foi a falta de cuidado no lançamento de suas trilhas sonoras. Nesta quarta seqüência houve um giro positivo devido à utilização de orquestras melhor estruturadas e identificadas (Symphony Orchestra Brunke de Munich e National Philarmonic Orchestra de Londres) e ao retorno da música original composta para a primeira película.  Isto mesmo apesar desta trilha sonora original nunca ter merecido lançamento em disco. Os créditos principais destacam “Music By John Williams”, ainda que concretamente esta trilha sonora seja praticamente toda de responsabilidade de Alexander Courage, que nos mesmos créditos aparece com a seguinte descrição: “Adapted and Conducted By Alexander Courage” (por este critério a música de Superman II deveria ter sido classificada da mesma forma). Segundo informações extra-oficiais John Williams aceitou a responsabilidade de compor a música deste filme, ainda que sua colaboração tenha se reduzido somente a um par de temas novos para a série (o “Tema de Lacy” e o “Tema do Homem Nuclear”), ficando o restante do trabalho para Alexander Courage, que preparou os temas e as orquestrações baseado obviamente nas composições originais de Williams. Em uma entrevista posterior Courage declarou que, na sua opinião, não era necessário o lançamento de um disco com a trilha sonora de Superman IV, já que grande parte de sua música poderia ser encontrada na trilha sonora original. Em parte compartilho da opinião de Mr. Courage, porém a particularidade de seus arranjos os fazem dignos de um lançamento próprio. Estes arranjos, ainda que bem ajustados à música original da série, em várias ocasiões careceram de uma característica básica da música de cinema, que é provocar emoção. Durante o filme não houve muitos momentos nos quais a música contribuiu para produzir grandes emoções. O problema é que parte importante desta música baseou-se nas composições originais de Williams, o que significa que o tremendo prestígio de Courage como arranjador musical não funcionou neste filme. Certamente que houve alguns momentos em que a música efetivamente complementou as seqüências de forma apropriada, particularmente quando foram mantidos os arranjos originais, enquanto em outras ocasiões, quando Courage entrou com seu próprio arranjo, as cenas perderam emoção. Possivelmente os fanáticos pela música de Williams acham que esta trilha sonora lhe faz jus, mas tenho opinião de que é preferível criticar uma trilha sonora por sua falta de mérito do que por ser uma débil adaptação de outra original. A música de Superman II salvou-se porque Thorne de alguma maneira manteve os arranjos originais e não tratou de inovar muito com os próprios. Por outro lado, em Superman III seu trabalho foi considerado deficiente fundamentalmente por suas próprias composições, que não conseguem contribuir para o filme, ao contrário, o prejudicam. No caso de Courage — em minha opinião — seu trabalho não resulta mais satisfatório porque estabeleceu demasiadas inovações nos arranjos, abusando excessivamente de alguns fragmentos ou utilizando-os erroneamente segundo as necessidades da cena. Basta comparar com outros arranjos de Williams para seqüências similares. Em Superman IV ouvimos 1 hora, 11 minutos e 40 segundos de música, sendo que deste total 33:04 minutos (46%) correspondem a composições próprias de Courage, e 38:36 (54%) a novos arranjos de temas originais de Williams. Devo fazer duas observações a respeito da análise que efetuarei a seguir:

a) A estrutura será exatamente a mesma que utilizei nas duas trilhas anteriores;
b) O trabalho será baseado na versão americana do filme distribuída pela Warner Bros, com duração de 90 minutos.

O primeiro problema que tive foi detalhar as composições. Isto devido a que, em várias ocasiões, um único tema cobriu várias seqüências distintas, o que tornou muito difícil separar cada tema em relação a uma seqüência particular. O que significa que se utilizava uma única faixa (sem nenhuma interrupção entre seqüências) para musicar várias seqüências continuadas. Esta situação raramente ocorreu nas trilhas analisadas anteriormente, e provavelmente esta seja uma das causas da falta de emoção na música. Com toda segurança, a situação descrita acima não foi de responsabilidade do compositor, mas sim do montador do filme, que não teve o cuidado ou simplesmente não pôde inserir pausas que permitissem diferenciar mais claramente a música das distintas seqüências (situação que é bastante evidente em várias passagens do filme). Para solucionar esta situação, cada vez que se apresentou um destes casos, simplesmente o denominei como Suíte 1, Suíte 2, etc., para relacioná-lo com a composição completa, e na continuação identifiquei cada uma das seqüências envolvidas, como forma de distinguir os sub-temas musicais incluídos. A seguir, a análise detalhada de cada tema:

Análise por tema (nome e duração da faixa):

1 - Suíte 1: 07:45

1a. - Créditos Principais: 02:50
Corresponde à seqüência de créditos principais. Ouvimos o “Tema de Superman”, cuja interpretação é bastante comovente, considerando que se trata da abertura da película. Se em Superman II Thorne teve que alongar o tema para ajustar-se à duração da seqüência, neste caso ocorreu o contrário, já que devido à duração mais curta da seqüência, Courage teve de preparar um arranjo mais curto do popular tema. O arranjo utilizado baseou-se principalmente na faixa 1 do disco 2 da trilha sonora original lançada pela Rhino, “Superman March (Alternate)”, cujos arranjos foram compostos por John Williams. Algumas versões indicam que originalmente este iria ser o tema dos créditos principais de “Superman The Movie”. A versão de qualquer forma apresenta um som algo distinto da versão original, mas não inconsistente, o que me leva a supor que desta vez se trabalhou com uma orquestra mais completa. A principal novidade desta versão é a breve e suave fanfarra do “Tema de Superman” que se ouve ao início, enquanto aparece o logotipo da Warner Bros. (ou Cannon Group, dependendo da versão). 

1b. - Superman salva os astronautas: 02:20
Corresponde à seqüência que mostra os astronautas no espaço, o acidente que sofrem e o posterior resgate de Superman. A primeira parte do tema (até a aparição de Superman) corresponde a uma correta composição de Courage que complementa satisfatoriamente a seqüência dos cosmonautas. A segunda parte do tema (quando aparece o herói), corresponde a um precário arranjo da fanfarra do “Tema de Superman”, cuja principal característica é a falta de emoção. Por ser a primeira aparição de Superman, a música não colabora com o sentido heróico requerido, à diferença de seus três predecessores onde a primeira aparição do Homem de Aço sempre foi musicada com um sentido épico e heróico, carregado de emoção.

1.c. - Clark regressa a Smallville: 02:35
Ouvido na seqüência em que Clark regressa à fazenda onde viveu sua infância e posteriormente teve contato com suas origens kriptonianas (o cristal verde, a nave e a voz de sua mãe). Este tema é bem sucedido e a música realmente traduz o espírito da seqüência. O tema inicia com um perfeito arranjo baseado no tema característico de Smallville (que na trilha sonora original podemos escutar nas faixas “Death Of Jonathan Kent” e “Leaving Home”) cujo som é quase idêntico ao original. Posteriormente ouvimos alguns acordes de “Leaving Home” quando Clark resgata o cristal verde mais um arranjo baseado em segmentos de “The Fortress Of Solitude”, enquanto se escuta a voz de sua mãe Lara. A seqüência termina com um nostálgico arranjo da fanfarra do “Tema de Superman”, o que neste caso se ajusta satisfatoriamente à necessidade dramática da seqüência.

2. - Lembranças da infância: 01:34
Corresponde à seqüência em que Clark anuncia a Mr. Hornsby que não venderá a fazenda de seu pai. Este tema está baseado quase integralmente no tema de Smallville. O arranjo novamente é quase perfeito e muito semelhante ao original. Em alguns breves instantes se percebem alguns arranjos de Courage, porém eles não fogem do espírito do tema. Ao final da seqüência novamente se ouve uma breve referência à fanfarra do “Tema de Superman”. 

3. - Suíte 2: 02:32
3.a. - Luthor escapa da prisão: 00:28

Corresponde à seqüência em que Luthor é libertado por seu sobrinho Lenny. Este tema marca a volta do “Tema de Lex Luthor” (“The March Of The Villains” e “Lex Luthor’s Lair” da trilha sonora original), cujo som é bastante satisfatório. Por alguns segundos é inserido na composição um breve arranjo de Courage.

3.b. - Metrópolis: 02:04
Corresponde a toda a seqüência que ocorre no metrô de Metrópolis. Um dos melhores temas do filme. A primeira parte desta composição é uma combinação que inclui um segmento do “Tema de Superman” mais um arranjo baseado no “Love Theme ”. Uma das características da trilha sonora de Courage foi a abundante utilização que fez deste segmento do “Tema de Superman” (o que começa imediatamente depois da marcha e finaliza antes da repetição da fanfarra). Esta situação chama a atenção já que nas películas anteriores este segmento foi quase ignorado, inclusive por Williams na trilha sonora original. N
a segunda parte do tema (quando ocorre o acidente) se escuta claramente um segmento do tema “The Big Rescue” da trilha sonora original, o que ajuda a incrementar a tensão da seqüência, para concluir com a fanfarra do “Tema de Superman”, esta vez com um apropriado sentido heróico. O tema finaliza com uma suave combinação dos temas utilizados no início da seqüência. 

4. - Lacy conhece Clark: 00:52
Corresponde à seqüência em que Clark conhece Lacy Warfield no Planeta Diário. Este é o tema característico de Lacy, e dizem que foi um dos temas que Williams compôs para este filme. Apesar de que esta informação está quase confirmada, me parece que se trata de uma composição que escapa absolutamente ao estilo de Williams, por isso ainda tenho minhas dúvidas. Não se trata de um tema muito comovedor, que nem se compara com o “Love Theme Of Superman”. 

5. - Jeremy chama Superman: 01:00
Utilizado na seqüência em que Jeremy afirma que somente Superman pode evitar o conflito nuclear. Trata-se de um nostálgico tema composto por Courage, que funciona muito bem com a seqüência.

6. - Luthor rouba o super cabelo: 00:50
Seqüência em que Lex rouba o cabelo de Superman do museu. 
Este tema é uma combinação do “Tema de Lex Luthor” e uma composição própria de Courage, com a qual finaliza a seqüência. Esta seqüência foi concebida claramente com um sentido de comédia (basta observar os trajes de Lex e seu sobrinho), no entanto chama a atenção que a composição de Courage para o final dela tenha um sentido dramático, quase próprio de uma catástrofe. 

7. - Lacy e Clark: 01:07
Seqüência correspondente a um novo encontro entre Lacy e Clark no escritório de Perry White. Novamente escutamos o “Tema de Lacy”, mas desta vez com uma maior duração e em uma versão que contém arranjos mais elaborados. Ainda assim, como já disse anteriormente, não se trata de um grande tema
. Independentemente de sua utilização, nunca se destaca. 

8. - Suíte 3: 02:19
8.a. - Superman não responde: 01:20

Música que acompanha a seqüência em que Clark descobre a manipulação que O Planeta Diário está fazendo com Jeremy. Este tema corresponde a uma composição de Courage, onde em várias ocasiões ele insere uma tênue fanfarra do “Tema de Superman”. Não se trata de uma composição muito destacada e por alguns momentos é quase imperceptível devido ao seu baixo volume, mas de qualquer forma consegue acompanhar satisfatoriamente a seqüência. 

8.b. - Conselhos na Fortaleza: 00:59
Corresponde à seqüência de Superman na Fortaleza da Solidão. Este é um dos temas que melhor nos recorda a trilha sonora original, já que se baseia integralmente em “The Fortress Of Solitude”. A faixa acompanha muito bem a seqüência, graças ao perfeito diálogo que há entre o que vemos e o que escutamos. 

9. - Seqüência de vôo: 03:10
Corresponde à seqüência de vôo com Superman e Lois, percorrendo vários lugares dos Estados Unidos. Outro tema integralmente baseado na trilha sonora original. Neste caso se trata de “The Flying Sequence”. A única diferença do original é que neste caso a duração é bem menor, onde se escutam menos segmentos e arranjos. Ao início da seqüência se escutam alguns arranjos próprios de Courage (particularmente na seqüência de transformação).

10. - Suíte 4: 04:32
10.a. - Superman na ONU: 02:40

Corresponde à seqüência em que Superman pronuncia seu discurso no edifício das Nações Unidas. Na cena da praça no exterior do edifício, a música novamente corresponde a um arranjo baseado no segmento do “Tema de Superman” que situa-se entre a marcha e a repetição da fanfarra. Este arranjo responde satisfatoriamente, já que se trata de uma seqüência que não requer um acompanhamento musical que aporte maior drama ou emoção. Ao ingressar no salão plenário, escutamos um emotivo tema composto majoritariamente por Courage, que foi matizado por algumas inserções da fanfarra do “Tema de Superman”. A faixa finaliza com uma poderosa fanfarra do “Tema de Superman” à qual que se inserem inexplicavelmente acordes do “Tema de Lacy”, o que faz com que o tema perca a emoção. Este tema poderia ter sido um dos melhores da película, porém sua conclusão faz com que perca sua força.

10.b. - Eliminação dos mísseis: 01:52
Ouvido n
a ridícula seqüência em que Superman liberta o mundo de todas as armas nucleares. A partir desta cena o filme começa a desmoronar graças às reiteradas falhas de produção, ao ridículo de algumas seqüências, a erros de continuidade e tudo o que já foi amplamente comentado e que fazem deste o pior capítulo da série. Neste contexto, a música tampouco poderia se salvar, e a partir deste momento a partitura também começa a experimentar uma notória decadência. O tema consiste na utilização de dois segmentos do “Tema de Superman” (a marcha e o segmento que fica entre a marcha e a repetição da fanfarra), complementado  por alguns arranjos próprios de Courage. Talvez o tema não seja tão deficiente, mas é impossível abstraí-lo da estúpida seqüência que acompanha. 

11. - Suíte 5: 05:16
11.a. - Luthor apresenta seu plano: 02:13

Cena em que Lex Luthor apresenta aos traficantes de armas seu plano para destruir Superman. O tema começa com um estridente arranjo composto por Courage, mas na continuação e por todo o resto da faixa ouvimos um arranjo baseado integralmente no “Tema de Lex Luthor”.

11.b. - Interceptando o míssil: 02:15
Seqüência
em que Luthor consegue fazer com que o míssil com o material genético do Homem Nuclear seja interceptado por Superman, e lançado rumo ao Sol. O tema que acompanha a seqüência que ocorre na base aérea corresponde principalmente a uma composição de Courage, a qual possui um claro sentido militar. Neste tema também foram inseridos disfarçadamente alguns acordes do “Tema de Lex Luthor”. A segunda parte do tema (quando Superman intercepta o míssil) corresponde a um desleixado  arranjo da fanfarra do “Tema de Superman”. Este arranjo é tão carente de emoção que, quando Superman entra em ação, a música transmite uma sensação de tédio, como se ele dissesse “que chateação ter que desviar outro míssil”. 

11.c. - Nasce o Homem Nuclear: 00:48
Corresponde à seqüência no espaço exterior onde nasce o Homem Nuclear. Estréia aqui um dos dois segmentos do “Tema do Homem Nuclear”. Supostamente este tema foi a segunda colaboração de John Williams para este filme. Como no caso do “Tema de Lacy” me parece que esta composição está muito abaixo dos padrões de Williams, e por isso tenho minhas dúvidas a respeito da autoria destes temas. Ainda que não se trate de uma grande composição, nesta cena a música consegue transmitir a sensação de que está nascendo um sinistro personagem.

12. - Lacy convida Clark: 00:40
Cena em um ginásio, onde Lacy convida Clark para seu apartamento. Novamente o “Tema de Lacy”. Nenhuma novidade além do que já foi dito anteriormente.

13. - Lex conhece o Homem Nuclear: 02:41
O Homem Nuclear chega ao esconderijo de Luthor. Esta faixa corresponde ao segundo segmento do “Tema do Homem Nuclear
”. Novamente reitero o que foi dito anteriormente, no sentido que não o considero uma grande composição. Ao contrário, me parece um tema bastante simples, repetitivo e carente de originalidade. Além do mais não é muito agradável de escutar, apesar de ser o tema que a seqüência requer.

14. - Suíte 6: 17:27
O fato de existir um tema contínuo para musicar quatro seqüências distintas, e que ainda por cima tenha 17 minutos de duração, é um demérito do montador do filme. Não creio que Courage - com sua vasta experiência na música de cinema - tenha composto um único tema. O lógico seria supor que ele compôs quatro faixas distintas para cada seqüência e que posteriormente, devido à gigantesca edição que sofreu o filme original, se tenha criado esta estranha situação.  Lamentavelmente, como nunca foi lançada uma trilha sonora e minhas críticas se baseiam na música ouvida no filme, não me restou outra alternativa que não comentar nestes termos, ainda quando pareça incrível.

14.a. - Nada é perfeito: 00:32
Corresponde à parte final da seqüência anterior e musicalmente é a conclusão do citado tema.

14.b. - Triângulo: 06:00
Corresponde à sucessão de eventos entre Lacy, Lois, Superman e Clark no apartamento de Lacy. Esta seqüência é uma das mais divertidas do filme e sua música corresponde a uma combinação dos temas característicos de cada um de seus protagonistas (“Tema de Superman”, “Love Theme” e “Tema de Lacy”) unidos por composições próprias de Courage. Os arranjos dos temas de Lois e Lacy são bastante acertados e se ajustam a sua estrutura original, sem grandes inovações. Diferente é o caso do “Tema de Superman”, cujos arranjos resultaram bastante pobres e sem inspiração. Apesar do último, a composição funciona satisfatoriamente com a seqüência.

14.c. - Superman se encontra com Luthor: 04:05
Reencontro de Luthor com Superman, com um inesperado convidado: o Homem Nuclear. Um dos piores temas da película. A faixa começa com uma breve utilização do “Tema de Superman”. Dali para a frente segue um horrível arranjo do “Tema de Lex Luthor” cujas principais características foram a aceleração do ritmo, um som deficiente e a falta absoluta de relevância. Teoricamente esta deveria ser a principal seqüência de Luthor, mas a música não contribui em nada para isso, ao contrário, lhe tira toda relevância. A seqüência retratada deveria ser de máxima tensão, porém os arranjos finais são dignos de comédia. O único que funcionou bem, dentro deste desastre, foi o “Tema do Homem Nuclear” que ao menos transmite o sentido dramático da cena. O tema nunca funciona e não fornece a dramaticidade requerida pela seqüência. Provavelmente seja o pior tema do filme.

14.d. - Superman vs. Homem Nuclear: 06:50
Corresponde à interminável e ridícula perseguição entre Superman e o Homem Nuclear (Metrópolis, China, Itália, espaço exterior). Encontramo-nos frente a uma das piores seqüências de toda a série, e a música certamente contribui para essa qualificação. Este tema não resiste a uma maior análise já que consiste de uma interminável combinação do “Tema do Homem Nuclear” com  desleixados arranjos de vários segmentos do “Tema de Superman”. Os arranjos baseados no “Tema do Homem Nuclear” são os mesmos utilizados nas seqüências anteriores, e os arranjos do “Tema de Superman” são realmente lamentáveis, não fornecendo uma única gota de emoção. Este tema claramente compete com o anterior para o prêmio “Pior Música” do filme.
Nota: A música comentada corresponde às seqüências da versão americana do filme. A versão que chegou ao Chile continha duas seqüências adicionais (Superman salvando uma menina de um tornado e salvando políticos soviéticos na Praça Vermelha de Moscou), cuja música resulta igualmente desastrosa.

15. - Lois visita Clark: 03:08
Seqüência
em que Lois visita Clark, depois deste ter desaparecido por vários dias. O tema começa com um lúgubre arranjo composto por Courage para continuar com uma suave fanfarra do “Tema de Superman”. Posteriormente predomina um nostálgico arranjo do “Love Theme”, para finalizar novamente com uma suave fanfarra do “Tema de Superman”. O tema atende satisfatoriamente às necessidades dramáticas da seqüência, funcionando muito bem. 

16. - Suíte 7: 08:48
16.a. - Estão despedidos: 01:02

Cena em que Lex Luthor apresenta a seus sócios traficantes sua nova criação: o Homem Nuclear. Basicamente um novo arranjo do “Tema do Homem Nuclear” e sobre este tema já comentei anteriormente. Nada mais a declarar.

16.b. - Clark e o cristal verde: 00:33
Seqüência
em que vemos um envelhecido Clark recuperando sua energia com o cristal verde. Curto tema composto por Courage que contém algumas reminiscências do tema “The Fortress Of Solitude” e da fanfarra do “Tema de Superman”. Apesar de breve, este tema resulta em acompanhamento muito bom para a seqüência.

16.c. - O amanhecer do Homem Nuclear: 00:37
O Homem Nuclear desperta e vê a foto de Lacy na capa do Planeta Diário. Este tema tem como única curiosidade a combinação dos dois temas novos compostos por John Williams para a série: o “Tema de Lacy” e o “Tema do Homem Nuclear”. Já opinei sobre ambos anteriormente e minha opinião continua a mesma.

16.d. - O Homem Nuclear ataca de novo: 02:40
O Homem Nuclear provoca um grande desastre nas ruas de Metrópolis e logo é desafiado por Superman. Apocalíptico arranjo composto por Courage baseado principalmente no “Tema do Homem Nuclear”. Ele funciona bem já que o desastre que vemos na tela é absolutamente coerente com os arranjos utilizados para acompanhar a seqüência. 

16.e. - Rumo à Lua: 00:51
Superman voa até a Lua com o Homem Nuclear dentro do elevador. Corresponde a um heróico arranjo baseado na marcha do “Tema de Superman”. Se analisarmos este tema em conjunto com o anterior, é possível notar que, até a cena em que Superman deixa o Homem Nuclear na Lua, ele realmente funciona bem, e creio que isto ocorre porque a seqüência completa não é tão longa. Por tal motivo a música (particularmente a relativa ao Homem Nuclear) não satura.

16.f. - Combate na Lua: 03:05
Combate entre Superman e o Homem Nuclear na Lua. A composição começa com um ridículo arranjo de um segmento do “Tema de Superman” (quando ele segura a bandeira dos EUA), para continuar com um insuportável arranjo baseado no “Tema do Homem Nuclear” que acompanha uma interminável luta entre Superman e o Homem Nuclear (que mais parece uma briga de rua do que um combate entre dois super-seres). Esporadicamente se escutam alguns acordes do “Tema de Superman”. Um tema interminável e insuportável.

17. - Superman triunfa: 01:51
Superman finalmente derrota o Homem Nuclear. A
primeira parte deste tema corresponde a um desleixado arranjo da fanfarra do “Tema de Superman” com uma breve irrupção do “Tema de Lacy” (enquanto Superman move a Lua). A segunda parte se baseia principalmente na marcha do “Tema de Superman” com algumas inserções da fanfarra do mesmo tema. Apesar de que nesta segunda parte os arranjos se ajustam a suas versões originais, estes não conseguem dar à seqüência a emoção necessária, especialmente se consideramos que se trata da cena culminante do filme e do triunfo de Superman. Sobre este aspecto, devo assinalar que nas películas anteriores da série, os arranjos relacionados com as façanhas vitoriosas de Superman foram muito mais emocionantes. Basta comparar com “O Resgate do Helicóptero” de “Superman The Movie; “Superman derrota Zod” de Superman II e “A derrota do Superman maligno” de Superman III. Nestes três casos escutamos arranjos baseados no “Tema de Superman” que são absolutamente emocionantes. Em face disto, pergunto: o que evita que neste caso ocorra o mesmo, quando na essência temos o mesmo? Na minha opinião são dois problemas:

- A seqüência em si mesma não é atraente e nem emotiva, portanto independentemente da música que se utilize, ela nunca provocará grandes emoções;
- Entendo que também faltou ênfase ou intensidade no arranjo. Mas isto deve estar diretamente ligado ao indicado no item anterior.

Em resumo, não acredito que seja um problema de Courage, já que ele fez o melhor que pôde com o material que tinha à mão.

18. - Suíte 8: 06:08
18.a. - Superman novamente na ONU: 00:58

Novo discurso de Superman na praça exterior do edifício das Nações Unidas. Outro tema integralmente composto por Alexander Courage e que se baseia na mesma partitura composta para a primeira seqüência nas Nações Unidas.

18.b. - Superman captura Luthor: 00:53
Luthor e Lenny são capturados por Superman. Este tema corresponde a um arranjo baseado principalmente no “Tema de Lex Luthor”, com um claro tom de comédia para finalizar com uma suave fanfarra do “Tema de Superman”.

18.c. - Luthor volta à prisão: 00:47
Regresso de Lex Luthor à prisão. Este tema corresponde a um arranjo de Courage com uma pequena referencia ao "Tema de Lex Luthor". Um moderado acompanhamento para a seqüência final, mas totalmente carente de emoção.

18.d. - Créditos Finais: 03:30
Seqüência
dos créditos finais. Em todos os filmes anteriores a seqüência de créditos finais iniciava com arranjos muito emocionantes, que celebravam o final triunfante do herói, para logo continuar com o “Tema de Superman” ou versões modificadas dele, mas sempre carregadas de grande emoção, com imagens espaciais e créditos legíveis. No caso de Superman IV a situação foi um pouco diferente. Em primeiro lugar não existe o arranjo inicial carregado de emoção. Neste caso Superman deixa Luthor na prisão e parte. Uma vez terminada a seqüência, a tela se escurece e começamos a escutar um apagado arranjo da fanfarra do “Tema de Superman” (inspirado em "Main Title March (Alternate)" da trilha sonora original) enquanto vemos a tradicional seqüência final dos três filmes anteriores (Superman despedindo-se voa no espaço exterior). Uma vez terminada a seqüência anterior começamos a ver a seqüência de créditos finais, desta vez sobre um fundo negro e com letras azuis quase ilegíveis, enquanto ouvimos o “Tema de Superman”. Esta versão do tema se baseia em sua estrutura tradicional, ainda que tenha sido eliminada a repetição da fanfarra e o segmento final seja mais curto, incorporando-se um novo arranjo para finalizar o tema. O som desta versão é algo inferior ao escutado na seqüência de créditos iniciais, mas isto pode ser um efeito auditivo produzido pelo fato de ser a seqüência final do filme e já não existe a expectativa do início. Ainda que esta versão careça de emoção, ela funciona apropriadamente para acompanhar a obscura seqüência de créditos finais.

Conclusão:
Caso me pedissem para classificar as quatro trilhas sonoras da série Superman, esta claramente estaria em terceiro lugar,  após Superman The Movie e Superman II. 
Acredito ter sido válida a intenção dos produtores de trazer de volta a música original, de fato este foi o aspecto mais positivo deste quarto título. No entanto a música me deixou com a impressão de que faltou algo, e de concreto não fiquei absolutamente satisfeito. Certamente a qualidade da película não ajudou em nada, e é possível que minha insatisfação esteja mais relacionada com o filme do que com a música. Tal como assinalei ao início, creio que a música funciona muito bem até a metade do filme. Daí em diante tudo é um desastre e a música não poderia escapar desta situação (salvo em algumas exceções). Os novos temas do filme não estão à altura dos temas originais e sob este ponto de vista eles contribuem mais para baixar o nível da partitura (por isso custo a acreditar que tenham sido compostos por John Williams). A respeito dos arranjos próprios de Alexander Courage, seu esforço resultou irregular, já que em certas ocasiões apresentou trabalhos soberbos, e em outras bastante deficientes. Finalmente, a respeito dos arranjos que Courage fez do “Tema de Superman”, tenho a opinião de que não foram os mais acertados por uma única razão: em várias ocasiões não produziram emoções, e isso é básico neste ramo. Em resumo um trabalho mais que regular, mas que em nenhum momento se sobressai.

Leia Também: A Música de Superman: O Retorno

INTRODUÇÃO
A MÚSICA DE SUPERMAN II
A MÚSICA DE SUPERMAN III
Superman: The Music (The Blue Box)
VOLTAR À PÁGINA INICIAL